O Acelerador Linear, uma máquina branca com uma maca para fazer radioterapia; no teto, uma paisagem de campo para relaxar pacientes

Radioterapia: A.C Camargo conta com novo Acelerador Linear que reduz tempo de tratamento e potencializa cirurgias de tumores mamários

Publicado em: 02/12/2021 - 10:12:00
Tratamento
Institucional
Radioterapia
Inovação e tecnologia
Tumores de Mama
Mama
Linha Fina

Novo equipamento usa a inteligência artificial e agiliza tratamento do câncer reduzindo número de sessões em até 80%

Os pacientes que necessitam de radioterapia do A.C.Camargo Cancer Center logo poderão contar com novo equipamento de última geração, que foi adquirido para integrar conjunto de aparelhos do seu parque tecnológico.

O novo Acelerador Linear (AL) Elekta Versa HD tem a capacidade de aumentar a velocidade e a eficácia dos tratamentos. Entre as novidades, aliadas à expertise e ao treinamento dos radioncologistas e físicos médicos, permite que os procedimentos se tornem cada vez mais rápidos e seguros. 

Neste equipamento, por meio de técnicas modernas de imagens em alta definição, é possível entregar maiores doses de radiação para o tumor minimizando as doses recebidas pelos tecidos circundantes normais, diminuindo os efeitos colaterais.

“O tamanho reduzido de lâminas virtuais permite também o tratamento de múltiplos alvos simultaneamente”, explica o Dr. Antônio Cassio Pellizzon, head do Departamento de Radioterapia do A.C.Camargo Cancer. Há, ainda, com o uso de técnicas de hipofracionamento, a possibilidade de redução de até 80% no número de sessões e no tempo de tratamento, com a segurança da radioterapia guiada por imagem 4D (IGRT). 

Para casos dos tumores de mama, pulmão e fígado, o Acelerador Linear (AL) Elekta Versa HD conta com o Sistema- ABC – Air Breath Control ou Active Breathing Coordinator – por meio de paradas respiratórias voluntárias e controladas pelo paciente, o feixe de radiação é liberado em momentos pré-coordenados, eliminando o risco de irradiação de estruturas nobres, como, por exemplo, a artéria coronária descendente anterior, no caso de irradiação de mamas do lado esquerdo. 
 
Ainda nos tratamentos cirúrgicos em mama, o A.C.Camargo Cancer Center conta com o equipamento IntraBeam, indicado, principalmente para pacientes diagnosticadas em fases iniciais da doença (estágios clínicos I e IIA) e com idade superior a 50 anos, onde o tratamento é realizado ainda no centro cirúrgico logo após a retirada do tumor,  eliminando ou reduzindo possíveis efeitos colaterais associados ao método convencional de radioterapia, como vermelhidão, sensibilidade ou alteração na cor da pele, além de possível fadiga, fibrose do tecido da mama ou atraso na cicatrização de ferida.


Tecnologia Lattice

Outra inovação trazida pelo novo Acelerador Linear é a realização de formas rápida e segura da Tecnologia Lattice, algo que o A.C.Camargo Cancer Center é único e pioneiro na América Latina. Com a Lattice é possível fornecer, com precisão, altas doses não homogêneas de irradiação para diferentes áreas do volume tumoral.

Com isso, ocorrem reações no local da aplicação com redução do volume da doença, além de estímulos imunológicos. A irradiação modifica o ambiente imunossupressor do tumor, ou seja, diminui a produção de hormônios e produtos químicos secretados pelos tumores, melhorando e potencializando os efeitos do tratamento. 

A radioterapia em alta dose focal da Tecnologia Lattice também reduz a quantidade de vasos que alimentam o tumor e facilita a entrada de linfócitos – células de defesa – além de ativar os que já estão na lesão e o reconheçam como ‘não eram para estar ali’.

A tecnologia pode induzir a regulação de genes de outras células de defesa (os macrófagos) aumentando a imunidade do paciente, podendo levar à redução ou ao controle de lesões (metástases) que não receberam a irradiação de forma direta, o que é chamado de efeito abscopal.

Veja a seguir algumas imagens do Acelerador Linear:

O Acelerador Linear, uma máquina branca com uma maca para fazer radioterapia; no teto, uma paisagem de campo para relaxar pacientes
O Acelerador Linear, uma máquina branca com uma maca para fazer radioterapia; no teto, uma paisagem de campo para relaxar pacientes
O Acelerador Linear, uma máquina branca com uma maca para fazer radioterapia; no teto, uma paisagem de campo para relaxar pacientes

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

Segurança do Paciente: as 6 metas internacionais
Colaboradores do A.C.Camargo contam como cumprem tais medidas preventivas A Organização Mundial de Saúde estabeleceu seis metas internacionais de segurança do paciente. Tamanha a importância, há até um Dia Mundial da Segurança do Paciente, celebrado em 17 de setembro – daí a programação intensa de...
Vídeo: a evolução do tratamento cirúrgico no câncer de intestino
Nos últimos 20 anos, o tratamento cirúrgico do câncer de intestino avançou bastante. É possível, hoje, retirar pequenos tumores até por colonoscopia. Há ainda as cirurgias por videolaparoscopia e robótica. Assista ao vídeo e entenda mais sobre o tema com Samuel Aguiar, cirurgião oncológico e...
Histórias reais sobre o câncer: conheça Gisele Gengo
A.C.Camargo lança série de vídeos em parceria com a Revista Cláudia com experiências inspiradoras de mulheres que lutam contra o câncer A coach Gisele Gengo trabalha com técnicas de psicologia positiva. Ela ensina aos seus pacientes que é possível ser feliz, independentemente do que aconteça...
Um balanço dos nossos cientistas que estiveram no AACR 2018, congresso com o que há de mais inovador em pesquisa do câncer
Novas tecnologias, ênfase na imunoterapia, união da engenharia e da física com a medicina, bancos de dados muito complexos: tudo aponta para tratamentos cada vez mais individualizados. Um grupo de especialistas aqui da Instituição (Dra. Vilma Martins, Superintendente de Pesquisa; Drs. Tiago Góss, Ludmilla Chinen...
Estudo sobre custo-efetividade mostra as vantagens da cirurgia robótica para câncer de próstata
A introdução de novas tecnologias revolucionou a área da saúde, principalmente a oncologia. Para o tratamento do câncer de próstata, por exemplo, a cirurgia robótica impactou positivamente, trazendo melhores resultados para pacientes com doença localizada. Mas quais são os resultados de custo-efetividade para este tipo...