AACR 2019: projeto registra dados do genoma de milhares de pacientes com câncer

Publicado em: 22/04/2019 - 16:04:45
Pesquisa
Tratamento
Genética

Com essas informações será possível fazer comparações e buscar padrões que ajudarão na tomada de decisões clínicas e em novas pesquisas

Por Dr. Israel Tojal da Silva, head do grupo de Biologia Computacional e Bioinformática do A.C.Camargo Cancer Center

A pesquisa genômica promete grandes avanços a respeito da nossa compreensão das doenças, incluindo o câncer. Paralelamente, compartilhar dados do genoma traz novas perspectivas para acelerar essas pesquisas. No entanto, as iniciativas só atingirão a população se pesquisadores e clínicos puderem acessar, fazer comparações e buscar padrões nos genomas de milhares de pacientes em um ambiente protegido. Na ACCR 2019, foi apresentada uma iniciativa conhecida como AACR GENIE (Genomics Evidence Neoplasia Information Exchange), que tem fomentado a oncologia de precisão por meio do desenvolvimento de um registro com dados genômicos.

Esses dados são os resultados clínicos de dezenas de milhares de pacientes com câncer, tratados nas instituições participantes, obtidos durante a prática médica de rotina. O projeto, apresentado pelo Dr. Charles Sawyers, do Memorial Sloan Kettering Cancer Center, busca atender a um anseio na área de Oncologia ao fornecer informações para melhorar a tomada de decisões clínicas e, em paralelo, impulsionar novas pesquisas clínicas e translacionais. É a transformação de dados em conhecimento.

O A.C.Camargo está alinhado com essa tendência.  Contamos com uma plataforma de integração de dados públicos conhecida como cBioPortal for Cancer Genomics, que em conjunto com as informações geradas pelos pesquisadores do Centro Internacional de Pesquisa (CIPE), fornece mecanismos adicionais na compreensão dos cânceres que acometem a população brasileira.  Essa plataforma proporciona o acesso dos pesquisadores a perfis moleculares e atributos clínicos dos projetos de genômica. 

Já, o grupo do Laboratório de Biologia Computacional e Bioinformática desenvolve e aplica métodos computacionais com o objetivo de aprofundar nosso conhecimento sobre a biologia do câncer e otimizar a prevenção e futuras terapias. Uma parte essencial da pesquisa sobre o câncer é a análise e interpretação de dados complexos, por isso, contamos com uma equipe multidisciplinar, altamente especializada composta por estudantes de mestrado e doutorado com formação acadêmica nas áreas de Ciências Biológicas e Exatas, que busca os melhores resultados para cada paciente tendo como base as  evidências científicas. 

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

A.C.Camargo tem atuação importante em congresso da sociedade mundial de doenças e tumores do fígado, do pâncreas e das vias biliares
Sociedade mundial de cirurgia do fígado, do pâncreas e das vias biliares, a IHPBA (International Hepato Pancreato Biliary Association) realizou mais um congresso. Trata-se de um evento bienal cuja sede é definida em um rodízio entre três regiões do mundo: Américas, Europa-África e Ásia-Pacífico. Neste...
Podcast Rádio Cancer Center #15 - Atendimento Oncológico Protegido
Ouça e entenda como o A.C.Camargo está preparado para receber e cuidar de seus pacientes com total segurança, excelência e agilidade em tempos de Covid-19 Atendimento Oncológico Protegido, uma causa do A.C.Camargo Cancer Center. Nunca é demais relembrar: o sucesso de uma terapia oncológica depende...
Imunoterapia para o câncer de mama triplo negativo metastático
Por Solange Sanches, oncologista clínica e vice-coordenadora do Centro de Referência em Tumores da Mama O uso da imunoterapia, que já demonstrou seu papel extremamente divisor de águas no tratamento de vários tipos de tumores, como pulmão, bexiga e cabeça e pescoço, também vem começando...
Podcast Rádio Cancer Center #52 - Câncer na infância: a união entre A.C.Camargo e Sabará em benefício das crianças
Câncer na infância: de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), para cada ano do triênio 2020/2022, a estimativa é de que sejam diagnosticados no Brasil 8.460 novos casos de câncer infanto-juvenil. Destes, 4.310 para o sexo masculino e 4.150 para o feminino. Ao...
A preservação da fertilidade em pacientes com câncer
Discussão buscou aproximar oncologistas e fertileutas Por Solange Sanches, oncologista clínica e vice-coordenadora do Centro de Referência em Tumores da Mama A mesa que discutiu a preservação da fertilidade em pacientes com câncer durante o XXI Congresso Brasileiro de Oncologia Clínica e II Semana Brasileira...