Pesquisa integrada aponta alterações em genes que podem estar relacionadas ao desenvolvimento do carcinoma de pênis

Publicado em: 20/07/2017 - 21:07:00
Pesquisa
Diagnóstico
Genética
Tumores Urológicos

Se os dados coletados forem confirmados em estudos futuros, será possível criar terapias personalizadas para esse tipo de tumor.

Durante seu doutorado, o pesquisador Fabio Marchi, do CIPE, cruzou uma imensa quantidade de dados moleculares sobre o carcinoma de pênis. Seu foco era entender como a integração de dados poderia ajudar a identificar genes importantes para o desenvolvimento do tumor.

"Pesquisas realizadas pelo grupo da Dra Silvia Rogatto, orientadora do nosso programa de Pós-graduação, contribuíram com uma grande quantidade de informações moleculares sobre a doença e o desafio era criar um método que fosse capaz de combinar todas elas da melhor maneira possível", explica Dr. Fabio.

Os resultados foram divulgados no artigo "Multidimensional integrative analysis uncovers driver candidates and biomarkers in penile carcinoma" (Análise integrada multidimensional revela candidatos drivers e biomarcadores no carcinoma de pênis), publicado em julho na revista Scientific Reports.

Para cruzar os dados e identificar os genes de 53 pacientes, foi desenvolvido um algoritmo que combinou os muitos resultados encontrados. O grande desafio era entender quais alterações nos genes têm o papel de drivers (ou seja, as alterações significativas, que são poucas e de fato contribuem para o desenvolvimento da doença) e quais delas são passengers (alterações neutras que parecem não contribuir diretamente). Para aumentar a complexidade e a resolução, foram estudadas as diferentes vias biológicas onde essas alterações se encontram e como isso ajudaria no processo tumoral.

Cada grupo de alunos pesquisadores concentrou-se em um tipo de molécula da célula – uns estudaram alterações no DNA, outros no RNA etc. A integração dos conjuntos de dados, em várias dimensões, acabou revelando dois genes, BIRC5 e DNMT3B, que estão relacionados com a alta agressividade da doença e a pior sobrevida do paciente. Se as pesquisas moleculares futuras confirmarem isso, será possível desenvolver terapias personalizadas para esse tipo de tumor.

Para ver a pesquisa completa, clique aqui.

Dr. Fabio Albuquerque Marchi
Cientista e pesquisador do Centro Internacional de Pesquisa, do A.C.Camargo Cancer Center

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

Podcast Rádio Cancer Center #24 - Sinais e sintomas dos tumores ginecológicos
De acordo com o INCA (Instituto Nacional de Câncer), os tumores ginecológicos atingem mais de 30 mil mulheres a cada ano. Entre eles, os tumores no colo do útero, endométrio, vulva e ovário. Neste episódio, Dr. Glauco Baiocchi Neto, líder do Centro de Referência de...
Com cientistas do A.C.Camargo e da USP entre os autores, estudo internacional vence premiação ao relacionar bactérias do intestino ao câncer colorretal
É a segunda vez que pesquisadores de nossa instituição garantem a láurea do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo Conduzido por cientistas de um grupo internacional que inclui o A.C.Camargo Cancer Center, a USP e a Universidade de Trento, na Itália, um estudo...
Estudo internacional que envolve A.C.Camargo Cancer Center e USP vence o Prêmio CAPES de teses
Trabalho, que inovou ao relacionar microrganismos ao câncer colorretal, já havia garantido o Prêmio ICESP A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) concedeu o prestigioso Prêmio CAPES na área de Ciências Biológicas a um estudo conduzido por cientistas de um grupo internacional...
Tumores do aparelho digestivo alto: inovações e desafios no tratamento cirúrgico
A terapia adjuvante e outros aspectos terapêuticos do raro colangiocarcinoma O colangiocarcinoma é um tipo de câncer de vias biliares, cujas células epiteliais mutantes são oriundas dos dutos que drenam a bile do fígado para o intestino delgado. Mais um assunto destacado neste sábado (18/5)...
A.C.Camargo fornece tecnologia e treinamento para impulsionar pesquisa do câncer no Uruguai
Em um acordo inédito firmado em dezembro durante solenidade promovida pelo Instituto Nacional del Cáncer, em Montevidéu, o A.C.Camargo Cancer Center, instituição paulista que é referência mundial em prevenção, tratamento, ensino e pesquisa do câncer, vai compartilhar com instituições governamentais uruguaias o seu conhecimento e...