AACR 2019: estudo analisa mutações celulares associadas a fatores de risco, como o fumo e toxinas alimentares, em pacientes com tumor de fígado

Publicado em: 22/04/2019 - 14:04:00
Pesquisa
Pesquisa
Biologia celular
Tumores do Aparelho Digestivo Alto

A identificação dessas mutações pode melhorar estratégias de prevenção desse tipo de câncer

Por Dr. Israel Tojal da Silva, head do grupo de Biologia Computacional e Bioinformática do A.C.Camargo Cancer Center

Já sabemos que o câncer é uma doença multifatorial com forte componente genético. Embora o conhecimento acumulado ao longo dos anos a respeito dos fatores de risco do câncer, como o meio ambiente, alimentação e estilo de vida, ajude a compreender as muitas causas do câncer, as mutações que resultam dessas exposições ambientais e seus processos celulares endógenos não são totalmente entendidas.

Para compreender melhor a relação entre os agentes externos que aumentam o risco do câncer e as mutações celulares, a Dra. Jessica Zucman-Rossi, da Université Paris Descartes, apresentou em palestra no congresso AACR os achados de seu trabalho com amostras de centenas de pacientes com câncer de fígado, um modelo ideal para estudar essas interações. A Dra. Jessica e sua equipe se dedicam a identificar as origens genéticas e ambientais que determinam o desenvolvimento de tumores.

Neste seu projeto ela foi capaz de identificar assinaturas mutacionais que, por sua vez, foram associadas às exposições ambientais específicas, incluindo fumo e exposições alimentares a partir do consumo de microtoxinas produzidas por espécies de fungos e de plantas que contêm ácidos aristolóquicos. Esses ácidos, sintetizados pelas plantas do gênero Aristolochia, são usados em medicamentos tradicionais na Ásia e em outros lugares.

Assinaturas associadas às mutações herdadas em genes de reparo de DNA foram também observadas. Essas descobertas lançam nova luz sobre a história natural dos cânceres de fígado. A identificação de exposições associadas à iniciação de tumores pode melhorar estratégias de prevenção e esclarecer as diferenças observadas no câncer entre as populações que estão expostas aos fatores de riscos específicos, encontrados no ambiente que vivem.

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?

Veja também

Pesquisa usa biópsia líquida para antever risco de metástases em pacientes com tumores de cabeça e pescoço
Microêmbolos compostos por um aglomerado de células tumorais (chamadas de CTMs) circulam pela corrente sanguínea e podem levar à metástase. Para identificar marcadores presentes nessas células que apontem o risco de metástase, nossos pesquisadores avaliaram, usando biópsia líquida, amostras de sangue de 53 pacientes com...
Estudo traz nova perspectiva de tratamento para paciente com câncer de mama
Nos últimos anos, o combate ao câncer avançou significativamente e temas ligados a conceitos emergentes na terapia, novas abordagens terapêuticas e a conversão de descobertas em benefícios para paciente chama a atenção da comunidade científica. A revista Nature Cancer divulgou, junto com uma série de...
A.C.Camargo Cancer Center representa o Brasil em evento no Institut Curie
Comprehensive Cancer Center francês é referência na pesquisa do tratamento do câncer de mama, olho, sarcomas e tumores pediátricos a partir de radioterapia Médicos do A.C.Camargo Cancer Center participaram do Jantar dos Embaixadores, realizado no Institut Curie, um dos principais centros europeus de pesquisa do...
Estudo com mais de 5 mil mulheres tratadas no A.C.Camargo revela sobrevida duplicada em casos de câncer de mama
Em pacientes com metástase, o índice de longevidade saltou de 20,7% para 40,8% entre 2000 e 2012; e, em estágio inicial, alcançou 98,7% As mulheres que recebem um cuidado multidisciplinar no Centro de Referência em Tumores de Mama do A.C.Camargo estão superando a doença em...
AACR 2019: o papel protetor do microbioma intestinal durante o tratamento imunoterápico
Fibras prebióticas e probióticos podem influenciar na eficiência da terapia Por Diana Noronha Nunes, bióloga pesquisadora do Laboratório de Genômica Médica do Centro Internacional de Pesquisa (CIPE) do A.C.Camargo Cancer Center Mais uma vez o tema da avaliação do microbioma intestinal em pacientes tratados com...