Gráficos e números estatísticos

Epidemiologia e Estatística

O Grupo de Epidemiologia e Estatística em Câncer (GEECAN) é uma unidade de pesquisa que coordena, desenvolve e participa de estudos epidemiológicos em câncer, unicêntricos e multicêntricos, em colaborações nacionais e internacionais. Além de estudos ecológicos (de base populacional), também fazem estudos caso-controle para investigar novos fatores de risco associados ao câncer. A equipe de GEECAN também faz estudos de sobrevida dos pacientes tratados no A.C. Camargo Cancer Center, com objetivo de avaliar o perfil do paciente tratado e seus fatores prognósticos. 


Como atividade de suporte, o GEECAN faz orientação em desenho de estudos e apoio em análises estatísticas em projetos de pesquisa dos alunos do programa de pós-graduação e pesquisadores da Fundação Antônio Prudente. Também tem trabalhado em colaboração com a Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (IARC) (da Organização Mundial da Saúde - OMS) e com o Instituto Nazionale dei Tumori di Milano, na Itália e é membro colaborador do IASLC (International Association for the Study of Lung Cancer).
 

 

Equipe

Pesquisador Principal

Dra. Maria Paula Curado

Dra. Gisele Aparecida Fernandes - Epidemiologista

Dr. Allan Alves Fernandes - Bioestatístico

Linhas de pesquisa

Estudo multicêntrico em colaboração com a Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (IARC - International Agency for Research on Cancer) estruturado por meio do um consórcio internacional composto por países da América Latina. O objetivo deste estudo é investigar os fatores genéticos do HPV, do consumo de tabaco e do consumo de álcool na etiologia e evolução clínica dos cânceres de cabeça e pescoço (cavidade oral, laringe e faringe) nos países da América Latina.

Trata-se de um eixo de estudo epidemiológico do projeto temático “Epidemiologia e genômica de adenocarcinomas gástricos no Brasil”, coordenado pelo Laboratório de Genômica Médica do Centro Internacional de Pesquisa do A.C.Camargo Cancer Center (CIPE). É um estudo caso-controle multicêntrico da epidemiologia do câncer gástrico no Brasil em São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Goiânia, que investiga o estilo de vida e os hábitos alimentares dos pacientes.

Estudo multicêntrico que investiga as assinaturas mutacionais em cinco neoplasias malignas. Feito em colaboração com União Europeia e a Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (IARC), o estudo pretende esclarecer quais as causas das principais diferenças geográficas globais na incidência do câncer nos países participantes.

Projeto interdisciplinar sobre a exposição ocupacional ao asbesto (amianto) no Brasil. O estudo é coordenado pela Fundacentro de São Paulo e pelo Instituto Saúde Coletiva/Universidade Federal da Bahia. O GEECAN participa na avaliação “Qualidade do registro de câncer relacionado ao asbesto em sistemas de informação em saúde”, com foco em tumores do tipo mesotelioma.

Estudo multicêntrico na América Latina que investiga os subtipos moleculares e o estilo de vida em mulheres jovens com câncer de mama, coordenado pela Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (IARC). O principal benefício desta pesquisa a longo prazo será a prevenção do câncer de mama e detecção precoce em subgrupos altamente suscetíveis, através da melhor compreensão dos fatores de risco para o câncer da mama na pré-menopausa. E desenvolver estratégias para prevenir futuros casos por meio de intervenções orientadas para fatores de risco modificáveis como a dieta e o estilo de vida.

Estudos Translacionais de Câncer de Cabeça e Pescoço na América do Sul e Europa (HEADSpAcE) é um projeto que reúne um consórcio de 18 instituições na pesquisa do câncer de cabeça e pescoço (CCP). Financiado pela União Europeia (H2020), e com convênio com a FAPESP em São Paulo, um dos principais objetivos é entender as razões do diagnóstico tardio do câncer de cabeça e pescoço.

Os estudos têm como foco os cânceres de cavidade oral, orofaringe e laringe, especificamente os carcinomas de células escamosas. Outros interesses das pesquisas são: (a) a busca de evidências genômicas de preditores de prognóstico com potencial para reduzir a morbidade relacionada ao tratamento; (b) a identificação de métodos adequados para o diagnóstico do câncer causado pelo vírus do papiloma humano (HPV); (c) desenvolvimento e implementação de novas diretrizes (guidelines) para cuidados clínicos / tratamentos.


Site: https://headspace.iarc.fr/
Twitter: https://twitter.com/HEADSpAcE_Study
LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/headspace-study
 

Cabeça e Pescoço 

  • Estudos multicêntricos tipo caso-controle em carcinoma escamoso de cavidade oral, orofaringe, laringe Brasil, América Latina - Head Space/Interchange /IARC
  • Estadiamento e tratamento do carcinoma espinocelular de cavidade oral, orofaringe e laringe: um estudo multicêntrico. 
  • Comunicação sobre câncer de cabeça e pescoço – da pesquisa para a sociedade.

Epidemiologia do Adenocarcinoma Gástrico no Brasil 

  • Exercício físico e câncer gástrico - fatores associados
  • Fatores Clínicos, Radiológicos e Patológicos Associados ao Estadiamento I no Adenocarcinoma Gástrico em uma coorte prospectiva.
  • Doença periodontal e adenocarcinoma gástrico
  • Padrão de dieta e o risco de adenocarcinoma gástrico 
  • Estilo de vida, padrão alimentar e estadiamento associados à sobrevida de pacientes com adenocarcinoma gástrico: um estudo prospectivo em Belém-Pará, Norte do Brasil.
  • Mortes precoces e sobrevida em adenocarcinoma gástrico – fatores associados 

Câncer de Mama

  • Biomarcadores, fatores sociodemográficos e estilo de vida em uma coorte prospectiva de pacientes com câncer de mama.
  • Câncer de mama metastático – fatores associados a sobrevida – tratamento 
  • Sobrevida global em pacientes com segundo tumor primário de mama.
  • Associação do câncer de mama com obesidade e comorbidades: análise de uma coorte prospectiva.

Estudos de sobrevida hospitalar - registro hospitalar de câncer

  • Pulmão 
  • Próstata 
  • Colo de útero
  • Pele (Melanoma)

Estudos ecológicos de base populacional em bases secundárias nacionais e internacionais - Incidência Mortalidade Tendência Coorte 

  • Pulmão  
  • Pênis 
  • Pâncreas 
  • Rim
  • Estômago

Avaliação de conteúdo

Você gostaria de avaliar esse conteúdo?
Esse conteúdo foi útil?
Gostaria de comentar algo sobre esse conteúdo?
Ao continuar você confirma ter ciência de nossa Política de Privacidade e dos respectivos Avisos de Privacidade e Proteção de Dados presentes em nosso Portal de Privacidade.
CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.