Prebiótico x probiótico: saiba a diferença e por que são importantes para a saúde

Publicado em: 11/09/2019 - 11:09:18
Foco do paciente
Tratamento
Hábitos saudáveis
Tumores Colorretais

Componentes ajudam na prevenção de tumores colorretais 

 

Nos últimos anos, duas palavras ganharam destaque na mídia e na internet quando o assunto é nutrição: os prebióticos e os probióticos. À primeira vista, pode parecer mais um modismo alimentar, porém o assunto vai além disso: eles realmente ajudam a manter a saúde em dia e a prevenir doenças, inclusive tumores colorretais. 

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa):

Os prebióticos são componentes alimentares não-digeríveis que afetam beneficamente o hospedeiro pelo estímulo seletivo da proliferação ou atividade de populações de bactérias desejáveis no cólon. Os prebióticos são encontrados em alguns leites e fórmulas lácteas, na banana, cebola, alcachofra e cereais integrais.

Os probióticos são microrganismos vivos capazes de melhorar o equilíbrio microbiano intestinal produzindo efeitos benéficos à saúde do indivíduo. Existem no mercado saches e cápsulas de vários tipos de probióticos e prebióticos. Nos alimentos encontrados no mercado, hoje temos leites e bebidas fermentadas e iogurtes que contêm probióticos. 

“Em palavras mais simples, os probióticos são as bactérias benéficas do nosso organismo e os prebióticos são as fibras utilizadas por essas bactérias”, explica Thais Manfrinato Miola, supervisora de Nutrição do A.C.Camargo Cancer Center.  A especialista complementa que o uso de ambos auxilia na manutenção de um intestino saudável, causando menos inflamação. “Com isso, temos a redução do risco do câncer colorretal (cólon e reto)”, conta.

 

Qual a importância para o paciente com câncer?

O uso de ambos no tratamento auxilia na redução tanto da incidência quanto da gravidade da diarreia induzida por quimioterapia e radioterapia, em alguns casos. Mas também pode ajudar a reduzir a diarreia para o paciente em uso de antibiótico.

“O paciente que realiza cirurgia intestinal, tem benefício do uso de probióticos antes e depois da cirurgia, ajudando a reduzir o risco de complicações no pós-operatório e o tempo de internação”, complementa Thais. 

No entanto, vale destacar que pacientes com imunidade debilitada não têm indicação de probiótico, apenas de prebiótico, devido à falta de evidência científica neste grupo de pacientes.

 

Quando deve-se investir em prebióticos e probióticos?

Ambos devem fazer parte de um alimentação saudável e equilibrada e, sua suplementação, se faz necessária em distúrbios do intestino, como diarreia ou constipação. 

“Embora os estudos apontem sobre a importância da nossa microbiota e microbioma, ainda é necessário maior aprofundamento para saber exatamente qual tipo de bactéria poderia trazer um benefício maior, por quanto tempo ingeri-la e a quantidade”, explica Thais.

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

Previna tumores colorretais com hábitos saudáveis
Conheça as formas de se antecipar a um eventual câncer e os fatores de risco existentes Os tumores colorretais malignos, localizados no cólon (intestino grosso) e no reto, são o terceiro tipo mais comum em homens e o segundo em mulheres. Diagnosticados no início, podem...
Colostomia: é possível reverter o procedimento
Quando a saúde do paciente está restabelecida e o método é temporário, é possível fazer a cirurgia de reversão Em muitos casos, pacientes com tumores colorretais podem precisar da realização de uma colostomia ou ileostomia para a saída de fezes. Estes dois procedimentos são feitos...
Radioterapia feita durante a cirurgia pode evitar volta de tumores digestivos e ginecológicos
Destacado em periódico internacional, estudo identificou que o procedimento garantiu sobrevida a pacientes Pessoas cujos tumores retornaram após a realização de um tratamento costumam apresentar limitações para se submeterem a novas terapias. Uma forma de virar esse jogo, de acordo com um estudo realizado no...
Recursos disponíveis para tratamento do câncer influenciam na definição de prioridades médicas
Artigo publicado por Luiz Paulo Kowalski, head do Núcleo de Cabeça e Pescoço do A.C.Camargo, traz os principais dilemas vividos em grande parte do Brasil e do mundo Para fazer o tratamento contra um câncer de forma ideal é preciso ter acesso a uma instituição...
A importância do oftalmologista no diagnóstico de tumores cerebrais
O oftalmologista costuma ser consultado quando as alterações visuais são perceptíveis, isto é, quando o indivíduo está com dificuldade para enxergar objetos próximos ou distantes, ou nota pontos luminosos na visão, entre outros sintomas. O papel do profissional, no entanto, não é restrito a diagnósticos...