Hepatites B e C são o principal fator de risco para câncer de fígado

Publicado em: 12/04/2017 - 21:04:00
Notícias

Para muitos, é automático pensar em doenças do fígado e relacioná-las à cirrose e, consequentemente, ao consumo excessivo de bebidas alcoólicas. De fato, este é um importante fator de risco para o desenvolvimento de câncer de fígado, assim como a obesidade e o diabetes.

A principal causa, porém, são as hepatites crônicas B e C. Para a primeira, há vacinas na rede pública disponíveis para prevenção. No entanto, para a segunda ainda não há vacinas, mas existe tratamento efetivo. Outros cuidados incluem proteção sexual e uso de seringas e agulhas descartáveis.

Outros fatores de risco

  • Aflatoxinas: toxinas produzidas por fungos e que muitas vezes aparecem em lotes de amendoim, milho e nozes armazenados em condições precárias. Não se assuste: o Ministério da Agricultura faz inspeções periódicas nesses estoques e, quando há presença dessa substância, eles são interditados e destruídos.
  • Anabolizantes: é preciso evitar e ter cuidado com o consumo desses suplementos;
  • Síndromes metabólicas: já atinge 25% dos americanos. São considerados portadores de síndromes metabólicas indivíduos que apresentam pelo menos três dos seguintes sintomas: pressão alta, gordura abdominal, taxa de glicemia alta em jejum, níveis altos de triglicérides e níveis baixos de HDL, o colesterol bom. Esse quadro está relacionado ao diabetes, às doenças cardiovasculares e também ao câncer de fígado.

Diagnóstico

Geralmente, a doença é pouco sintomática nas fases iniciais e, quando os principais sintomas aparecem, já indicam doença em fase avançada, incluindo a perda de peso, o aumento do volume abdominal e a icterícia (coloração amarelada dos olhos e da pele pelo acúmulo de bilirrubina no organismo).

O diagnóstico desse tumor é feito pela associação de exames de imagem (ultrassonografia, tomografia computadorizada ou ressonância nuclear magnética) e laboratoriais (dosagem de Alfafeto-proteína – uma substância produzida pela maior parte dos tumores). Eventualmente, uma biópsia de lesões suspeitas pode ser necessária. O PET-CT também pode ser útil no estadiamento e na decisão terapêutica em casos selecionados. Consulte sempre um especialista, em caso de dúvidas.

Saiba mais sobre o câncer de fígado.

 

Dr. Felipe José Fernández Coimbra - CRM 93020
Diretor do Departamento de Cirurgia Abdominal
Especialista em Cirurgia Oncológica - RQE nº 30634
Especialista em Cirurgia Geral - RQE nº 30635

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

Cistos e alterações benignas na mama: acompanhamento pode ser suficiente
O diagnóstico de cistos na mama pode gerar preocupação em algumas mulheres. Mesmo nos casos benignos – que são mais frequentes –, há o medo de o tumor se desenvolver para um câncer. No entanto, segundo especialistas, essa probabilidade é bastante pequena e o protocolo...
Na linha de frente contra as infecções
Uma das maiores preocupações em qualquer instituição de saúde é o controle e o tratamento de infecções, que são as doenças causadas por vírus, bactérias, protozoários e fungos. No A.C.Camargo Cancer Center, esse cuidado é ainda maior, já que no paciente oncológico, via de regra...
Núcleo de Desospitalização: um repertório de boas práticas com foco na eficiência da alta hospitalar
Ser eficaz no processo de alta hospitalar é um procedimento beneficente a todos os envolvidos – pacientes, instituição de saúde, operadoras e prestadores de serviço. Entenda-se como eficiência a capacidade de liberar o paciente internado no momento certo e da maneira correta, tendo como premissa...
Fumo de terceira mão também é fator de risco para desenvolvimento de câncer
Toxinas que se fixam em roupas e no ambiente após o indivíduo terminar o cigarro também fazem mal à saúde. Após a consolidação de evidências sobre os males para quem fuma e para os fumantes passivos, cientistas chamam a atenção da sociedade para os perigos...
Retrospectiva: 10 tipos de câncer mais pesquisados em 2015
Para melhor entendimento sobre o assunto câncer, o A.C.Camargo disponibiliza em seu site informações detalhadas sobre mais de 50 tipos da doença, elencando seus principais fatores de risco, sintomas e opções de tratamento. Confira quais foram os 10 mais procurados pelo público neste ano. 10...