Coronavírus: tire todas
as suas dúvidas
Coronavírus: tire todas
as suas dúvidas

Publicado em: 29/01/2020 - 14:16

Confira perguntas e respostas direcionadas aos pacientes do A.C.Camargo Cancer Center


Coronavírus: o que é?

Os coronavírus são uma grande família viral que causam infecções respiratórias em seres humanos e em animais. Recentemente, foi identificado um novo tipo de vírus desta família como causa de doença respiratória, inicialmente na China.

Geralmente essas infecções são leves a moderadas, semelhantes a um resfriado comum. No entanto, ainda não se tem informações detalhadas sobre este novo coronavírus (2019-nCoV).

É importante ressaltar que alguns coronavírus podem causar doenças graves e surtos com impacto importante em termos de saúde pública, como o MERS-CoV e SARS-Cov.  


Quais os principais sintomas?

Febre, tosse, falta de ar e, em casos mais graves, pneumonia, síndrome respiratória aguda grave e insuficiência renal.


Como o coronavírus (2019-nCoV) é transmitido?

Ainda não está claro com que facilidade esse novo vírus se espalha de pessoa para pessoa, mas imagina-se que a forma de transmissão seja semelhante aos demais coronavírus: pelo ar e por contato pessoal com secreções contaminadas, como:
•    Gotículas de saliva
•    Espirro
•    Tosse
•    Catarro
•    Contato pessoal próximo


Existe algum tratamento?

Não existe medicamento específico para o coronavírus humano. O tratamento é o suporte clínico, baseado no quadro de cada paciente. 


Há alguma vacina disponível?

Não existe nenhuma vacina disponível para evitar a aquisição da doença.


Já existe algum caso confirmado no Brasil?

Até a data de hoje (29/01/2020), não existe nenhum caso confirmado no Brasil. No entanto, boletins epidemiológicos frequentes têm sido divulgados.


Como devo saber se estou com suspeita de infecção pelo coronavírus?

São considerados casos suspeitos os de pessoas que manifestem sinais e sintomas respiratórios (tosse, dor de garganta, mal-estar, coriza) com ou sem febre.

E que tenham história de viagem para a China nos últimos 14 dias antes do aparecimento dos sintomas; ou aquela pessoa que tenha contato próximo com um caso suspeito ou confirmado, enquanto este apresentava sintomas respiratórios. 

Caso se enquadre nos critérios descritos acima, comunique seu médico e compareça imediatamente ao Hospital.

Obs: devido ao diagnóstico ou ao tratamento, alguns pacientes com câncer não apresentam febre.


Há algum exame que posso realizar para o diagnóstico desse novo vírus?

Até o momento não existem nenhum exame específico para realizar o diagnóstico do coronavírus. 


Como devo me proteger de uma exposição ao coronavírus?

Os cuidados são os mesmos recomendados para prevenção de gripes e doenças respiratórias:

1.    Realizar a higienização das mãos frequentemente, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o ambiente
2.    Evitar tocar nos olhos, nariz e boca
3.    Evitar contato próximo de pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença
4.    Após orientação médica, ficar em casa quando estiver doente
5.    Cobrir com lenço de papel a boca e o nariz ao tossir ou espirrar e, logo em seguida, jogar o lenço de papel no lixo,;
6.    Higienizar as mãos após tossir ou espirrar
7.    Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas
8.    Manter os ambientes bem ventilados
9.    Ao tossir e espirrar, cobrir nariz e boca com lenço ou antebraço; promover higiene das mãos sempre que contato com secreções
10.    Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência
11.    Evitar aglomerações

Esses são hábitos diários que podem ajudar a impedir que vários vírus se espalhem, inclusive o novo coronavírus.


Estou em tratamento com quimioterapia e/ou radioterapia. Quais cuidados devem ser seguidos para evitar a exposição ao coronavírus?

Os cuidados recomendados são os mesmos descritos acima.


Fontes 
Ministério da Saúde
CDC – Center for Diseases Control 
Organização Mundial da Saúde
Centro de Vigilância Epidemiológica