Novembro Azul: os caminhos para tratar o câncer de rim

Publicado em: 13/11/2019 - 09:11:19
Tratamento
Diagnóstico
Efemérides
Tumores Urológicos

 

Assista ao vídeo e conheça as tendências terapêuticas para esse tipo de tumor

Novembro Azul não se resume à próstata. O câncer de rim, por exemplo, requer atenção.

Afinal, todos os anos, entre 6,5 e 7 mil pessoas são diagnosticadas com tumores renais no Brasil.

No entanto, os avanços no diagnóstico e no tratamento aumentaram as chances de cura da doença nos últimos anos.

Confira o vídeo a seguir, que contém explicações precisas do Dr. Walter Henriques da Costa, urologista do A.C.Camargo Cancer Center:

Novembro Azul como hábito

O que você pode (e deve) fazer para prevenir o câncer: adotar a alimentação saudável, fazer exercícios físicos, não fumar, ir devagar com o álcool e com as calorias para não engordar demais.

Sim, são as clássicas recomendações. Além de evitar o câncer, elas deixam você cheio de disposição, bom humor e ótima aparência.

Jogar aquele futebol no fim de semana é ótimo, desde que você mantenha uma rotina de exercícios durante a semana. Se não der para ir à academia, caminhe, ande de bicicleta, suba escadas, corra no parque. Não deixe seu corpo parado no dia a dia para suar a camisa somente no domingo.

Prato colorido é prato equilibrado: legumes, verduras, proteínas, grãos, carboidratos, tudo o que você precisa. Uma dica saborosa é abusar do vermelho na mesa, comendo muita melancia, goiaba, tomate. Eles contêm licopeno, substância antioxidante que ajuda a inibir alterações no DNA das células que provocam o surgimento do câncer. O tomate, então, é campeão: cozido, melhor ainda.

Novembro Azul

Higiene é saúde: fique atento à limpeza correta do pênis. E use camisinha para prevenir doenças, como a infecção pelo HPV (papiloma vírus humano), um grande fator de risco do câncer.

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

AACR 2019: Estudo aponta diferenças na mortalidade por câncer de mama na população afrodescendente e branca
Dados apresentados no encontro anual da AACR mostram que variante do gene DARC pode explicar maior agressividade do tumor Por Dra. Vilma Regina Martins, superintendente de pesquisa no A.C.Camargo Cancer Center Um estudo apresentado no encontro anual 2019 da American Association for Cancer Research (AACR)...
Inovações no tratamento dos tumores do trato gastrointestinal (TGI) são destaques do Next Frontiers 2019
Medicina personalizada, discussões de casos clínicos e atualização sobre o que há de mais moderno estarão presentes nos painéis sobre TGI alto e baixo Imunoterapia e cirurgia robótica nos tratamentos do câncer gástrico. As síndromes hereditárias associadas a esse tipo de câncer. Os tratamentos moleculares...
Dezembro Laranja: avanços no tratamento de tumores de pele; veja o vídeo
Dezembro Laranja é o mês para conscientização sobre a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de pele. O tratamento do câncer de pele, tanto o melanoma quanto o não melanoma, avançou muito nos últimos anos. Com a entrada no mercado da imunoterapia e das...
Outubro Rosa: estudo avalia como o peso impacta o tratamento com abemaciclibe e hormonioterapia em pacientes com câncer de mama metastático
O câncer de mama é causado, em 70% dos casos, pela alteração em receptores hormonais (estradiol). Esse hormônio é o mais importante para o corpo da mulher e está ligado à regulação do período fértil, saúde óssea e libido. Esta presente no corpo das mulheres...
Mitos & verdades: síndrome de ovários policísticos pode aumentar o risco de câncer?
Nossos especialistas esclarecem as principais dúvidas sobre a saúde da mulher e tumores ginecológicos Em março, no mês da mulher, publicamos diversos conteúdos informativos para prevenção do câncer ginecológico. Falamos sobre os tipos e sintomas dos principais tipos de tumores, lançamos uma série de vídeos...