Foco do paciente

Amor à Vida - Espiritualidade no Tratamento Oncológico

 Espiritualidade no Tratamento Oncológico foi o tema do grupo Amor à Vida do A.C.Camargo.

O Grupo Amor à Vida realiza encontros com o objetivo de proporcionar bem-estar físico e mental para pacientes oncológicos, seus familiares e cuidadores, através de programação com temas diversos, que podem ter relação com alguma etapa do tratamento, cotidiano, saúde, vida social, entre outros temas.

Nesses encontros, aqueles que se sentem à vontade podem compartilhar e trocar experiências semelhantes, vividas durante o período de tratamento.

Assista e saiba mais:

Amor à Vida: espiritualidade no tratamento oncológico

Linha Fina

Participe do encontro virtual para compartilhar e trocar experiências durante o tratamento contra o câncer 

O Grupo de Apoio Amor à Vida, do A.C.Camargo Cancer Center, organiza um bate-papo virtual para falar sobre a espiritualidade no tratamento oncológico.

Pacientes, ex-pacientes e acompanhantes trocam ideias sobre o tema para melhorar o bem-estar e você é nosso convidado!

Marque na agenda e convide os amigos! 

Data: 27/7/2022 
Horário: 16h 
Palestrante: Dr. Felipe Moraes, médico oncologista, professor em teologia e membro do comitê científico no Instituto Lado a Lado Pela Vida 
Mediador: Dr. Antonio Eduardo Antonietto Junior, diretor médico do A.C.Camargo Cancer Center 
Anfitriã: Silvia Voulliéme, gerente de Experiência do Paciente do A.C.Camargo Cancer Center
Tema: A espiritualidade no tratamento oncológico
Link: https://youtu.be/fMIbr38Tzns


Você conhece o Amor à Vida?

O Grupo Amor à Vida realiza encontros com o objetivo de proporcionar bem-estar físico e mental para pacientes oncológicos, seus familiares e cuidadores, por meio de programação com temas diversos, que podem ter relação com alguma etapa do tratamento, como cotidiano, saúde, vida social, entre outros temas.

Nesses encontros, aqueles que se sentem à vontade podem compartilhar e trocar experiências semelhantes, vividas durante o período de tratamento.
 

Dia do Psicólogo: a importância do profissional de saúde mental no tratamento contra o câncer

Linha Fina

Saiba mais sobre a sensibilidade da psicologia ao cuidar de nossos pacientes em um momento marcante como é o diagnóstico de um tumor

No dia 27 de agosto, celebramos o Dia do Psicólogo, profissional dedicado a tratar, analisar e estudar a mente humana, seus processos e comportamentos.

Em um Cancer Center como o A.C.Camargo, o papel do psicólogo é atender pacientes com câncer nas diversas fases do tratamento, considerando os aspectos emocionais e o sofrimento psíquico, trazendo acolhimento e suporte psicológico para promover a melhora no enfrentamento da doença.

Atuamos em todos os departamentos da Instituição. Muitas das vezes atendemos como interconsulta, ou seja, no atendimento ao paciente internado, chamado de atendimento beira-leito”, explica a Dra. Christina Haas Tabaray, head do Serviço de Psicologia do Departamento de Saúde Mental do A.C.Camargo Cancer Center.

Também ofereceremos suporte psicológico para a família do paciente, que muitas vezes necessita de um espaço para trabalhar seu sofrimento emocional”, acrescenta a especialista. O atendimento de suporte aos familiares é realizado quando o paciente está internado.

Além disso, a equipe de psicólogos da Instituição realiza avaliações ambulatoriais como pré-cirúrgica, pré-transplante de medula óssea e de pacientes com dificuldade de enfrentar o momento que estão vivenciando. 

Na primeira sessão de quimioterapia, fazemos uma avaliação psicológica do paciente, a fim de tranquilizá-lo em cada fase do tratamento, por exemplo”.


Dia do Psicólogo: saúde mental x câncer

Dar uma atenção cuidadosa para a saúde mental, em especial à do paciente oncológico, é importante para o tratamento e está longe de ser um tabu.

Antes, o atendimento psicológico era visto como fraqueza. Creio que esse é nosso maior desafio: demonstrar que fazer psicoterapia, ao contrário do que algumas pessoas pensam, é demonstração de força interior, de não temer lidar com as possíveis fragilidades de um momento difícil”, conta a Dra. Christina.


O diagnóstico 

Claro que receber o diagnóstico para câncer não é uma notícia fácil, mas a psicoterapia ajuda – e muito – a enfrentar o medo e a encarar a situação com outro olhar, sem julgamentos.

Vivenciar um processo de adoecimento pode desviar o paciente de sua rotina, assim como ocasionar sentimentos confusos e muita incerteza. É uma vivência marcada pela subjetividade e assim não há o ‘certo e o errado’ em como o paciente está se sentindo”, aconselha.

