Christopher Paige, do Princess Margareth, ministra Conferência Magna de Congresso internacional promovido pelo A.C.Camargo Cancer Center

Publicado em: 10/04/2017 - 21:04:00
Release

Com mais de quatro décadas dedicados à ciência e referência mundial em imunoterapia, Christopher Paige, do Princess Magareth Cancer Centre, lidera laboratório que usa vírus para alterar células do câncer e torná-las mais visíveis ao sistema imunológico e lidera ensaio clínico em humanos para o desenvolvimento de vacinas. 

Uma das principais mentes do mundo em Imunologia e referência em estudos sobre regulação de resposta imune a partir dos antígenos produzidos pelos linfócitos B; entendimento dos processos bioquímicos e celulares durante o desenvolvimento de linfomas e sobre a relação entre doenças e o sistema autoimune, o cientista Christopher Paige ministrará na quinta, dia 20, a Conferência Magna do Next Frontiers to Cure Cancer, evento promovido pelo A.C.Camargo Cancer Center que acontecerá de 20 a 22 de abril no Hotel Renassaince, em São Paulo.

Cientista sênior do Princess Margaret Cancer Centre, Christopher Paige abordará na Conferência Magna como se deu o processo de transformação da instituição canadense em um Comprehensive Cancer Center, ou seja, em um centro que reúne excelência em assistência, ensino e em pesquisa básica, translacional e clínica. Por cerca de 20 anos, Paige foi vice-presidente do Ontario Cancer Institute/Princess Margaret Hospital, cuja fusão deu origem à University Health Network, que abriga quatro hospitais, que são o Toronto Rehabilitation, Toronto General Hospital, Toronto Western Hospital e o Princess Margaret Cancer Centre. 

Durante o Next Frontiers, cuja programação completa está disponível em www.nextfrontiers.com.br, além da conferência Magna, Christopher Paige apresentará a aula intitulada Resposta imune contra o câncer regulada por citocinas: de camundongos a pacientes. Professor de Biofísica Médica e Imunologia da University of Toronto, Paige está liderando um primeiro estudo fase I em humanos, recém aberto a pacientes com leucemia mielóide aguda no Princess Margareth. O cientista busca responder como um determinado grupo de moléculas envolvidas na emissão de sinais entre as células (citocinas) pode desencadear respostas imunes e, desta forma, abrir caminhos, por exemplo, para o desenvolvimento de vacinas contra o câncer.

"Christopher Paige é internacionalmente reconhecido como um líder na área de desenvolvimento de linfócitos e de formação de anticorpos, desenvolvendo um programa de pesquisa relacionado ao treinamento ativo do sistema imune no reconhecimento e destruição de células tumorais", destaca a cientista, Superintendente de Pesquisa do A.C.Camargo Cancer Center e coordenadora do evento, Vilma Regina Martins.

Com sólida formação acadêmica, Christopher Paige é PhD em imunologia pela Sloan-Kettering Division of Cornell University. Após se graduar em 1979 em ciências médicas, tornou-se de Membro do Basel Institute for Immunology, na Suiça (1980-1987).  Em 1987, assumiu a posição de cientista no Ontario Cancer Institute. Em 1990, tornou-se o diretor fundador da Arthritis and Autoimmunity Research Center assim como diretor de Pesquisa no Wellesley Hospital. Sua atividade acadêmica como Professor do Departamento de Biofísica Médica e Imunologia foi desenvolvida na University of Toronto em programas de graduação e pós-graduação na Escola de Medicina da UHN. Paige pertenceu ao Reasearch Advisory Board do National Cancer Institute (NCI) e da Arthritis Society of Canada. Foi também Chairman do Board of the Biotechnology Commercialization Center, que apoiou o estabelecimento da Toronto Biotechnology Incubator e foi ainda Chairman da BioDiscovery Toronto, um consórcio de 12 hospitais e universidades baseados em Toronto que se engajaram na comercialização de descobertas científicas. Atualmente, Christopher Paige pertence aos Boards do Terry Fox Research Institute, Research Canada, Ontario Institute for Cancer Research e de várias empresas de biotecnologia. É também o fundador científico e membro do Board da AvroBio, uma companhia que usa terapia mediada por lentívirus para tratar doenças raras e câncer. Ele é ainda Fundador e Diretor Geral da UHN Shangai, uma companhia de química medicinal baseada em Pudong.

