Dia Nacional da Mamografia

Publicado em: 05/02/2020 - 08:02:20
Diagnóstico
Prevenção
Efemérides
Tumores de Mama

Comemorado em 5 de fevereiro, data reforça a importância do exame para diagnóstico precoce da doença

Em 5 de fevereiro é comemorado o Dia Nacional da Mamografia, com objetivo de conscientizar a população sobre a importância do exame para detectar alterações na mama. O exame é uma radiografia do tecido mamário, feita por um equipamento de raios X chamado mamógrafo, capaz de identificar lesões nos estágios iniciais.

Quanto mais cedo o tumor for identificado, maiores as chances de cura. Para câncer de mama, os casos identificados no início trazem um índice de cura que pode chegar a 98%.

Quando fazer a mamografia

A mamografia, como forma de rastreamento do câncer, é indicada para mulheres acima dos 40 anos, anualmente, como recomendação da nossa instituição e da Sociedade Brasileira de Mastologia. O Ministério da Saúde recomenda a cada dois anos entre os 50 e 69 anos. Abaixo dos 40 anos, a mamografia pode ser indicada para mulheres com suspeita de síndromes hereditárias ou para complementar o diagnóstico, em caso de nódulos palpáveis e se o médico determinar esta necessidade.  

Em caso de mamas muito densas, o médico poderá solicitar exames complementares, como o ultrassom. Em nossa instituição, em caso de mama densa, faz parte do protocolo fazer o ultrassom complementar de rotina.

Dúvidas comuns

A Dra. Fabiana Makdissi, head do Centro de Referência de Tumores da Mama, explica que a mamografia é um exame não invasivo e que deve ser feito inclusive por quem tem próteses mamárias. “O exame pode ser incômodo para algumas pacientes, pois realmente precisa apertar bastante a mama para se conseguir uma boa imagem. No entanto, dor é uma questão de sensibilidade pessoal, ou seja, algumas mulheres não sentem dor. Para as que sentem, sugerimos que evitem programar seus exames para muito perto da data da menstruação, pois a mama estará mais sensível e isso pode aumentar o desconforto”.

Uma dúvida comum, que surgiu devido a fake news, é a necessidade de usar protetor de tireoide durante o exame. “Isso é um mito, pois a mamografia não causa câncer de tireoide. O Colégio Brasileiro de Radiologia esclarece que não há necessidade do protetor. A quantidade de raios X liberada é muito pequena e é segura”, esclarece Dra. Fabiana. 

Câncer de mama em homens

Não existe rastreamento para câncer de mama em homens, por ser uma doença rara. Mas, a mamografia é recomendada quando o paciente apresenta queixa como caroço na mama, secreção ou inchaço próximo do mamilo e dor unilateral. 
 
 

Veja também

Sintomas dos tumores cerebrais e a importância do diagnóstico correto
Os sinais e sintomas que podem levar pacientes à hipótese diagnóstica de um tumor cerebral podem ser comuns a várias doenças diferentes, como AVCs, quadros psiquiátricos, meningite ou alterações metabólicas em intoxicações. Por isso, o primeiro passo é ir ao médico entender seu diagnóstico. Dependendo...
Podcast Rádio Cancer Center #36 - Saiba como se prevenir contra o câncer de colón e reto
O câncer de colón e reto é muito frequente no Brasil. Sem contar os tumores de pele não melanoma, ele é o segundo mais comum entre os homens, com previsão de 20.540 novos casos para 2020, e também o segundo mais comum entre as mulheres...
Medula óssea: saiba como funciona o transplante neste infográfico
O Dia Mundial do Doador de Medula Óssea é celebrado, em 2020, no dia 19 de setembro. A data tem como objetivo a conscientização sobre a importância da doação de medula óssea. O procedimento servirá para o transplante, um tipo de tratamento que visa substituir...
Diverticulite causa câncer?
Saiba mais sobre a relação dessa inflamação gastrointestinal com tumores colorretais Diverticulite é uma doença que ocorre quando estão inflamados ou infectados os divertículos, que são saliências gastrointestinais que retêm pequenas quantidades de fezes, ou seja, bolsas que se alojam no intestino grosso. A formação...