O medo da morte é um pensamento frequente em pacientes diagnosticados com câncer. “Durante muito tempo, a palavra câncer significava ‘morte’, e felizmente hoje não é mais assim. A evolução dos tratamentos oncológicos, técnicas cirúrgicas e de todas as especialidades que atuam junto ao paciente que recebe o diagnóstico de câncer vêm desmistificando essa ‘sentença’”, diz.

O importante é que haja um momento acolhedor e seguro para o paciente falar sobre o que desejar de forma confortável.

O psicólogo está ali, presente, para acompanhar o movimento emocional do paciente, e conversar sobre o que lhe aflige. A dica que posso dar nesta hora é: dê atenção aos sentimentos que se fazem presentes nesta fase inicial do diagnóstico. Podem surgir questionamentos sobre várias coisas... Se sentir que o enfrentamento está difícil, não hesite em procurar suporte psicológico”.

Você conhece nosso Serviço de Psicologia do Departamento de Saúde Mental? Desde 1997, realizamos um trabalho pioneiro: levar atendimento psicológico e psiquiátrico aos pacientes com câncer.

Foto perfil da Dra. Christina Haas Tabaray
"
Gosto muito da minha profissão. O que me move é saber que, de alguma maneira por meio da psicoterapia, há um encontro ‘consigo mesmo’, um diálogo interno do paciente com suas emoções e, assim, uma evolução emocional que possibilita viver melhor
Christina Haas Tabaray, head de Serviço de Psicologia do Departamento de Saúde Mental

Internação Especializada – Mais inovação no acompanhamento e no tratamento dos pacientes em um Cancer Center

Linha Fina

A fim de dar um tratamento ainda mais especializado para cada paciente, a Instituição está segmentando as unidades de internação para o atendimento dos diversos perfis assistenciais, segundo a complexidade de seus diagnósticos

O A.C.Camargo sabe que cada paciente oncológico é único e merece um tratamento personalizado.

Assim, a Instituição implementou o projeto de segmentação dos leitos, isto é, estamos separando as unidades de internação para o atendimento dos diversos perfis de pacientes, de acordo com a complexidade de seus diagnósticos, a fim de trazer ainda mais qualidade e segurança na assistência.. 

Teremos andares especializados para cada característica de atendimento:

•    Andar clínico
•    Andar cirúrgico 
•    Andar hematológico
•    Andar pediátrico (entrega já concluída)

Além dos andares de internação, inauguramos em 04/07 uma ala exclusiva para preparo de pacientes em pré-operatório, onde teremos equipe assistencial especialista na recepção e preparo para o centro cirúrgico. Após a cirurgia, o paciente será encaminhado para o andar de internação especializado. 

ala pré-operatória - Internação Especializada


Além de trazer a inovação do Andar Pré-Operatório, para maior conforto dos familiares, inaugurarmos, também em 04/07, o Lounge do Acompanhante. Nesse espaço, a família do paciente que fará cirurgia poderá acompanhar o status de seu familiar dentro do centro cirúrgico, em tempo real, e a liberação dele para o quarto. Com a liberação do paciente do centro cirúrgico, o serviço de mensageria encaminhará a família até o quarto para poder aguardar seu familiar chegar e conversar com equipe médica.
 

Lounge do Acompanhante - Internação Especializada


Início das atividades com pacientes hematológicos

Foi optado iniciar o projeto de segmentação nos andares de pacientes adultos onco-hematológicos – aqueles que tratam leucemias, linfomas e mielomas –, onde se concentram no 8º andar da unidade Antônio Prudente, com início das atividades em 18/07.

A escolha da especialidade se deu analisando a criticidade da patologia. 

Esta medida reforça o conceito de Centro de Referência implantado no A.C.Camargo, que implementa diretrizes direcionadoras para as especialidades oncológicas.

O objetivo do projeto é proporcionar um atendimento ainda mais focado e direcionado para cada perfil de paciente, concentrando esforços, estreitando a relação com o corpo clínico e com a equipe assistencial, otimizando as condutas e o tempo e, sobretudo, dando a possibilidade de o paciente ser assistido de forma integrada, em um só espaço.

Ou seja, além do corpo clínico, no andar especializado vai haver uma equipe assistencial e multiprofissional totalmente qualificada e focada naquele tipo específico de câncer – no caso, os hematológicos. 

Cada andar terá além da equipe especializada, uma política de proteção aos pacientes que atendem à criticidade do diagnóstico, para que o ambiente seja totalmente seguro e propício para o tratamento. 

Por exemplo, no caso dos pacientes hematológicos, onde no seguimento da doença há grande risco de infecção, existem políticas mais sensíveis para que a estadia do paciente seja segura não apenas para eles, mas também para seus acompanhantes.

