Radioterapia feita durante a cirurgia pode evitar volta de tumores digestivos e ginecológicos

Publicado em: 29/05/2019 - 17:05:53
Tratamento
Diagnóstico
Radioterapia
Tumores do Aparelho Digestivo Alto

Destacado em periódico internacional, estudo identificou que o procedimento garantiu sobrevida a pacientes 

Pessoas cujos tumores retornaram após a realização de um tratamento costumam apresentar limitações para se submeterem a novas terapias. Uma forma de virar esse jogo, de acordo com um estudo realizado no A.C.Camargo Cancer Center, é a radioterapia intraoperatória – feita durante o procedimento cirúrgico, depois que o tumor foi retirado.

Publicado no periódico Radiation Oncology, o estudo Intraoperative Radiation Therapy for the Treatment of Recurrent Retroperitoneal and Pelvic Tumors: a Single-Institution Analysis (Radioterapia no Intraoperatório para Tratamento de Tumores Retroperitoneais e Pélvicos Recorrentes: Análise de Instituição Única) acompanhou os casos de 41 pacientes do A.C.Camargo ao longo de 11 anos, entre 2004 e 2015. Pessoas acometidas por tumores no trato digestivo (pâncreas, cólon, reto), trato ginecológico (colo do útero, endométrio) e por sarcomas (músculos, tendões, gordura). 

Tais pacientes não tinham metástases e apresentaram o retorno da doença em um único local, na região pélvica ou retroperitoneal, que é a parte posterior do abdome.

“A radioterapia intraoperatória foi feita em uma única aplicação, logo após a retirada do tumor, na região do retorno, visando evitar outra recidiva”, explica um dos autores do estudo, o doutor Tharcisio Machado Coelho, do Departamento de Radioterapia do A.C.Camargo. “Alguns pacientes também realizaram outras técnicas de radioterapia após a recuperação da cirurgia”, complementa o especialista. 

 

O controle do tumor

Essa técnica influenciou significativamente o tempo de vida dos pacientes. “Após oito anos com esse procedimento, alcançamos 50% de controle local da doença. O sucesso na retirada de todo tumor, antes da radioterapia intraoperatória, relaciona-se com um melhor controle local da doença”, afirma Tharcisio.

Esses procedimentos somente são possíveis porque o A.C.Camargo conta com um centro cirúrgico dentro do Departamento de Radioterapia, próximo à sala do acelerador linear, o grande diferencial do cancer center.

“Isso viabiliza a retirada do tumor e a realização da radioterapia concomitantemente. Essa estrutura associada à expertise de uma equipe multidisciplinar experiente e atualizada torna viável o tratamento para esses tumores recidivados”, celebra Tharcisio.

Veja também

Reabilitação em câncer de mama no Brasil: onde estamos e futuros desafios
O cuidado precoce, multidisciplinar e global é necessário para a qualidade de vida das pacientes A reabilitação é um tema de suma importância e ao mesmo tempo um desafio no cenário do câncer de mama. Além da prevalência e frequência, existem as dificuldades de acesso...
Podcast Rádio Cancer Center #26 - O Câncer na Infância
A conversa de hoje é sobre o câncer na infância, o tratamento pediátrico integrado. Falamos sobre como notar o diagnóstico, sobre o tratamento humanizado e com alto índice de cura, o acolhimento, o apoio aos pais, a rotina escolar que não para dentro do A.C.Camargo...
Unidade Castro Alves passará a atender os Ambulatórios SUS de Nefrologia e Neurologia
Novo local traz mais conforto para atendimento dos nossos pacientes A partir do dia 13 de abril, as consultas dos ambulatórios de neurologia e nefrologia dos pacientes atendidos pelo SUS passarão a ser na Unidade Castro Alves. A nova estrutura, mais ampla e confortável, foi...
Tumor Boards trazem uma abordagem multidisciplinar sobre o paciente garantindo a melhor condução terapêutica
Equipes se reúnem semanalmente e avaliam casos complexos e que fogem de protocolos clínicos específicos Em um cancer center, as áreas de ensino, pesquisa, diagnóstico, tratamento e reabilitação estão integradas para buscar os melhores resultados baseados em evidências científicas. Dessa forma, o paciente encontra em...
O Dia da(o) Nutricionista e sua importância no tratamento oncológico
Supervisora de Nutrição Clínica do A.C.Camargo Cancer Center, Thais Manfrinato Miola conta como atua, da prevenção ao conforto Dia 31 de agosto é de festejar o ofício de nutricionista, profissional que faz um papel vital, sobretudo na oncologia. Afinal, sua atuação vai desde a prevenção...