Microbioma, a ciência que faz diferença

Publicado em: 03/12/2019 - 17:12:34
Pesquisa
Tratamento
Biologia celular
Tumores Colorretais

Assista ao vídeo e entenda como bactérias, vírus e fungos podem interferir na prevenção e no tratamento do câncer

Dentro do corpo humano vive uma série de microrganismos, a chamada microbiota. São bactérias, vírus e fungos que interferem positiva ou negativamente na nossa saúde.

O A.C.Camargo Cancer Center possui um grupo de pesquisa que estuda a presença desses microrganismos em tumores humanos, avaliando seu papel no desenvolvimento e na progressão desses tumores e na resposta ao tratamento.

Isso visa avaliar, em médio prazo, a possibilidade de modular a microbiota como uma abordagem menos agressiva de prevenir a formação de tumores e de contribuir com uma melhor resposta à quimioterapia ou à imunoterapia – algo que agregaria uma menor quantidade de efeitos colaterais do tratamento, como, por exemplo, a mucosite.

Ao entender a interferência desses microrganismos, é possível contribuir com o aumento da sobrevida dos pacientes. 

Confira este vídeo da série Ciência que faz Diferença e entenda melhor como funciona o microbioma:

Mais sobre a série Ciência que faz Diferença:
- Biobanco
- Genômica
- Imunoterapia

Veja também

Tumores cardíacos: eles existem?
Tumores cardíacos primários Os tumores cardíacos primários (que se originam no coração) são uma entidade rara, com uma frequência de 0,001 a 0,030%. Cerca de 80% desses tumores são benignos e, entre eles, o mais comum é o mixoma, responsável por 70% dos casos. Outras...
Tumores neuroendócrinos: pesquisa indica ligação entre Everolimo e infecções oportunistas
Doenças causadas por fungos são as principais causas infecciosas entre pacientes diagnosticados com esse tipo de câncer que fazem uso do medicamento Uma pesquisa realizada com 111 pacientes da América Latina, diagnosticados com tumores neuroendócrinos e em tratamento com Everolimo, mostrou que o medicamento pode...
Muitos pacientes que deixam a UTI com cuidados paliativos sobrevivem e retomam o tratamento do câncer
Estudo revela que aproximadamente 20% dos pacientes receberam alta para casa e até voltaram às terapias contra o câncer Alguns pacientes internados em UTI e que não apresentam melhora no quadro deixam esse serviço em cuidados paliativos. Há, no entanto, pouca amostragem sobre o que...
Uma revisão da literatura científica sobre genética que ajuda a identificar os melhores candidatos e os diversos tratamentos no câncer de cabeça e pescoço
Os cientistas analisaram artigos de 2008 a 2016 sobre microRNAs – sequências que regulam a expressão de vários genes – para entender como essas sequências podem ajudar no prognóstico. O grupo de tumores do carcinoma de células escamosas é heterogêneo: laringe, faringe, cavidade oral, cavidade...
Carnes e câncer: a vermelha é mais perigosa que a branca?
Carnes e câncer: muita gente tem dúvidas em relação ao consumo dos diferentes tipos de proteína e o perigo de desenvolver um tumor. Os estudos epidemiológicos feitos até agora não conseguem medir os riscos da carne vermelha e da carne branca separadamente quando elas são...