A.C.Camargo Cancer Center alerta para maior número de jovens fumantes

Publicado em: 29/05/2017 - 21:05:00

Embora a prevalência de fumantes no Brasil tenha caído pela metade nos últimos 25 anos, um percentual crescente de adolescentes de 12 a 17 está começando a fumar, atraídos não só pelo cigarro tradicional como também pelo narguilé e cigarros aromatizados, eletrônicos e de palha. Tabagismo é o principal fator de risco isolado para o desenvolvimento de câncer

É evidente o êxito das medidas antifumo implantadas no Brasil, dentre elas a proibição da propaganda e do fumo em locais fechados; a inserção de imagens impactantes nos maços; a maior taxação dos preços dos cigarros; assim como a realização de campanhas de conscientização sobre os males do tabagismo. Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 15% da população é fumante, menos da metade em relação há duas décadas. Por sua vez, embora o cerco ao tabagismo tenha trazido esses resultados positivos, é alta a prevalência de adolescentes que são consumidores dos produtos da indústria tabagista.

Partindo deste cenário, o A.C.Camargo Cancer Center, centro integrado de diagnóstico, tratamento, ensino e pesquisa do câncer, alerta para o risco dos jovens iniciarem o hábito de fumar. Um estudo realizado pelo Ministério da Saúde e publicado na Revista de Saúde Pública avaliou a prevalência do tabagismo entre os jovens. Foram entrevistados meninos e meninas de 12 a 17 anos de municípios com mais de 100 mil habitantes. Ao todo, participaram 74.589 adolescentes; dentre esses, 18,5% fumaram pelo menos uma vez na vida, 5,7% fumavam no momento da pesquisa e 2,5% fumavam com frequência.  As maiores prevalências foram observadas na região Sul e as menores na região Nordeste.  

De acordo com o cirurgião oncologista e diretor do Núcleo de Pulmão e Tórax do A.C.Camargo Cancer Center, Jefferson Luiz Gross, os jovens são atraídos por cigarros aromatizados, eletrônicos, de palha e narguilê. "É fundamental conscientizarmos os jovens sobre os males do tabagismo. Mantê-los afastados do cigarro é uma estratégia que resultará, no futuro, em menor incidência e mortalidade por câncer de pulmão e outros tumores", destaca.

O tabagismo é responsável direto por cerca de 90% dos casos de câncer de pulmão e está relacionado a mais de uma dezena de tipos de câncer, dentre eles esôfago, estômago, pâncreas, rim, bexiga, boca, laringe, faringe, garganta e mama. Há relação comprovada também com o desenvolvimento de outras doenças, como enfisema e bronquite.

 

O NARGUILÉ - É alto também o consumo de narguilé entre os jovens. Dados da Pesquisa Nacional de Saúde, de 2015, indicam que mais de 200 mil brasileiros maiores de 18 anos admitem usar narguilé, sendo que nos últimos cinco anos mais que dobrou o uso de narguilé entre homens jovens (entre 18 e 24 anos). O consumo de narguilé, costumeiramente, é compartilhado. "Os jovens fazem uma rodinha em torno do narguilé, permanecendo entre 20 a 80 minutos e o que eles exalam durante uma sessão é equivalente, em média, a fumar 100 cigarros", alerta Jefferson Luiz Gross.

Assim como o uso de cigarros, o narguilé contribui para o surgimento de doenças respiratórias, coronarianas e diferentes tipos de câncer. O compartilhamento do produto também pode acarretar a transmissão de doenças infectocontagiosas como herpes, hepatite C e tuberculose.

 

Facebook: http://www.facebook.com/accamargocancercenter
Twitter: http://www.twitter.com/haccamargo
Google+: https://plus.google.com/+ACCamargoCancerCenter
YouTube: http://www.youtube.com/accamargovideos
LinkedIn: http://www.linkedin.com/company/accamargo
Instagram: https://instagram.com/accamargocancercenter/

 



Moura Leite Netto - Mtb 44.949 - [email protected] 

Veja também

7 entre 10 casos de câncer de Cabeça e Pescoço são diagnosticados em fase avançada da doença, alerta A.C.Camargo Cancer Center
Negligencia dos sintomas e demora no encaminhamento por parte de dentistas, médicos e demais profissionais da saúde são alguns dos fatores que retardam o diagnóstico de tumores na região de Cabeça e PescoçoOs tumores de cabeça e pescoço, segundo o Globocan 2012, levantamento da Organização...
9ª Corrida e caminhada A.C.Camargo Cancer Center
Com largada em frente ao Cepeusp, na Cidade Universitária, evento quer mostrar a importância da prática esportiva na prevenção do câncer e recuperação do pacienteA Corrida e Caminhada A.C.Camargo Cancer Center, que une a prática do esporte à conscientização de hábitos saudáveis, chega à nona...
A evolução do modelo Cancer Center no A.C.Camargo
A cada ano aproximadamente 600 mil pessoas são diagnosticadas com câncer no Brasil. Combater o câncer é uma causa da humanidade. Seu progresso é fruto do esforço de pessoas e instituições no mundo inteiro que, comprometidas com esse movimento, dedicam suas vidas a criar melhores...
A.C.Camargo amplia a relevância da ciência no propósito de combater o câncer
Com atuação em pesquisa básica, clínica e translacional em tumores específicos, a Instituição contribui ainda mais para aumentar o conhecimento sobre oncologiaO A.C.Camargo Cancer Center vai aumentar as atividades em linhas de pesquisa translacionais ligadas ao estudo dos carcinomas de cabeça e pescoço, tumores de...
A.C.Camargo apóia movimento global que une forças contra o câncer via redes sociais
Liderado pela Union for International Cancer Control (UICC), o movimento do Dia Mundial do Câncer - 4 de fevereiro - traz o tema WeCanICan - Nós Podemos... Eu Posso. Campanha visa conscientizar a sociedade sobre a importância de cada pessoa na desmistificação e disseminação de...