Estudo traz nova perspectiva de tratamento para paciente com câncer de mama

Publicado em: 17/05/2021 - 14:05:43
Linha Fina

A pesquisa, que contou com a participação do Dr. Mateus Taveira, aluno de doutorado do A.C.Camargo Cancer Center, mostra como a combinação de três medicamentos pode aumentar a sobrevida de pacientes com câncer de mama triplo-negativo associado a mutação no gene BRCA 1

Nos últimos anos, o combate ao câncer avançou significativamente e temas ligados a conceitos emergentes na terapia, novas abordagens terapêuticas e a conversão de descobertas em benefícios para paciente chama a atenção da comunidade científica.

A revista Nature Cancer divulgou, junto com uma série de publicações, um artigo com a participação do Dr. Mateus Taveira, aluno de doutorado do A.C.Camargo Cancer Center, sobre os resultados positivos de uma pesquisa que pode beneficiar pacientes em tratamento contra o câncer de mama triplo-negativo associado a mutação no BRCA1.

Na pesquisa que deu origem ao artigo “Targeting immunosuppressive macrophages overcomes PARP inhibitor resistance in BRCA1-associated triple-negative breast cancer”, os cientistas investigaram o efeito do PARP no microambiente tumoral nas células imunes de camundongos com mutação no gene BRCA1.

“Os tumores com mutação de BRCA1 têm maior infiltrado inflamatório, tanto de linfócitos como de macrófagos. Após tratamento com inibidores de PARP, esse infiltrado inflamatório se torna ainda maior. Um problema é que isso se dá à custa tanto de macrófagos antitumorais como pró-tumorais. Nossa estratégia foi combiná-lo com inibidores de CSF1R, um conhecido promotor de macrófagos pró-tumorais, e um inibidor de PD-L1, para ajudar no estabelecimento de uma resposta imune duradoura mediada por linfócitos”, explica o Dr. Mateus.

A pesquisa mostrou que, combinando essas três drogas, é possível ter uma resposta mais duradoura do sistema imune mesmo após suspensão da terapia. Essa combinação poderia ser testada em pacientes no futuro.

“Hoje em dia não basta investigar a célula tumoral. É preciso olhar também para o macrófago, o linfócito, para poder entender como o sistema imune é afetado ou ativado mesmo por drogas que não foram criadas para esse fim. Talvez dessa forma, a gente consiga melhorar ainda mais a efetividade do tratamento”, finaliza Dr. Mateus.

Para saber mais e conferir o paper, clique aqui.
 

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é humano e para evitar envios de spam

Veja também

O papel do enfermeiro navegador e seu impacto na jornada oncológica
Durante a jornada oncológica, pacientes do A.C.Camargo Cancer Center podem contar com a expertise dos enfermeiros navegadores. São profissionais altamente especializados em oncologia que atuam como um elo entre o paciente e todas as equipes (assistenciais e administrativas), desenvolvendo um trabalho fundamental para melhorar os...
"O homem não pode se descuidar de jeito nenhum!"
Sou Carlos Levy, tenho 75 anos, funcionário público aposentado e pai de cinco filhos. Também sou avô dos meus quatro queridos netos e casado com o amor da minha vida, Amália. Desde meus 50 anos tenho um compromisso comigo mesmo: fazer meus exames periódicos. Sigo...
2020, O Ano do Profissional de Enfermagem
Saiba mais sobre essa especialidade vital para o cuidado. Clique aqui caso tenha problemas para acessar o vídeo abaixo. video { width: 100%; height: auto; }
21/09: Dia Mundial do Doador de Medula Óssea
Em 21 de setembro é comemorado o Dia Mundial do Doador de Medula Óssea, que tem como objetivo a conscientização sobre a importância da doação de medula óssea. O procedimento servirá para o transplante, um tipo de tratamento que visa substituir uma medula óssea doente...
7 passos para pacientes com câncer manterem a mente calma
Pacientes com câncer são afetados em qualquer idade. Existem, porém, formas de eles se manterem calmos e positivos, conforme se vê nas dicas abaixo. São ideias que valem não apenas para quem está em tratamento, mas também para quem faz parte desses pacientes com câncer...