Arte gráfica em verde claro com uma imagem de uma mulher de costas com a mão no queixo.

Mioma no útero poderia ser um sinal de câncer?

Publicado em: 22/03/2021 - 07:03:00
Tratamento
Prevenção
Tumores Ginecológicos
Colo do útero
Endométrio
Exames
Linha Fina

Quase sempre sem sintomas, quadro pode atingir até 70% das mulheres em fase reprodutiva

Algumas mulheres podem detectar um mioma (fibromioma) no útero ao fazer exames de rotina como o ultrassom pélvico.

Apesar do nome assustador, não há motivo para tensão: esse tipo de tumor é benigno, originário da proliferação da camada muscular do órgão, chamada de miométrio.

Geralmente, um mioma uterino não apresenta sintomas. Algumas pacientes relatam sangramentos e/ou algumas dores e urgência para urinar, relacionados ao aumento do volume e à compressão dos órgãos junto ao útero. 


Mioma uterino poderia desencadear um câncer?

"Os sarcomas uterinos são tumores malignos da camada muscular, mas não surgem a partir de miomas. Eles crescem e morrem benignos", explica o Dr. Glauco Baiocchi Neto, líder do Centro de Referência em Tumores Ginecológicos do A.C.Camargo Cancer Center.

O tratamento para o mioma de útero é realizado somente nos casos em que há sintomas, principalmente aqueles ligados ao tamanho do nódulo e ao desconforto. 

Cada caso é tratado individualmente: eles podem incluir a retirada completa do mioma (miomectoma) até a embolização, uma espécie de cateterismo que bloqueia a vascularização do mioma.


Como evitar o mioma

Não existe prevenção para esses nódulos. Estima-se que pelo menos 70% das mulheres devem desenvolver algum tipo de mioma ao longo de sua vida reprodutiva.

Ainda não é possível dizer o que causa os miomas, mas algumas pesquisas apontam para fatores hormonais, étnicos e hereditários. “Alguns grupos, como mulheres de origem asiática ou negras, possuem maior probabilidade de desenvolver mioma no útero”, diz o Dr. Baiocchi.

A incidência é maior em mulheres com mais de 40 anos e próximas da menopausa, mas o mioma pode surgir em qualquer momento da vida reprodutiva.


Sobre os tumores ginecológicos 

Em março, mês da mulher, publicamos diversos conteúdos informativos para prevenção e conscientização do câncer ginecológico.

Os tumores ginecológicos atingem, a cada ano, mais de 30 mil mulheres, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca).

A alta incidência decorre da descoberta tardia, uma vez que os sintomas são ausentes ou inespecíficos na fase inicial do tumor.

No entanto, baseado no histórico da paciente, nos exames clínicos e na análise anatomopatológica, é possível antecipar o diagnóstico e obter um tratamento mais efetivo.

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

Linfoma de Hodgkin x Linfoma não Hodgkin
Conheça os sinais e sintomas de cada um destes tipos de câncer hematológico O linfoma surge no sistema linfático, uma rede de pequenos vasos e gânglios que é parte tanto do sistema circulatório como do sistema imune. O sistema coleta e redireciona para o sistema...
Transplante de medula óssea: saiba tudo sobre o procedimento
Daniel Garcia, oncologista clínico, e Jayr Schmidt, head de Hematologia, assinam série de artigos com informações sobre o tratamento O transplante de medula óssea, também chamado de transplante de células hematopoiéticas, pode ser utilizado para o tratamento de alguns tipos de câncer e também para...
Exame de sangue oculto nas fezes ajuda a diagnosticar câncer de intestino precocemente
Ele funciona como uma espécie de triagem em grandes populações, indicando quem deve fazer a colonoscopia Pouca gente se lembra de fazer – e às vezes até mesmo os médicos se esquecem de pedir – o exame de sangue oculto nas fezes. Entretanto, ele é...
Os efeitos da radioterapia na pele
Importante método terapêutico que utiliza radiação para destruir células tumorais, a radioterapia pode provocar alguns sintomas, como cansaço e fadiga. No entanto, os efeitos colaterais mais perceptíveis dessa modalidade terapêutica – hoje minimizados com os novos avanços tecnológicos – manifestam-se na pele. Como recebe altas...
Anemia: o doce bolo de feijão que a combate
Assista ao vídeo e, em 1 minuto e meio, aprenda esta inusitada receita que reforça o ferro no organismo Anemia, um efeito colateral conhecido dos pacientes oncológicos, que, durante o tratamento, muitas vezes passam a apresentar deficiência de ferro (esta é a causa que leva...