Sessão educacional aborda câncer de mama precoce e a necessidade de treinamento de profissionais de saúde

Publicado em: 02/01/2017 - 22:01:00
Notícias

Uma das sessões educacionais do ASCO 2017 debateu o diagnóstico precoce de câncer de mama em pacientes submetidos à radioterapia, na infância, adolescência e juventude, com conclusões que podem ser ampliadas para a população em geral, especialmente quando se trata do aparecimento da doença em mulheres jovens.

O painel "It's more than Chest Radiation: Breast Cancer risk, Prevention, and Surveillance after Childhood, Adolescence and Young Adult Cancer" foi presidido pela Dra. Tara Henderson, da Universidade de Chicago, com a presença do Dr. David Hodgson, do Princess Margaret Cancer Centre, de Toronto, e da Dra. Flora Van Leeuween, do The Netherlands Cancer Institute.

O conhecimento dos fatores de risco do câncer de mama, dos seus sintomas e do histórico familiar tem importância fundamental para o encaminhamento de pacientes jovens para centros de tratamento especializados.

A tendência nessa faixa etária de tumores sem presença de receptores hormonais indica um perfil mais avançado de doença, com progressão rápida e necessidade de tratamento mais agressivo. Além disso, após o tratamento, é preciso treinamento extenso sobre sobrevivência, gerenciamento de dor e cuidados paliativos.

"Há intervenções inovadoras para melhorar a formação, a educação e a conscientização, numa tentativa global de fortalecer a atenção básica e relacionar as opções de tratamento especializado, em vez de apenas desenvolver sistemas paralelos de detecção precoce do câncer", explica o Dr. Cassio Pellizzon, nosso Diretor de Radioterapia, que acompanhou toda a discussão.

De acordo com ele, as estratégias para detecção precoce do câncer de mama podem e devem ser implementadas por meio da integração dos sistemas nacionais de seguro e segurança social, envolvendo ainda a luta contra a pobreza, pela saúde materna e infantil, a saúde sexual e reprodutiva e outros.

Os programas podem servir como plataformas para abordar o diagnóstico precoce, já que é importante dispor de diferentes estratégias para melhorar a gestão e o cuidado contínuo da doença. Não se pode negar a existência de diversidades culturais e regionais, mas precisamos de soluções universais para o cuidado e a prevenção do câncer. Melhorar a sobrevida global dos jovens com câncer da mama exige soluções inovadoras na educação dos profissionais de saúde e do público.

"O empoderamento da comunidade, por meio da capacitação de promotores comunitários de saúde e mão de obra alternativa, pode garantir a sustentabilidade e sustentação das melhorias na detecção precoce e na qualidade dos cuidados. E essas soluções não precisam ser específicas de câncer ou desenvolvidas em sistemas paralelos. Os sistemas de saúde podem ser fortalecidos por abordagens que encontrem sinergias entre diferentes doenças e doentes, criando programas ou melhorando plataformas já existentes", avalia Dr. Pellizzon.

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

O exame de sangue oculto nas fezes é o método ideal para rastreamento do câncer colorretal em grandes populações
Pouca gente se lembra de fazer – e às vezes até mesmo os médicos se esquecem de pedir – o exame de sangue oculto nas fezes. Entretanto, ele é muito eficiente para ajudar no diagnóstico do câncer de intestino e tem a vantagem de ser...
Alimentos que ajudam na prevenção do câncer: próstata, mama e intestino
Boa alimentação pode ajudar na prevenção do câncer. Confira dicas de alimentos que podem ser aliados na prevenção de tumores na próstata, mama e intestino.
Um olhar sobre a qualidade de vida e reabilitação do paciente oncológico
Nossos especialistas fazem um resumo dos painéis de Efeitos Tardios, Enfermagem, Fisioterapia e Músculo Esquelético, do evento Next Frontiers to Cure Cancer. Efeitos tardios "As discussões deste painel foram superaprofundadas em pesquisas e estudos sobre os efeitos tardios do tratamento do câncer. O mais interessante...
Instituições brasileiras criam projeto de capacitação em Oncologia em Moçambique
Grupo de três instituições brasileiras, formado pelo A.C.Camargo Cancer Center, pelo Hospital do Câncer de Barretos e pelo Hospital Albert Einstein, desenvolveu um projeto de capacitação em oncologia voltado para os médicos do Hospital Central de Maputo, capital do país africano. Com 25 milhões de...
Existe câncer no coração?
Órgão essencial para o corpo humano, o coração tem como função bombear o sangue, que carrega oxigênio e nutrientes por todo o organismo. Localizado no interior da cavidade torácica, é o centro do sistema circulatório e sempre requer atenção quanto à sua saúde: de acordo...