Estudo PRADO introduz grande melhoria no atendimento de pacientes com melanoma e metástase em gânglios

Publicado em: 01/06/2020 - 10:06:39
Pesquisa
Tratamento
Cirurgia
Tumores Cutâneos

 

Por João Pedreira Duprat Neto, head da Oncologia Cutânea do A.C.Camargo Cancer Center

Estudo PRADO: pacientes com metástase de melanoma para linfonodos palpável têm prognósticos ruins, em torno de 30% de sobrevida. 

A imunoterapia por tempo curto com apenas 2 ciclos ainda com o tumor presente pode gerar maior resposta. 


Como funciona

Foi multicêntrico, realizado na Holanda. Pacientes com linfonodo (gânglio) palpável fazem a marcação deste e, depois, recebem dois ciclos de imunoterapia com duas drogas (Ipilimumabe e Nivolumabe). 

Seis semanas depois do início, o linfonodo marcado é retirado. Se a resposta foi completa ou restou menos de 10% de células viáveis, o paciente é apenas seguido, sem necessidade de cirurgia maior ou imunoterapia.

Se tiver resposta entre 10 e 50%, recebe a cirurgia completa. Se não tiver nem isso, recebe cirurgia e adjuvância.


Objetivo 

Foi desenvolvido para melhorar a cura desses pacientes. A imunoterapia tem reconhecido efeito no melanoma, porém a adjuvância, ou seja, receber após ser operado, tem tido uma falha importante em relação à imunidade. 

 

Novidades

As vantagens são grandes: aumento da cura dos pacientes e menor necessidade de cirurgias maiores, com maior morbidade.


Benefícios para a ciência

Com certeza, hoje está mais claro o mecanismo de ação da imunoterapia e do melanoma. Esse estudo coloca em prática esse conhecimento para aumentar a cura e diminuir a necessidade de cirurgia com morbidade.

Enfim, esse estudo é muito prático e, com esses dados, nos autoriza a fazer essa mudança. Já temos feito para alguns pacientes, com boa aceitação e bons resultados.

Dr. João Pedreira Duprat Neto e o melanoma

Saiba mais:

- Acompanhe aqui o melhor do ASCO Annual Meeting 2020

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

Quinoa: assista ao vídeo e prepare este risoto saudável
Para abrir 2020 de olho na prevenção, aprenda esta receita prática e se beneficie de suas tantas propriedades de um jeito saboroso Quinoa, uma planta nativa da região andina do Peru, Bolívia, Equador e Colômbia. Para quem quer melhorar os hábitos agora em 2020, ou...
Oncogeriatria: o desafio de tratar uma população com cada vez mais idosos
Sessão educativa do ASCO mostrou a necessidade de produzir dados específicos para o tratamento do paciente idoso e adotar comunicação mais clara que facilite a tomada de decisão Estima-se que, em 2040, 70% dos diagnósticos de câncer serão de pessoas com mais de 65 anos...
Como é realizado o Transplante de Medula Óssea?
No quarto e último texto da série sobre TMO, saiba mais sobre o procedimento e as medidas de prevenção de infecções Por Daniel Garcia, oncologista clínico, e Jayr Schmidt, head de Hematologia Quando a quimioterapia e/ou a radioterapia estiverem completas, será administrada uma infusão da...
O grande dia: o momento da última sessão de quimioterapia
Quimioterapia: durante a descoberta de um câncer, amigos e familiares vivenciam junto com o paciente as várias etapas que envolvem o tratamento oncológico. É uma mistura de sentimentos, como a esperança de cura, perseverança, paciência, força, determinação e também medos e angústias. A derradeira sessão...
Câncer renal: pesquisa de aluno do A.C.Camargo Cancer Center é reconhecida internacionalmente
Adriano Beserra analisou o desenvolvimento de tumores renais a partir de xenoenxertos em camundongos Câncer renal: um estudo sobre desenvolvimento de tumores malignos a partir de xenoenxertos em camundongos foi reconhecido pelo International Kidney Cancer Coalition, o IKCC (Coalizão Internacional do Câncer de Rim, em...