Brasileiros com Li-Fraumeni teriam menos chance que americanos com a síndrome de ter câncer colorretal precoce

Publicado em: 11/07/2019 - 09:07:15

Explicação seria a mutação R337H, presente apenas em pacientes nascidos em nosso país 

 

A Síndrome de Li-Fraumeni é uma doença hereditária de predisposição ao câncer relacionada a mutações germinativas: quem as tem é suscetível a um grande risco de desenvolver cânceres infantis e adultos de início precoce. 

Essa temática motivou um editorial publicado na Gastroenterology, intitulado Early-Onset Colorectal Cancer in Li-Fraumeni Syndrome Patients: is it Really Enough to Justify Early Colon Cancer Screening? (Câncer Colorretal de Início Precoce em Pacientes com Síndrome de Li-Fraumeni: é Realmente Suficiente Justificar o Rastreamento Precoce do Câncer de Cólon?).

Nesse editorial, Maria Nirvana da Cruz Formiga, médica oncologista e head do Departamento de Oncogenética do A.C.Camargo, analisou um artigo americano no qual foi demonstrada uma incidência de 5,4% de câncer colorretal em portadores de Síndrome de Li-Fraumeni, sendo alta a frequência em pacientes abaixo de 25 anos: 3,2%.

Isso levantou a questão de que talvez o rastreamento para câncer colorretal em portadores Síndrome de Li-Fraumeni deva começar antes de 25 anos. O recomendado nos guidelines internacionais, porém, é iniciar a colonoscopia de rastreamento a partir dos 25 anos nesta população com a síndrome.

 

No Brasil é diferente

“Na população de brasileiros com Li-Fraumeni, a ocorrência de câncer colorretal é menor que essa relatada. A idade média de diagnóstico é 38 anos”, afirma Maria Nirvana. 

Além disso, quando consideramos os pacientes brasileiros com a mutação fundadora R337H (mutação de Li-Fraumeni presente apenas em brasileiros), não temos nenhum caso de câncer colorretal abaixo de 25 anos, ao contrário das outras mutações TP53 relatadas no estudo americano.

“Portanto, nossa conclusão é que devemos manter o rastreamento a partir dos 25 anos nos brasileiros com Li-Fraumeni, mantendo a colonoscopia a cada dois anos”, explica a médica.

 

Predisposição

Os pacientes com Síndrome de Li-Fraumeni não necessariamente irão desenvolver algum câncer, embora haja um maior risco. 

“Eles têm um alto risco de terem câncer ao longo da vida, qualquer tipo de tumor. Os mais frequentes são o câncer de mama na pré-menopausa, sarcoma de partes moles, tumores do sistema nervoso central e carcinoma da supra-renal”, finaliza a doutora Maria Nirvana da Cruz Formiga. 

Veja também

A mamografia e o tumor de intervalo: entenda a relação
Em 5 de fevereiro, comemoramos o Dia Nacional da Mamografia. Esta data precisa mesmo ser comemorada, pois a mamografia é o exame capaz de diagnosticar o câncer de mama em seus estágios iniciais e salvar vidas de mulheres. O câncer de mama está em primeiro...
15/09 - Dia Mundial de Conscientização sobre Linfomas
A conversa de hoje é sobre linfomas. Entre os 10 tipos de câncer mais frequentes na população brasileira está o linfoma, que é caracterizado pelo aumento de um gânglio linfático, causando um "inchaço" no local. Existe até um Dia Mundial de Conscientização sobre Linfomas, que...
29/08 – Dia Nacional de Combate ao Fumo: como parar de fumar?
Apoio psicológico, medicamentos e algumas atitudes simples podem ajudar quem deseja largar o vício O tabagismo é o maior fator de risco evitável de adoecimento e morte no mundo. Os malefícios incluem um aumento significativo nas chances de adquirir ou morrer por doenças cardíacas, pulmonares...
6 informações sobre câncer de pênis que você precisa saber
E uma delas é que água e sabonete são muito importantes para combater a doença Grande parte dos pacientes atendidos com câncer de pênis no A.C.Camargo Cancer Center chega com o tumor em estágio avançado, quando a amputação do órgão é quase inevitável. Porém, como...
7 entre 10 casos de câncer de Cabeça e Pescoço são diagnosticados em fase avançada da doença, alerta A.C.Camargo Cancer Center
Negligencia dos sintomas e demora no encaminhamento por parte de dentistas, médicos e demais profissionais da saúde são alguns dos fatores que retardam o diagnóstico de tumores na região de Cabeça e Pescoço Os tumores de cabeça e pescoço, segundo o Globocan 2012, levantamento da...