 

NEXT FRONTIERS TO CURE CANCER - Nesta que é a sua segunda edição, o Next Frontiers to Cure Cancer acontece de 20 a 22 de abril no Hotel Renaissance, em São Paulo. Com o olhar atento ao presente e futuro da oncologia, o A.C.Camargo Cancer Center reúne palestrantes de renomadas instituições nacionais e internacionais de mais de 16 especialidades para falar sobre os avanços e novas fronteiras no combate ao câncer.

Participam palestrantes internacionais do MD Anderson Cancer Center, Memorial Sloan Kettering Cancer Center, Mayo Clinic, Harvard Medical School, National Cancer Institute (NIH), Winona State University, University of Miami (Estados Unidos), Heidelberg University (Alemanha), University of Torino (Itália), Universidad de Buenos Aires (Argentina) e Princess Margaret Cancer Center - University Health Network (Canadá).

Com o tema central a "Perspectiva multidisciplinar no diagnóstico, tratamento e pesquisa do câncer", o Congresso enfatizará os avanços nesta tríade em câncer de mama e tumores gastrointestinais, ósseos, urológicos e ginecológicos e também em sarcomas de partes moles e na pesquisa translacional em oncologia. Também serão discutidos os efeitos tardios do tratamento do câncer, a abordagem cardiológica no tratamento e seguimento do paciente oncológico (onco-cardiologia), a epidemiologia e questões ligadas à enfermagem, farmácia, nutrição, fisioterapia e psicologia, sempre voltadas para o paciente oncológico. Serão seis salas simultâneas para acomodar todos os temas.

 

Facebook: http://www.facebook.com/accamargocancercenter
Twitter: http://www.twitter.com/haccamargo
Google+: https://plus.google.com/+ACCamargoCancerCenter
YouTube: http://www.youtube.com/accamargovideos
LinkedIn: http://www.linkedin.com/company/accamargo
Instagram: https://instagram.com/accamargocancercenter/

 



Moura Leite Netto - Mtb 44.949 - [email protected] 

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

A.C.Camargo Cancer Center e Aché Laboratórios firmam colaboração para desenvolvimento de novos medicamentos contra o câncer 
Acordo entre A.C.Camargo e Aché Laboratórios Farmacêuticos enfoca a identificação de “quinases”, enzimas responsáveis pela divisão celular possivelmente relacionadas à origem do câncer, e sua validação como alvos terapêuticos em diferentes tumores. A colaboração prevê também o desenvolvimento de inibidores destes alvos e avanços dos...
A.C.Camargo Cancer Center realiza congresso internacional que abordará os avanços no tratamento oncológico
De 20 a 22 de abril, em São Paulo, cientistas, médicos e multiprofissionais de cinco países vão discutir os principais avanços e as novas fronteiras em pesquisa, diagnóstico e tratamento dos tipos de câncer mais incidentes na população brasileira no Next Frontiers To Cure Cancer...
Estudo do A.C.Camargo Cancer Center sugere quais pacientes com câncer de colo do útero podem se beneficiar de cirurgia menos radical
Publicado como editorial principal da edição de julho da Ginecology Oncology, estudo detalha o perfil clínico das pacientes que não precisariam retirar o paramétrio e nervos da região, diminuindo assim o risco de morbidades como retenção de urina ou urgência para urinar, perda de lubrificação...
A.C.Camargo firma parceria com Publisher do grupo Springer Nature e reestrutura sua revista científica
O A.C.Camargo Cancer Center assinou uma parceria com a BioMed Central, publisher de acesso aberto do grupo Springer Nature, com a proposta de internacionalizar a revista Applied Cancer Research e torná-la uma opção para autores de trabalhos voltados para diferentes áreas da Oncologia. Editada pela...
Tomografia computadorizada favorece o diagnóstico precoce do câncer de pulmão em fumantes
Estudo inédito do A.C.Camargo Cancer Center mostra que o rastreamento por tomografia computadorizada em pessoas com alta exposição ao tabaco é capaz de identificar a doença logo no início, antes de haver sintomas. Estratégia é capaz de reduzir em 20% a mortalidade pela doençaAssim como...