Mitos & verdades sobre tumores abdominais

Publicado em: 03/12/2019 - 08:12:33
Institucional
Prevenção
Epidemiologia
Mitos & Verdades

O sistema digestório é fundamental na absorção de nutrientes dos alimentos para o funcionamento do organismo. Conhecer os sinais ou possíveis fatores de risco para doenças, como o câncer, pode ajudar a desmitificar alguns mitos e esclarecer dúvidas sobre a saúde de órgãos situados na região abdominal, como esôfagoestômagopâncreas e fígado.
 

Pessoas de países orientais têm maior risco de desenvolver câncer no abdômen?

Depende. O grau de incidência do câncer é bastante relacionado aos hábitos da população. Os orientais, por exemplo, utilizam grande quantidade de sal na conservação ou no consumo dos alimentos, o que aumenta o risco de tumores gástricos.

No entanto, estudos indicam que se esses povos forem transferidos aos Estados Unidos e adquirirem o hábito alimentar deste país, é possível que o risco de desenvolvimento de câncer mude, por exemplo, para o de intestino, mais comum na população americana.
 

O histórico familiar pode ser um fator de risco para o desenvolvimento de tumores abdominais?

Verdade. O diagnóstico de um familiar com câncer não necessariamente determina o surgimento de um fator hereditário. No entanto, quando ocorrem pelo menos dois casos do mesmo tipo de câncer na família ou em um paciente com idade precoce (antes dos 40 anos), é possível que existam alterações genéticas que predispuseram aos tumores.

Entre as síndromes hereditárias relacionadas à região do abdômen, o Câncer Gástrico Difuso Hereditário se destaca. Apesar de sua incidência ser bastante rara, pode aumentar o risco de desenvolvimento do câncer em até 80%.
 

Tabagismo é fator de risco somente para câncer de pulmão?

Mito. O uso do cigarro pode ser um dos fatores de risco para vários outros tipos de câncer, como estômago, bexiga, boca e garganta. E, assim como no caso do pulmão, o tabagismo torna-se um dos principais elementos que predispõem ao desenvolvimento de tumores no esôfago e no pâncreas.

Dr. Felipe José Fernandez Coimbra - CRM 93020
Diretor do Núcleo de Cirurgia Abdominal
Especialista em Cancerologia Cirúrgica - RQE 30634
Especialista em Cirurgia Geral - RQE 30635

Veja também

Confira dicas de alimentação para reduzir os efeitos colaterais do tratamento oncológico
Saiba o que e como comer em casos de diarreia, falta de apetite, dor para engolir, entre outros sintomas Durante o tratamento de quimioterapia ou radioterapia, o paciente poderá apresentar alguns efeitos colaterais como enjoos, diarreia, alteração do paladar, falta de apetite, constipação e feridas...
Residência Multiprofissional em Saúde 2020 - Edital de Divulgação do Gabarito
O A.C.Camargo Cancer Center (cuja razão social é Fundação Antônio Prudente), DIVULGA aos candidatos inscritos no Processo de Residência Multiprofissional em Saúde 2020, o gabarito da prova objetiva realizada em 27 de outubro de 2019, conforme adiante: 001. PROVA OBJETIVA PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM...
Mudanças de paradigma marcam Next Frontiers em Ginecologia
Novas perspectivas de tratamento de cânceres de útero, endométrio e ovário são alguns dos destaques deste ano Mudanças de paradigma são os pontos de destaque na programação do Painel de Ginecologia Oncológica: um exemplo é a terapia alvo com inibidores de PARP usada no tratamento...
Os avanços na área de inteligência artificial em oncologia
Cada vez mais, as máquinas podem cuidar de tarefas complexas que consomem muito tempo dos médicos. Todos os dias são gerados 25 exabites de dados em oncologia, o equivalente a mais de 629 milhões de livros do Harry Potter. Quem consegue ler e interpretar tudo...
Treino funcional para fazer em casa e com a família
Para quem está participando da Semana da Saúde e Prevenção do A.C.Camargo Cancer Center e quer fazer uma aula mais movimentada, não perca as aulas com treino funcional, que serão às 19h nos dias 25 e 26/11. Guilherme Ogres, profissional de educação física da Studio...