6 informações sobre
câncer de pênis
que você precisa saber
6 informações
sobre câncer de pênis
que você precisa saber

Publicado em: 25/11/2019 - 16:58


E uma delas é que água e sabonete são muito importantes para combater a doença

Grande parte dos pacientes atendidos com câncer de pênis no A.C.Camargo Cancer Center chega com o tumor em estágio avançado, quando a amputação do órgão é quase inevitável. Porém, como esta não é uma doença silenciosa e o seu desenvolvimento costuma ser lento, a amputação poderia ser evitada se o paciente procurasse um médico ao notar os primeiros sintomas.

Dr. Stenio Zequi, head do Centro de Referência de Tumores Urológicos, explica as principais informações que todo homem precisa saber sobre a doença.
 

Sinais e sintomas que podem indicar a doença

  • Mudanças na pele, com área que fica mais grossa, alteração da cor, nódulo, ferida que sangra ou não cicatriza, erupção cutânea vermelha sob o prepúcio, pequenas feridas escamosas, crescimento de manchas marrom-azuladas planas, fluido malcheiroso ou sangramento sob o prepúcio.
  • Inchaço na cabeça do pênis.
  • Nódulos na virilha (quando o tumor alcança os gânglios linfáticos).

 

Condições inadequadas de higiene

Uma das causas da doença é a falta de acesso adequado à higiene íntima, decorrentes de baixas condições socioeconômicas e de instrução. Fazer a limpeza diária do pênis com água e sabonete é importante para evitar o acúmulo de secreções, que podem causar a proliferação de bactérias e infecções.

 

Fimose 

Ao fazer a higiene íntima, é importante expor a glande (cabeça do pênis) para fazer a limpeza adequada.  A fimose (excesso de pele que recobre a cabeça do pênis) não permite que a glande seja exposta e, dessa forma, a higienização do órgão fica prejudicada.

 

HPV e câncer de pênis

O papilomavírus humano (HPV), transmitido por meio de relações sexuais desprotegidas, é uma das causas da doença, além de também ser responsável por tumores no útero e ânus, por exemplo. Antecedentes de doenças sexualmente transmissíveis, como Aids, também aumentam o risco de câncer de pênis. Por isso, é importante utilizar preservativo, inclusive durante a prática de sexo oral.

 

Fumo é fator de risco para a doença

Fumar é um fator de risco para câncer de pênis. Se o fumante for portador do HPV, o risco é ainda maior.

 

A detecção precoce evita a amputação

Sempre que possível, são utilizadas técnicas que evitam a amputação do pênis, a fim de manter a função sexual, a aparência e a capacidade de urinar de pé. Porém, se o tumor é grande ou se encontra em estágio avançado, parte do pênis ou todo ele será retirado. Ou seja, com a detecção precoce da doença, são menores as possibilidades de amputação.