Casal de idosos se abraçando felizes à direita. Impotência sexual e câncer urológicos: mitos e verdades

Função sexual e câncer urológico: mitos e verdades

Publicado em: 20/11/2020 - 11:11:15
Tratamento
Prevenção
Epidemiologia
Tumores Urológicos
Mitos & Verdades
Próstata
Linha Fina

Conversamos com o Dr. Stênio de Cássio Zequi, líder do Centro de Referência em Tumores Urológicos do A.C.Camargo Cancer Center, para esclarecer as principais dúvidas sobre saúde do homem (tumores de bexiga, pelve, pênis, próstata, rim e testículos), impotência sexual e outras questões. Confira:

Todo tipo de tratamento contra câncer urológico pode resultar em impotência sexual.

Mito. Não é todo câncer urológico que pode causar impotência sexual após o tratamento. Na maioria das vezes, a disfunção erétil ocorre durante o tratamento cirúrgico para tumores de próstata ou de bexiga. Isso depende da condição física prévia do paciente, assim como o tipo e o nível do tumor. Atualmente, muitos médicos utilizam a cirurgia robótica, uma técnica minimamente invasiva que ajuda a proteger os tecidos e músculos da região. De qualquer forma, na maioria das vezes, existem alternativas para contornar o problema, como tratamentos hormonais, medicamentos ou próteses penianas.

Quanto mais cedo descobrir o câncer, menos devo sofrer com impotência sexual.

Verdade. Quanto mais cedo o câncer for descoberto, menores são as chances de uma possível impotência sexual. Os tratamentos empregados são menos agressivos e podem não impactar a função erétil do pênis.

É possível recuperar a impotência sexual após o tratamento oncológico.

Verdade. Mas, é importante analisar caso a caso. A resposta depende de alguns fatores, como idade do paciente, tipo do câncer e outros. No geral, homens jovens e sadios, que não sofriam de impotência sexual previamente, tendem a voltar com a disposição de antes. A notícia do câncer também pode impactar a condição psicológica do paciente, deixando-o ansioso e influenciando na qualidade da função erétil do pênis.

Posso ficar infértil após o tratamento contra um câncer urológico.

Verdade. A depender do tipo do câncer, saúde e idade do paciente e tratamento aplicado, o paciente pode sim ficar infértil. Portanto, para aqueles que desejam ser pais no futuro, é importante ter uma conversa franca com o médico urologista para pensar em alternativas de preservação de espermatozoides, como banco de sêmen.

Sou jovem, não terei problemas com impotência sexual após o tratamento contra o câncer.

Depende. Pacientes com menos de 65 anos e que já possuem uma boa potência sexual prévia, podem sofrer menos com disfunção erétil ou outros fatores decorrentes do tratamento oncológico.
 

Dr. Stênio de Cássio explica sobre impotência sexual, mitos e verdades sobre o tratamento do câncer urológico

 

 

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

Leucemia, linfoma e mieloma: atenção aos sinais e sintomas
Leucemia, linfoma e mieloma são tumores hematológicos que merecem total atenção. Sim, a pandemia de Covid-19 permanece em curso, mas o câncer não espera. Por isso, o A.C.Camargo Cancer Center conta com um Atendimento Oncológico Protegido, para que seus pacientes possam vir à Instituição para...
Vídeo: novidades e evoluções no tratamento do câncer de cabeça e pescoço
O tratamento do câncer, de forma geral, evoluiu muito nos últimos anos, inclusive para tumores de Cabeça e Pescoço. Com uma equipe multidisciplinar envolvida no tratamento, o paciente pode contar com a melhor abordagem. Neste vídeo, o oncologista clínico especialista em tumores de Cabeça e...
Coronavírus: por que tomar a vacina da gripe é importante
Campanha nacional de imunização deve proteger os idosos na primeira fase da vacinação Como forma de prevenir o Coronavírus (Covid-19), a campanha nacional de vacinação contra a gripe – vírus Influenza – será antecipada em todo território nacional. Pessoas com mais de 60 anos e...
Oncologista explica: transplante de medula óssea pode ajudar no tratamento de tumor de testículo
Este tipo de câncer é mais comum em jovens entre 15 e 35 anos Considerado incomum, um em cada 250 homens desenvolverá câncer de testículo em algum momento da vida. Nos Estados Unidos, a estimativa é de 9.560 novos casos, com 410 mortes, para o...
Oncologistas alertam para incidência 3 vezes maior nesta década dos casos de câncer de boca e garganta ligados ao HPV
GRÁTIS - Encontro com Especialistas – 14 de abril de 2015 – Como Proteger do Câncer sua Boca e Garganta Estudo publicado pelo A.C.Camargo Cancer Center na revista científica International Journal of Cancer aponta que 32% dos tumores de boca em jovens têm associação com...