Os efeitos da radioterapia na pele

Publicado em: 11/05/2015 - 21:05:00

Importante método terapêutico que utiliza radiação para destruir células tumorais, a radioterapia pode provocar alguns sintomas, como cansaço e fadiga. No entanto, os efeitos colaterais mais perceptíveis dessa modalidade terapêutica – hoje minimizados com os novos avanços tecnológicos – manifestam-se na pele.



Como recebe altas doses de radiação, a pele pode ficar avermelhada ou até mesmo apresentar pequenos ferimentos, reações chamadas de radiodermite, ou seja, lesões na pele após a exposição à radiação. Dores, assaduras e secreções são outros efeitos possíveis. A resposta dada pelo paciente varia de acordo com as substâncias e taxas de radiação aplicadas, além da individualidade do organismo. 

Caso o paciente apresente alguma reação, é fundamental avisar o médico imediatamente. "Sintomas como dores musculares, assaduras e secreções podem ser esperados durante a radioterapia, mas requerem muitos cuidados e precisam ser informados", avisa Dra. Bianca Costa Soares de Sá, médica titular do Núcleo de Câncer de Pele do A.C.Camargo.

Felizmente há recursos terapêuticos que ajudam a amenizar esses efeitos. Independentemente da especificidade do caso, é recomendado evitar o uso de cremes, pomadas, perfumes e medicamentos sem autorização médica, além da exposição solar na área irradiada. Em um centro de referência como o A.C.Camargo, há uma equipe de apoio que acompanha o paciente antes, durante e depois do tratamento, com o objetivo de atenuar esses possíveis efeitos colaterais. 
 

Pele com tatuagem

A existência de uma tatuagem na região a ser tratada com radioterapia não constitui um problema. "A única possível consequência, em casos raros, é a desconfiguração do desenho aplicado. Mas a tatuagem não interfere no tratamento radioterápico, tampouco aumenta o risco de complicações na pele", explica.

Caso isso ocorra, após o procedimento terapêutico, é necessário um tempo de espera para retocar a tatuagem modificada ou criar um novo desenho. "É preciso pelo menos um mês depois da radioterapia para poder novamente manipular a pele, caso ela não apresente mais sinais de radiodermite", orienta a dermatologista.

Se o paciente deseja retirar a tatuagem, por apresentar alguma deformidade causada pelo tratamento, Dra. Bianca estima um tempo ainda maior. "Apesar de não haver contraindicação para a utilização de laser, a pele deve estar totalmente cicatrizada".
 

Como funciona a radioterapia

Um dos fatores que interferem nas manifestações cutâneas geradas pela radioterapia é a profundidade do tumor em relação à superfície da pele, de acordo com Dr. Cássio Pellizzon, diretor do Departamento de Radioterapia do A.C.Camargo Cancer Center. "Se tratarmos de uma lesão no braço, utilizaremos poucos campos de radiação, por tratar-se de uma estrutura pouco espessa. Diferentemente da região abdominal, na qual o órgão pode estar numa profundidade muito maior em relação à superfície do corpo", explica.

dosagem é outro ponto destacado pelo especialista. "A irradiação de tumores de mama e cabeça e pescoço é a que mais aumenta a chance de manifestações cutâneas. Em um câncer na língua, por exemplo, onde os gânglios linfáticos estão a meio centímetro da pele, na derme e abaixo dela, essa região receberá uma dose próxima da radiação quase tão alta quanto a que é necessária para eliminar o tumor", exemplifica.

Dr. Cássio Pellizzon ressalta também a evolução da radioterapia, que hoje utiliza a tecnologia IMRT (Intensity-Modulated Radiation Theraphy). Com a possibilidade de modular a intensidade do feixe, esse método é mais avançado do que os anteriores e diminui os riscos de sequelas na pele. A dosagem da radiação é medida em centigreis (cGy) e a taxa aplicada pode influenciar diretamente na reação provocada no paciente.

"As tecnologias mais recentes permitem que os profissionais distribuam melhor as doses de radiação, o que ajuda a minimizar os efeitos colaterais. Preferimos utilizar uma dose mais baixa em um volume maior do que concentrá-la em dois ou três campos", tranquiliza Dr. Cássio Pellizzon.

Dr. Antônio Cássio de Assis Pellizzon - CRM 59714
Diretor do Departamento de Radioterapia

Dra. Bianca Costa Soares de Sá - CRM 81917
Médica Titular do Núcleo de Câncer de Pele

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

O papel do enfermeiro navegador e seu impacto na jornada oncológica
Durante a jornada oncológica, pacientes do A.C.Camargo Cancer Center podem contar com a expertise dos enfermeiros navegadores. São profissionais altamente especializados em oncologia que atuam como um elo entre o paciente e todas as equipes (assistenciais e administrativas), desenvolvendo um trabalho fundamental para melhorar os...
"O homem não pode se descuidar de jeito nenhum!"
Sou Carlos Levy, tenho 75 anos, funcionário público aposentado e pai de cinco filhos. Também sou avô dos meus quatro queridos netos e casado com o amor da minha vida, Amália. Desde meus 50 anos tenho um compromisso comigo mesmo: fazer meus exames periódicos. Sigo...
2020, O Ano do Profissional de Enfermagem
Saiba mais sobre essa especialidade vital para o cuidado. Clique aqui caso tenha problemas para acessar o vídeo abaixo. video { width: 100%; height: auto; }
21/09: Dia Mundial do Doador de Medula Óssea
Em 21 de setembro é comemorado o Dia Mundial do Doador de Medula Óssea, que tem como objetivo a conscientização sobre a importância da doação de medula óssea. O procedimento servirá para o transplante, um tipo de tratamento que visa substituir uma medula óssea doente...
25/09 - Palestra Segurança do Paciente: participe!
A importância do paciente, acompanhante e cuidador no atendimento hospitalar Convidamos você para participar de uma palestra especial, onde falaremos sobre a importância de cada pessoa nas questões relacionadas à segurança de nossos pacientes. Será uma tarde de compartilhamento de muito conhecimento e experiências. Você...