ASCO 2019: estudo em parceria com o A.C.Camargo aponta avanços no tratamento do câncer de próstata metastático sensível à castração

Publicado em: 05/06/2019 - 15:06:46
Pesquisa
Tratamento
Eventos
Tumores Urológicos

Trabalho contou com a participação do oncologista clínico Aldo Lourenço Dettino

Em parceria com o A.C.Camargo, o estudo The Targeted Investigational Treatment Analysis of Novel Anti-androgen (TITAN)/A análise de novo Tratamento investigacional direcionado anti-andrógeno publicado em uma das principais revistas científicas do mundo, a The New England Journal of Medicine, foi um dos destaques neste final de semana no annual meeting da ASCO (American society of Clinical Oncology), em Chicago, nos Estados Unidos.

O estudo, que contou com a participação do oncologista clínico do A.C.Camargo Cancer Center, Aldo Lourenço Dettino, mostrou avanços no tratamento de câncer de próstata metastático sensível à castração – quando é realizada a supressão de hormônios masculinos como forma de inibir a ação tumoral.

O TITAN contou com a participação de 1052 pacientes e avaliou a ação da apalutamida como medicação antiandrogênica, auxiliando na castração hormonal e, desta forma, tendo função antitumoral. Os resultados apontam que a apalutamida melhorou a sobrevida livre de progressão radiográfica (câncer estável, sem evolução), com uma redução de 52% do risco deste desfecho.

Além disso, também melhorou a sobrevida global – período durante o qual um paciente permanece vivo após o diagnóstico da doença ou início do tratamento - com uma redução de 33% no risco de morte. Quanto à toxidade, as taxas de eventos adversos de grau 3/4 foram similares, registrando 42% no grupo apalutamida e 41% no grupo placebo. A descontinuação do tratamento devido a eventos adversos também foi baixa: 8% no grupo apalutamida e 5% no grupo placebo. 

Os autores concluem que a melhora significativa de sobrevida livre de progressão e sobrevida global, tanto em pacientes com baixo volume quanto com alto volume de doença, inclusive dentre os que foram previamente tratados com docetaxel, é um evidência que suporta a adição da medicação como tratamento de primeira linha para pacientes com câncer de próstata metastático sensível à castração.

Veja também

Pesquisa identifica características incomuns no câncer de tireoide mais frequente
O câncer papilífero de tireoide é o mais comum dos tumores de cabeça e pescoço e o mais frequente da tireoide, somando 90% dos casos. Ele costuma ser indolente, isto é, ter progressão lenta, e sua incidência vem crescendo em vários países, não se sabe...
A cirurgia robótica no câncer de pulmão
Conheça esta técnica menos invasiva e mais precisa, que apresenta muitas vantagens terapêuticas em meio ao nosso Fluxo Oncológico Protegido A cirurgia robótica, em casos de tumores no pulmão, é uma alternativa importante para pacientes do A.C.Camargo Cancer Center, que é um dos centros pioneiros...
Mastologistas e radiologistas esclarecem dúvidas sobre os exames que ajudam a descobrir o câncer de mama no início
Realizar a primeira mamografia aos 40 anos ou antes, se necessário antecipar a idade do primeiro exame, por que alguns casos de câncer de mama também ocorrem em mulheres jovens, o que significa a sigla BI-RADS que aparece em todos os exames das mamas, o...
Dia do Médico: inspire-se com o Doutor Torloni
Para celebrar a data, assista a este vídeo que relata uma carreira marcada por feitos memoráveis O Dia do Médico é comemorado anualmente em 18 de outubro. Data esta que foi escolhida por ser o Dia de São Lucas, o padroeiro da medicina. Sinônimo de...
Sangramento atípico fora da menstruação: posso estar com câncer?
Sangramento atípico. Todo mês é a mesma coisa: menstruação acompanhada de cólicas e fluxo intenso, coletores ou absorventes sendo trocados a todo momento. Às vezes, esse episódio ocorre fora do período menstrual, causando ainda mais estresse e desconforto para a mulher. Afinal, isso é normal...