Confira aqui as nossas políticas de internação.

Não venha para o A.C.Camargo caso apresente um dos sintomas abaixo:

• Febre
• Falta de ar ou dificuldade de respirar
• Dificuldade de retomar atividades habituais
• Diarreia e dor abdominal
• Dor de garganta
• Perda de olfato ou paladar

Superação e Braile: Os Desafios na Oncologia Pediátrica

Superação e Braile: Os Desafios na Oncologia Pediátrica foi o tema do grupo Amor à Vida do A.C.Camargo.

O Grupo Amor à Vida realiza encontros com o objetivo de proporcionar bem-estar físico e mental para pacientes oncológicos, seus familiares e cuidadores, através de programação com temas diversos, que podem ter relação com alguma etapa do tratamento, cotidiano, saúde, vida social, entre outros temas.

Nesses encontros, aqueles que se sentem à vontade podem compartilhar e trocar experiências semelhantes, vividas durante o período de tratamento.


Anfitriã e Moderadora:

  • Silvia Voulliéme - Gerente de Experiência do Paciente do A.C.Camargo


Palestrantes:

  • Bianca Chaló, Professora de Braile e mãe da Nicole (paciente do A.C.Camargo Cancer Center)
  • Juliane Santos, Supervisora de Ensino no A.C.Camargo Cancer Center


Assista e saiba mais:

Amor à Vida: Nutrição - Prevenção e Tratamento​​​​​​​

Linha Fina

Participe do encontro virtual para compartilhar e trocar experiências durante o tratamento contra o câncer 

O Grupo de Apoio Amor à Vida, do A.C.Camargo Cancer Center, organiza um bate-papo virtual para falar sobre Nutrição, Prevenção e Tratamento para o paciente oncológico.

Pacientes, ex-pacientes e acompanhantes trocam ideias sobre o tema para melhorar o bem-estar e você é nosso convidado!

Marque na agenda e convide os amigos! 

Data: 5/7/2022 
Horário: 16h 
Palestrante: Thais Manfrinato Miola, Supervisora de Nutrição do A.C.Camargo Cancer Center
Anfitriã e moderadora: Dra. Letícia Alarcão Maxta, Médica titular da equipe de Endocrinologia do A.C.Camargo Cancer Center
Tema: Nutrição: Prevenção e Tratamento
Link: Acesse aqui


Você conhece o Amor à Vida?

O Grupo Amor à Vida realiza encontros com o objetivo de proporcionar bem-estar físico e mental para pacientes oncológicos, seus familiares e cuidadores, por meio de programação com temas diversos, que podem ter relação com alguma etapa do tratamento, como cotidiano, saúde, vida social, entre outros temas.

Nesses encontros, aqueles que se sentem à vontade podem compartilhar e trocar experiências semelhantes, vividas durante o período de tratamento.
 

Entenda a diferença entre quimioterapia vermelha e branca

Linha Fina

Esclarecemos essa dúvida de muitas pessoas, que associam a quimioterapia vermelha a efeitos colaterais mais fortes e ação mais intensa e a quimioterapia branca a efeitos e ação mais leves

Muitas pessoas quando ouvem falar de quimioterapia vermelha ou branca têm dúvidas do que essas cores significam. Uma é mais “forte” do que a outra? A vermelha tem mais efeito colateral do que a branca? Entenda o que significa essas cores.

A quimioterapia e as cores

A quimioterapia vermelha é formada por uma classe de medicamentos chamada antraciclinas, que apresentam tons avermelhados. A quimioterapia branca é formada por diversas classes de medicamentos que não apresentam nenhuma cor, como ciclofosfamida, taxanos, gencitabina e vinorelbina.

Ou seja, a cor do medicamento é devido às características físico-químicas dos seus componentes e não influencia nos efeitos colaterais. O que determina se um é “mais forte” que o outro não é a cor, mas a dosagem, a combinação dos medicamentos e o protocolo para cada tipo de tumor.

A única diferença entre a quimioterapia vermelha e a branca é a forma de administração. Enquanto a vermelha é administrada exclusivamente de forma endovenosa, a branca pode ser endovenosa, intramuscular, subcutânea ou intratecal.

Além da vermelha e da branca, existem quimioterápicos que apresentam outras cores, como é o caso do metotrexato, de coloração amarela, e da mitoxantrona, de coloração azul.

Combinação de medicamentos

O tratamento quimioterápico pode contar com um único medicamento ou com a combinação de vários deles com doses diferentes e variadas formas de administração.

Os medicamentos da quimioterapia vermelha, por exemplo, são muito utilizados para pacientes com câncer de mama. Mas, é mais comum ainda a paciente fazer o tratamento com uma combinação de quimioterapia branca e vermelha.

Cada dose e combinação de medicamento é única, preparada de acordo com as recomendações do médico e com o peso e a altura do paciente.

