Coronavírus: radioterapia e quimioterapia devem ser suspensas?

Publicado em: 26/03/2020 - 11:03:02
Tratamento
Diagnóstico
Quimioterapia

Pacientes que estejam em vigência com esses tratamentos têm de discutir com o médico os riscos e os benefícios envolvidos em seus casos

O Coronavírus desperta dúvidas nos pacientes oncológicos, pois as sessões de radioterapia e quimioterapia são parte fundamental na recuperação contra o câncer, destruindo as células cancerígenas ou impedindo-as de se multiplicarem.

Em tempos de Coronavírus e isolamento social, o paciente oncológico deve reforçar as recomendações para se proteger, e conversar com seu médico sobre a interrupção ou não do tratamento.


Coronavírus: maior cuidado

“De maneira geral, interromper o tratamento por alguns meses em pacientes diagnosticados com câncer metastático é um risco alto, com possibilidade de avanço da doença e ameaça à vida”, explica o Dr. Helano Carioca Freire, oncologista clínico do A.C.Camargo Cancer Center.

Pacientes recebendo tratamento com perspectiva de cura, como quimioterapia adjuvante (aquela realizada após uma cirurgia para aumentar a chance de cura),podem ter muito prejuízo se interromperem o tratamento.

“Já para os pacientes mais debilitados e fragilizados ou para aqueles com doença de comportamento indolente, talvez a melhor estratégia seja interromper o tratamento por alguns meses nesse momento de crise”, diz.

Dada a particularidade e a especificidade de cada caso, é fundamental que o paciente discuta diretamente com seu médico para fazer a escolha adequada.

“Durante essa epidemia, além das medidas usuais, é muito importante ser mais rigoroso com a higiene das mãos, evitar tocar o rosto, cumprimentar pessoas sem contato físico e evitar aglomerações”, aconselha.


Estrutura preparada

Para os pacientes oncológicos que precisam de atendimento para a Covid-19, o A.C.Camargo Cancer Center está preparado para oferecer um ambiente seguro e protegido.

Os casos suspeitos de Coronavírus recebem um fluxo de atendimento separado daqueles que estão em tratamento para outras doenças. Confira mais informações na nossa página sobre o Coronavírus.

Algumas orientações relevantes para o paciente oncológico evitar:
- Aglomerações e ambientes fechados
- O cumprimento com apertos de mão, beijos e abraços, mesmo nos médicos e outros profissionais de saúde 
- Visitas desnecessárias
- Acompanhantes que apresentem sintomas de gripe ou suspeita de Coronavírus – é importante que seja apenas um acompanhante.

Mais Coronavírus:
- Podcast Rádio Cancer Center #8 - Coronavírus e oncologia
- Vídeo: o Coronavírus e a oncologia
- Como manter sua saúde mental em tempos de Coronavírus
- Coronavírus: por que tomar a vacina da gripe é importante
- Coronavírus: é seguro viajar de avião?
- Como se proteger
- Coronavírus e o paciente oncológico

- Nova política para visitas e acompanhantes
- Recomendações importantes
- Dúvidas mais frequentes
- O que é
- Estudo avalia relação do Coronavírus com o câncer

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

Dica das nossas nutricionistas: suco multinutritivo
Receitas desenvolvidas pela equipe de Nutrição do A.C.Camargo Cancer Center Um importante caminho para a prevenção do câncer e outras doenças é ter hábitos de vida saudáveis. Por meio da união dos conceitos nutricionais e das técnicas gastronômicas, a equipe de Nutrição e Dietética do...
A relação do sistema imunológico, o câncer e a imunoterapia
O corpo humano está diariamente exposto a diversos agentes, como bactérias e vírus, e precisa de uma barreira defensiva para se proteger. Essa é a função do sistema imunológico, que detecta células estranhas ao organismo para poder eliminá-las, tornando-se um importante mecanismo de proteção ao...
Podcast Rádio Cancer Center #17 - Câncer de pele: atenção aos sinais e sintomas
Uma conversa para aprender a reconhecer os alertas que pedem uma consulta médica Câncer de pele: o Instituto Nacional de Câncer (Inca) classifica o tumor cutâneo não melanoma como o mais frequente no Brasil, correspondendo a cerca de 30% de todos os cânceres malignos registrados...
Novembro Azul e as tendências no tratamento do câncer de próstata
Assista ao vídeo e conheça as possibilidades mais completas de tratamento para esse tipo de tumor, o segundo mais comum entre os homens Não é necessário um Novembro Azul para que você atente-se aos tumores urológicos. No Brasil, o câncer de próstata é o mais...
Mamografia associada a exames complementares contribui para o diagnóstico precoce de câncer de mama
Se hoje é possível diagnosticar precocemente cerca de 70% dos casos de câncer de mama, um dos protagonistas do avanço na saúde da mulher é a mamografia. Casos identificados logo no início trazem 90% de chance de sucesso no tratamento. Contrariamente, na década de 1980...