Imunoterapia, Nobel de Medicina 2018, foi utilizada em cerca de 500 pacientes no A.C.Camargo

Publicado em: 04/10/2018 - 12:10:53

O Prêmio Nobel de Medicina de 2018 foi anunciado no dia 1º de outubro para o americano James P. Allison, do MD Anderson Cancer, uma das instituições parceiras do A.C.Camargo Cancer Center e, para o japonês Tasuku Honjo, da Universidade de Kyoto.

O reconhecimento se dá pelas descobertas ligadas a medicamentos que estimulam a função do sistema imunológico a identificar as células cancerosas e atacá-las. É a imunoterapia, o maior avanço em tratamento oncológico dos últimos anos, e o quarto pilar no tratamento contra o câncer, junto com quimioterapia, cirurgia e radioterapia.
 
O Centro de Imunoterapia do A.C.Camargo oferece atendimento personalizado aos pacientes, ampliando as possibilidades terapêuticas e seus benefícios. São mais de 70 profissionais entre médicos do corpo clínico, cientistas e de diversas áreas da assistência.

Além disso, por meio do Grupo de Imuno-Oncologia Translacional, investimos e incentivamos a pesquisa para buscar terapias combinadas que melhorem a resposta para cada paciente, assim como identificar outros indivíduos que possam se beneficiar da imunoterapia.

O Grupo conta com várias colaborações internacionais e nacionais destinadas a promover o impacto do A.C.Camargo Cancer Center nesta área do conhecimento, o que inclui convênios com pesquisadores do National Institute of Health e National Cancer Institute, dos Estados Unidos. Temos também um Centro de Excelência em Citometria de Fluxo Avançado, que analisa tumores, células e moléculas do sangue para mapear quais pacientes podem responder melhor ao tratamento.
 
O Dr. Kenneth Gollob, que lidera o Grupo de Imuno-Oncologia, comemorou o Prêmio Nobel e explicou a importância da pesquisa: “Queremos entender por que só cerca de 40% dos pacientes respondem bem ao tratamento e o que podemos fazer para aumentar essa taxa. Em nossa pesquisa vamos procurar uma resposta e ampliar o tratamento para outros tipos de câncer. Para aqueles que não estão respondendo, queremos descobrir como estimular o sistema imunológico de outras maneiras”.

Entenda o trabalho dos cientistas que ganharam o Nobel

Pioneiro na área, o imunologista americano James P. Allison, do MD Anderson Cancer Center, teve a ideia de soltar o "freio” do sistema imunológico conhecido como CTLA-4, um receptor presente na célula T (ou linfócito T), responsável por reconhecer as células que não são normais no organismo, como as células cancerosas. 

A estratégia para o sucesso envolveu a criação de um anticorpo que se liga no "freio molecular", impedindo que ele seja ativado. Com isso, Allison curou camundongos que tinham melanoma. O medicamento utilizado em humanos, hoje, age da mesma forma. Já, Tasuku Honjo, da Universidade de Kyoto, descobriu logo depois que outra proteína, a PD-1, também funciona como um freio para as células T, mas em um mecanismo diferente do que faz a CTLA-4.

Sobre o Nobel

A escolha do vencedor do mais importante prêmio da área é realizada por um grupo de 50 pesquisadores ligados ao Instituto Karolinska, na Suécia. Em seu testamento, Alfred Nobel destacou o reconhecimento para aqueles que tenham feito notáveis contribuições ao futuro da humanidade para receber a láurea.
 

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

O papel do enfermeiro navegador e seu impacto na jornada oncológica
Durante a jornada oncológica, pacientes do A.C.Camargo Cancer Center podem contar com a expertise dos enfermeiros navegadores. São profissionais altamente especializados em oncologia que atuam como um elo entre o paciente e todas as equipes (assistenciais e administrativas), desenvolvendo um trabalho fundamental para melhorar os...
15 de setembro - Dia mundial de conscientização sobre linfomas
Como se prevenir deles? Indo ao médico assim que perceber os sintomas. Então apareceu um gânglio diferente no pescoço, ou na axila, ou na virilha, que não dói, mas você sente extremo cansaço, febre, está suando à noite e também perdendo peso sem razão aparente...
1º lugar Qualihosp na categoria Educação
Estamos felizes em anunciar o reconhecimento do A.C.Camargo na edição 2021 do QualiHosp, um importante congresso internacional de qualidade em serviços e sistemas de Saúde, que reúne profissionais e hospitais renomados do Brasil. Recebemos o prêmio de primeiro lugar na categoria Educação em Saúde com...
2020, O Ano do Profissional de Enfermagem
Saiba mais sobre essa especialidade vital para o cuidado. Clique aqui caso tenha problemas para acessar o vídeo abaixo. video { width: 100%; height: auto; }
31 de maio: Dia Mundial sem Tabaco alerta para os riscos do fumo à saúde pulmonar
A data, criada para alertar sobre as doenças e mortes evitáveis relacionadas ao tabagismo, é uma inciativa global da Organização Mundial de Saúde Sob o tema “Tabaco e saúde pulmonar”, a campanha alerta sobre os prejuízos que o uso do tabaco e a exposição ao...