Outubro Rosa: estudo avalia como o peso impacta o tratamento com abemaciclibe e hormonioterapia em pacientes com câncer de mama metastático

Outubro Rosa: estudo avalia como o peso impacta o tratamento com abemaciclibe e hormonioterapia em pacientes com câncer de mama metastático

Publicado em: 19/10/2020 - 10:10:36
Pesquisa
Tratamento
Quimioterapia
Tumores de Mama
Linha Fina

Mulheres com sobrepeso podem se beneficiar sem comprometer sua qualidade de vida

 

O câncer de mama é causado, em 70% dos casos, pela alteração em receptores hormonais (estradiol). Esse hormônio é o mais importante para o corpo da mulher e está ligado à regulação do período fértil, saúde óssea e libido. Esta presente no corpo das mulheres, em quantidades menores, após a menopausa.

Mulheres com sobrepeso ou obesas, porém, têm mudanças significativas no metabolismo do estradiol, que podem influenciar no surgimento ou agravar um possível quadro de câncer de mama.

Aquelas que são diagnosticadas com câncer sem metástase ganham mais peso durante o tratamento e podem ter seu prognóstico piorado. Ou seja, elas possuem uma chance menor de cura após o tratamento de uma doença localizada.

Por outro lado, a literatura médica ainda não tem dados conclusivos sobre como o sobrepeso e a obesidade impactam no prognóstico da mulher que já possui metástase.


Obesidade x câncer

"Infelizmente, as mulheres acima do peso enfrentam alguns desafios durante o tratamento de um câncer de mama. Elas podem ter mais efeitos colaterais da quimioterapia, como fadiga, que está ligada à preparação física da paciente e a quantidade de exercícios que ela faz durante o tratamento. Além disso, pode levar a complicações sérias no decorrer da cirurgia", explica o médico oncologista Dr. Noam Pondé, do A.C.Camargo Cancer Center.

O especialista é um dos autores da pesquisa que analisou a introdução de abemaciclibe durante hormonioterapia em câncer metastático. O estudo mostrou que o medicamento também pode ser benéfico para pacientes acima do peso, quando são diagnosticadas com câncer de mama metastático.

A adição do medicamento à hormonioterapia prolonga a sobrevida livre de progressão da doença, apesar do índice de massa corporal (IMC).

"O abemaciclibe é um medicamento inibidor de CDK 4/6, fundamental no tratamento do câncer de mama metastático. Ele essencialmente reduz a proliferação das células tumorais de maneira intensa e ajuda a controlar as metástases", explica o doutor.

Ainda serão necessários mais estudos para analisar os parâmetros de composição corporal em pacientes sobre inibidores de CDK 4/6 para esclarecer outras hipóteses.

Atualmente, não existe um tratamento específico contra o câncer de mama para cada índice de massa corpóreo – embora a dose de alguns agentes quimioterápicos possa ser maior para algumas pacientes com sobrepeso.

“Para as mulheres que começam um tratamento para câncer com sobrepeso ou obesas, um acompanhamento nutricional e uma rotina de exercícios é fundamental para diminuir as toxicidades, melhorar a qualidade de vida e aumentar as chances de cura”, aconselha o especialista.


Efeitos do abemaciclibe

O estudo também mostrou que o medicamento pode levar a uma perda de peso substancial em algumas pacientes. O abemaciclibe apresenta efeitos colaterais como diarreia e neutropenia em alguns casos, ainda que sejam em geral leves e não estejam relacionados com a perda de peso.


 

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

Podcast Rádio Cancer Center #30 - Tumores urológicos: as evoluções no tratamento
A conversa de hoje é sobre Novembro Azul, o mês de conscientização sobre os tumores urológicos. Novas possibilidades de tratamento surgem o tempo todo, casos da imunoterapia e da hormonioterapia. Descubra quais foram as principais evoluções no tratamento sistêmico dos tumores urológicos nos últimos anos...
Quimioterapia em um cancer center
A cada ano, cresce mais o número de casos de câncer no Brasil e no mundo. Segundo estimativas do International Agency for Research on Cancer (IARC), em 2020, 19,3 milhões de pessoas no mundo tiveram câncer. Para 2040, a expectativa é que esse número cresça...
Os exames essenciais para diagnosticar o câncer de mama em mulheres com alto risco
Pesquisador do A.C.Camargo Cancer Center publica artigo que discute os papéis da mamografia e da ressonância magnética A ressonância magnética é reconhecidamente a modalidade de exame de imagem mais precisa para o rastreamento do câncer de mama em mulheres com alto risco. Mas a mamografia...
Podcast Rádio Cancer Center #53 – Outubro Rosa: inspire-se com a nossa paciente Michelly Zullo
Neste Outubro Rosa, mês de conscientização para a necessidade do diagnóstico precoce do câncer de mama, o podcast Rádio Cancer Center recebe a paciente Michelly Zullo. Moradora de Indaiatuba (SP), a jovem de 34 anos descobriu um nódulo aos 33, em julho de 2020. “Eu...
Novembro Azul e as tendências no tratamento do câncer de próstata
Assista ao vídeo e conheça as possibilidades mais completas de tratamento para esse tipo de tumor, o segundo mais comum entre os homens Não é necessário um Novembro Azul para que você atente-se aos tumores urológicos. No Brasil, o câncer de próstata é o mais...