Manipulação de quimioterápico: escolha uma instituição de confiança

A manipulação do quimioterápico segue legislações, normas e protocolos de segurança. Por isso, todo farmacêutico contratado pelo A.C.Camargo, mesmo que já tenha experiência com quimioterápicos, passa por um treinamento de três meses para garantir a aderência aos rígidos protocolos de segurança da Instituição.

Como somente um farmacêutico é capaz de verificar se a medicação foi preparada de forma correta, é importante o paciente escolher bem onde fazer seu tratamento. Neste cenário, uma instituição especializada, como um cancer center, torna-se a opção mais segura. No A.C.Camargo, nossa Farmácia não só é diferenciada como também é referência em todo o Brasil. 

Tudo sobre quimioterapia

Se você tem dúvidas ou quer saber mais sobre o tratamento quimioterápico, clique aqui. Você poderá conferir diversas respostas para as principais perguntas sobre este tratamento.

 

Fonte: Aline Rezende, farmacêutica do setor de quimioterapia do A.C.Camargo Cancer Center
 

Live "Imunoterapia e saúde da mulher"

Segundo o INCA, são estimados mais de 66 mil novos casos de câncer de mama no Brasil em 2022, sendo a segunda maior incidência em mulheres de todas as regiões do país, atrás apenas de tumores de pele não melanoma.

A imunoterapia, que é uma importante aliada no tratamento de vários tipos de tumores, como pulmão, bexiga, cabeça e pescoço, também vem mostrando seu benefício em determinados subtipos do câncer de mama.

Preparamos uma live com o tema “Imunoterapia e Saúde da Mulher”, com a participação da Dra. Rachel Simões Pimenta Riechelmann, Head da Oncologia Clínica e do Dr. Jayr Schmidt Filho, Head de Onco-Hematologia aqui do A.C.Camargo, para tirar todas as suas dúvidas sobre o tema.

A live acontecerá no dia 26/05 às 17h e será transmitida simultaneamente em nosso Facebook, Linkedin e Youtube.
 

Podcast Rádio Cancer Center #61 - Fake news sobre o câncer

Linha Fina

Silicone no seio causa tumores de mama? Desodorante e celular são riscos? Remédios e chás que curam o câncer? Ouça este episódio que desvenda o que rola pelas redes sociais, um papo com o Doutor Daniel Garcia, oncologista clínico do A.C.Camargo

Fake news sobre o câncer não faltam por aí, sobretudo nas redes sociais.

Entre as polêmicas que a gente desvenda no podcast:

  • A água gelada pode provocar um câncer?
  • A água de coco quente poderia curar o câncer?
  • Há cremes, alimentos e chás que curam?
  • Forno micro-ondas e o celular são atos que podem causar câncer?
  • Desodorante e próteses de silicone podem causar câncer de mama?
  • Vacina contra o HPV traria efeitos colaterais pesados?
  • Fosfoetanolamina cura?
  • Medicamentos para hipertensão podem causar câncer?
  • E medicamentos como o Omeprazol?
  • Açúcar e carne fazem mal?
  • A indústria farmacêutica não quer a cura do câncer? 

Neste papo, o Doutor Daniel Garcia, oncologista clínico do A.C.Camargo, nos ajuda a derrubar as mentiras que circulam por aí.

Confira abaixo o nosso podcast:


Se preferir, ouça este podcast em nossos agregadores de streaming: Spotify, SoundCloud, Google Podcasts e Deezer.

 

Amor à Vida: os benefícios da dança na oncologia

Linha Fina

Participe do encontro virtual para compartilhar e trocar experiências durante o tratamento contra o câncer 

O Grupo de Apoio Amor à Vida, do A.C.Camargo Cancer Center, organiza um bate-papo virtual para falar sobre os benefícios da dança para o paciente oncológico.

Pacientes, ex-pacientes e acompanhantes trocam ideias sobre o tema para melhorar o bem-estar e você é nosso convidado!

Marque na agenda e convide os amigos! 

Data: 27/4/2022 
Horário: 16h 
Palestrante: Larissa Simões, fisioterapeuta do A.C.Camargo Cancer Center
Anfitriã e moderadora: Larissa Kuil, enfermeira supervisora de seguimento no A.C.Camargo Cancer Center
Tema: Os benefícios da dança na oncologia
Link: https://bit.ly/3LTh0mX


Você conhece o Amor à Vida?

O Grupo Amor à Vida realiza encontros com o objetivo de proporcionar bem-estar físico e mental para pacientes oncológicos, seus familiares e cuidadores, por meio de programação com temas diversos, que podem ter relação com alguma etapa do tratamento, como cotidiano, saúde, vida social, entre outros temas.

Nesses encontros, aqueles que se sentem à vontade podem compartilhar e trocar experiências semelhantes, vividas durante o período de tratamento.