Detecção precoce do câncer de testículo salva vidas

Publicado em: 08/11/2019 - 10:11:05
Prevenção
Diagnóstico
Epidemiologia
Tumores Urológicos


É importante o homem conhecer o próprio corpo para procurar um médico caso perceba alterações no órgão

Assim como os tumores na próstata, o câncer de testículo é facilmente curado quando detectado nos estágios iniciais. Por isso, é importante o homem conhecer o próprio corpo para identificar possíveis alterações.
 
Os testículos são dois órgãos ovais situados no interior do escroto (uma bolsa de pele localizada abaixo do pênis) que têm papel fundamental na produção dos espermatozoides e dos hormônios masculinos, como a testosterona. Normalmente, os tumores nestes órgãos são detectados quando o homem nota alterações ou nódulos nos testículos por meio da palpação e procura um médico. Depois, ultrassonografia e exame de sangue para detecção de marcadores tumorais concluem o diagnóstico. 
 
Quando o tumor de testículo é diagnosticado, a parte afetada pode ser retirada em uma cirurgia. Apesar de serem dois, é possível viver normalmente apenas com um testículo. 

Dr. Stenio de Cassio Zequi, head do Centro de Referência de Tumores Urológicos do A.C.Camargo Cancer Center, explica quais são os fatores de risco e os sinais e sintomas da doença.
 
 
Fatores de risco

  • Idade:  mais comum em homens jovens na faixa dos 15 aos 40 anos.
  • Desenvolvimento anormal dos testículos.
  • Testículos que não desceram para o escroto antes do nascimento. Mesmo homens que passaram por cirurgia para corrigir o problema correm maior risco de ter câncer.
  • Histórico familiar ou pessoal de câncer de testículo.
  • Síndrome de Klinefelter (anomalia cromossômica em homens, causando baixos níveis de testosterona e massa muscular, pelos reduzidos, dentre outros sintomas).
  • Fumo de cannabis.
  • Pessoas portadoras de HIV.
     

Sinais e sintomas do câncer de testículo

Ao notar os sintomas abaixo, procure um médico para um diagnóstico preciso.

  • Pequeno nódulo duro e indolor, perceptível quando apalpado.
  • Mudança na consistência dos testículos.
  • Sensação de peso no saco escrotal.
  • Dor no baixo-ventre ou na virilha.
  • Acúmulo de fluido no escroto.
  • Dor ou desconforto no testículo ou escroto.
  • Crescimento das mamas ou perda do desejo sexual.
  • Crescimento de pelos no rosto ou corpo cedo demais em meninos.
  • Dor lombar (apenas se o câncer se espalhou).
     

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

Avanços em carcinoma renal e as necessidades do pacientes
Simpósio proporcionou um momento único para debate sobre a doença Por José Augusto Rinck Jr., oncologista clínico O Simpósio de Avanços em Carcinoma Renal foi um dia todo dedicado ao câncer de rim, com palestras e discussões sobre os mais recentes avanços terapêuticos e as...
Podcast Rádio Cancer Center #24 - Sinais e sintomas dos tumores ginecológicos
De acordo com o INCA (Instituto Nacional de Câncer), os tumores ginecológicos atingem mais de 30 mil mulheres a cada ano. Entre eles, os tumores no colo do útero, endométrio, vulva e ovário. Neste episódio, Dr. Glauco Baiocchi Neto, líder do Centro de Referência de...
Covid-19: um glossário com 22 termos para você conhecer
O novo Coronavírus mudou a rotina da população e também inseriu novas palavras em nosso vocabulário. Saiba quais são Covid-19, pandemia, isolamento social, “achatar a curva”. O que tudo isso quer dizer e qual a importância desses termos na prevenção e contenção da onda do...
Dicas das nossas nutricionistas: salada grega
Receitas desenvolvidas pela equipe de Nutrição do A.C.Camargo Cancer Center Um importante caminho para a prevenção do câncer e outras doenças é ter hábitos de vida saudáveis. Por meio da união dos conceitos nutricionais e das técnicas gastronômicas, a equipe de Nutrição e Dietética do...
Ser oncologista: Dr. Drauzio Varella fala sobre os desafios da profissão na abertura do Next Frontiers to Cure Cancer
Ser oncologista não era a prioridade de carreira do Dr. Drauzio Varella, conforme ele contou na palestra Reflexão sobre Carreira, que abriu a 5ª edição do congresso Next Frontiers to Cure Cancer. Mas lá se vão cinco décadas e ele ainda atende ao menos 50...