O Dia do Oncologista e a excelência em ensino do A.C.Camargo

Publicado em: 08/07/2019 - 17:07:37

Esse profissional da medicina tem um diferencial no processo de formação: a humanização

 

Nove de julho é o Dia do Oncologista. Trata-se de uma especialidade peculiar da medicina, pois esse profissional é responsável pelo diagnóstico e pelo tratamento do câncer. Há um aspecto adicional que é trabalhado em sua formação: a habilidade comportamental.

Durante o treinamento dos médicos oncologistas, três habilidades devem ser desenvolvidas: a cognitiva (conhecimento), a técnica e a comportamental. “Dos três pilares de desenvolvimento, a habilidade comportamental é o maior diferencial do médico oncologista. Não basta ter conhecimento profundo da oncologia ou saber realizar com perfeição um procedimento técnico. É preciso que o médico oncologista saiba se colocar no lugar do paciente e dos familiares, em um exercício diário de empatia. E isso é muito valorizado na formação dos nossos residentes”, afirma José Humberto Fregnani, superintendente de ensino do A.C.Camargo.

“O médico oncologista frequentemente se vê diante de casos complexos em que há sofrimento e angústia. Isso faz parte do seu dia a dia. Cabe a ele resgatar a esperança e trazer o conforto necessário aos pacientes que chegam angustiados e com medo do diagnóstico de câncer. Desenvolver a parte comportamental é tão importante quanto saber diagnosticar e tratar os tumores. Claro que isso é necessário para qualquer especialidade médica, mas na oncologia a habilidade comportamental é condição essencial. O médico oncologista é, sobretudo, um profissional acolhedor, empático e resiliente”, explica o especialista.

 

Ensino e pesquisa integrados

Além do tratamento e do diagnóstico, o A.C.Camargo é um cancer center porque atua fortemente na pesquisa e no ensino. “Se considerarmos as áreas cirúrgica, clínica e de radioterapia, com certeza grande parte dos oncologistas do país formou-se aqui”, conta o doutor Fregnani.

Quanto à pesquisa, ela está perfeitamente integrada ao ensino. Boa parte dos pesquisadores da instituição também é do corpo clínico ou tem estreita relação com ele, não há cisão. Os grupos de pesquisa são formados por profissionais de diversas áreas, integrando médicos, cientistas e outros profissionais da saúde.

“No cotidiano, o residente convive com as diversas pesquisas que acontecem rotineiramente na instituição. Muitas vezes participa como membro integrante da equipe de pesquisa, revisando prontuários, fazendo entrevistas ou outras atividades relacionadas com o estudo. O residente é inserido no ambiente de pesquisa de forma muito natural e espontânea", frisa Fregnani.

“O residente entende que essa integração entre o tratamento, o ensino e a pesquisa é uma tríade benéfica para o paciente. Ele leva isso consigo mesmo que não tenha pretensão de ser pesquisador”, acrescenta o superintendente de ensino.

Para os residentes que também desejam seguir a carreira de pesquisador, a instituição estimula o ingresso deles no Programa de Pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) ainda durante o período da residência.

Por fim, o profissional formado no A.C.Camargo tem a sensibilidade lapidada em si: “A gente trata um ser humano que tem uma vida e é amado por alguém. Temos obrigação de fazer tudo por ele. Isso resume nossa instituição e a nossa missão. É o que queremos que o nosso residente leve daqui”, finaliza.

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

Podcast Rádio Cancer Center #20 - O cirurgião oncológico
Conheça o papel deste especialista essencial A conversa de hoje é sobre o papel do cirurgião oncológico. Vamos falar da atuação desse especialista que é vital para o tratamento do câncer. Trata-se de um profissional que não somente é preparado para conduzir cirurgias de alta...
Câncer de cabeça e pescoço: artigo científico traz recomendações para cirurgias oncológicas
Estudo internacional teve a contribuição do Dr. Luiz Paulo Kowalski, líder do Centro de Referência em Tumores de Cabeça e Pescoço Câncer de cabeça e pescoço e Covid-19. Em artigo divulgado pela revista científica The Lancet Oncology, especialistas representando mais de 30 sociedades médicas do...
Tumores renais: a excelência em pesquisa no A.C.Camargo Cancer Center
Conheça o trabalho desenvolvido pelo corpo clínico O A.C.Camargo Cancer Center tem um papel de relevância e liderança no âmbito da pesquisa sobre tumores renais. “Somos o centro que mais produz literatura científica sobre câncer renal na América Latina, o que mais publica, uma tradição...
Descalonamento de terapia em câncer de orofaringe com HPV relacionado
Por Thiago Bueno de Oliveira, oncologista clínico do A.C.Camargo Cancer Center Com a utilização de tratamento inicial com cirurgia transoral robótica (TORS), técnica minimamente invasiva, disponível no A.C.Camargo Cancer Center e na qual a Instituição é pioneira e tem alta expertise, foi possível desintensificar o...
Discussão dos benefícios da cirurgia para pacientes com câncer de mama metastático ao diagnóstico
Por Solange Sanches, oncologista clínica e vice-coordenadora do Centro de Referência em Tumores da Mama Na literatura, não existe consenso se mulheres que fazem o diagnóstico com o câncer de mama já com metástase teria benefício ou não de operar a mama. Existem alguns estudos...