Um balanço dos nossos cientistas que estiveram no AACR 2018, congresso com o que há de mais inovador em pesquisa do câncer

Publicado em: 17/05/2018 - 21:05:00
Institucional
Pesquisa
Eventos

Novas tecnologias, ênfase na imunoterapia, união da engenharia e da física com a medicina, bancos de dados muito complexos: tudo aponta para tratamentos cada vez mais individualizados.

Um grupo de especialistas aqui da Instituição (Dra. Vilma Martins, Superintendente de Pesquisa; Drs. Tiago Góss, Ludmilla Chinen, Claudia Camillo, Israel Tojal, Tiago Santos e Kenneth Gollob do CIPE; Dr. Vladmir Cordeiro de Lima, da Oncologia Clínica; Dr. Diogo Soares, da Oncogenética; Dra. Maria Dirlei Begnami, da Anatomia Patológica e Prof. Luiz Juliano Neto, Assessor de Relações Institucionais) esteve no AACR 2018 e acompanhou o que há de inovações em pesquisa do câncer que possam ser aplicadas no diagnóstico e tratamento dos nossos pacientes.

Driving Innovative Cancer Science to Patient Care (Impulsionando a inovação na ciência do câncer para o cuidado do paciente) foi o tema deste ano do congresso, que aconteceu de 14 a 18 de maio em Chicago. Do uso cada vez mais frequente de big data até o surgimento de novas medicações, de novidades em tratamentos de câncer de pulmão, em biópsia líquida, no estudo da microbiota, em imunoterapia, até a união da matemática, física e da engenharia com a medicina, muitos dos avanços científicos mostrados apontam para tratamentos cada vez mais individualizados. É a ciência voltada para a personalização do atendimento, o paciente no centro de tudo.

“O congresso nos mostrou o crescimento progressivo de grandes consórcios que agregam uma impressionante complexidade de dados compartilhados, que se traduzem em um conhecimento exponencial do câncer e uma revolução na forma com que trataremos os pacientes com câncer na próxima década”, diz a Dra. Vilma Martins, Superintendente de Pesquisa.

O Dr. Vladmir Cordeiro apontou para os importantes estudos em imunoterapia: “O AACR trouxe novos insights e novas tecnologias que permitem compreender melhor a interação do tumor com o sistema imunológico, além de apresentar resultados de estudos com grande impacto no tratamento do câncer na área de imunoterapia”. Foi também o destaque citado pela Dra. Claudia Camillo Coutinho e pelo Dr. Kenneth Gollob, do CIPE.

Para o Dr. Diogo Soares, da Oncogenética: “O AACR reforça a importância da interface entre a pesquisa básica e a prática clínica para uma melhor compreensão dos mecanismos relacionados com a gênese dos tumores e das estratégias relacionadas a prevenção, diagnóstico precoce e tratamento”.

O Prof. Luiz Juliano Neto, Assessor de Relações Institucionais, destacou a união entre a engenharia e a medicina: “Soluções tecnológicas para o câncer resultam da convergência da engenharia, física, química, informática e ciências da vida”. O Dr. Israel Tojal, do CIPE, coordenador do nosso laboratório de Bioinformática e Bioestatística, destacou que “os resultados apresentados no AACR mostram que subtipos de tumores podem ser determinados a partir da avaliação de mudanças no DNA das células”.

A biópsia líquida como forma de ampliar o conhecimento no atendimento individual foi o ponto levantado pela Dra. Ludmilla Chinen, do CIPE: “O congresso esteve voltado para a aplicação dos conhecimentos da bancada ao atendimento do paciente de forma personalizada”, diz ela. É essa também a filosofia aqui da Instituição: a pesquisa tornando possível ampliar o acesso a novos tratamentos, melhorar a qualidade de vida e aumentar a sobrevida dos pacientes.

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

Os benefícios de práticas como yoga, alongamento e pilates
De 23 a 28 de novembro, o A.C.Camargo Cancer Center promoverá a Semana da Saúde e Prevenção, com objetivo de ampliar a discussão sobre hábitos saudáveis, qualidade de vida, boa alimentação e prática de atividades físicas como formas de prevenção, reabilitação e até mesmo como...
Seguimento de longo prazo de Lifileucel – terapia com TILs para pacientes com melanoma avançado que falharam em múltiplos tratamentos
Por Milton José de Barros e Silva, oncologista clínico do A.C.Camargo Cancer Center O tratamento do melanoma metastático avançou muito na última década com a imunoterapia, através dos inibidores de pontos de verificação e da terapia-alvo para os pacientes com a mutação do gene BRAF...
Quinta edição do Manual de Condutas e Práticas Oncológicas do A.C.Camargo Cancer Center
Há várias décadas o câncer tornou-se a segunda causa de morte por doenças no Brasil e sua importância tende a crescer dado o envelhecimento da população. Diversas inovações no diagnóstico, tratamento e reabilitação foram incorporadas nos últimos anos e muitas outras estão em desenvolvimento. Com...
Inovação: a era da bioimpressão 3D chega à saúde
Tecnologia permite a construção de tecidos que reduzem rejeições e de modelos in vitro para testes de drogas imunossupressoras Células carregadas em matrizes poliméricas, as chamadas biotintas, são impressas posicionadas hierarquicamente, camada a camada, de maneira programada. Nascem assim, por meio da tecnologia de bioimpressão...
Unidade Castro Alves passará a atender os Ambulatórios SUS de Nefrologia e Neurologia
Novo local traz mais conforto para atendimento dos nossos pacientes A partir do dia 13 de abril, as consultas dos ambulatórios de neurologia e nefrologia dos pacientes atendidos pelo SUS passarão a ser na Unidade Castro Alves. A nova estrutura, mais ampla e confortável, foi...