Política de Sustentabilidade
Política de Sustentabilidade

1.    OBJETIVOS

1.1.    A Política de Sustentabilidade (“Política”) do A.C.Camargo Cancer Center (“Instituição”) tem como objetivo estabelecer diretrizes para gerir suas atividades de forma sustentável, considerando fatores econômicos, sociais e ambientais, bem como riscos e oportunidades a esses relacionados, tanto em seus processos administrativos quanto nos de assistência aos pacientes e aos seus projetos de pesquisas. A Política visa, ainda, reforçar o compromisso da Instituição com a geração de valor para a sociedade, em linha com diretrizes regulatórias nacionais e internacionais e com aquelas decorrentes de compromissos com adesão voluntária.

2.    APLICAÇÃO

2.1.    Esta Política se aplica a todos os colaboradores da Instituição, integrantes de seu corpo clínico e multiprofissional, alunos, pesquisadores internos e externos, voluntários, fornecedores, prestadores de serviços, parceiros comerciais e quaisquer terceiros ou partes relacionadas.

3.    ABRAGÊNCIA

3.1.    Esta Política abrange todas as unidades organizacionais da Instituição.

4.    DESCRIÇÃO

PRINCÍPIOS

A Instituição tem a sustentabilidade entre seus valores e a considera um fator fundamental para garantir o acesso da população a tratamentos eficazes e inovadores de combate ao câncer, conectando aspectos financeiros e não financeiros diretamente ao seu conceito e às suas atividades principais.

Ter a sustentabilidade como um valor significa atuar com respeito à diversidade cultural e aos interesses de todos os públicos, direta ou indiretamente envolvidos no negócio, reduzindo ou otimizando o uso de recursos naturais e minimizando seu impacto sobre o meio ambiente, preservando a integridade do planeta para as futuras gerações, sem desprezar a rentabilidade econômico-financeira do negócio.

 

DIRETRIZES GERAIS

As diretrizes descritas nessa Política norteiam todas as atividades desenvolvidas na Instituição e estão de acordo com as prioridades estabelecidas em uma agenda institucional de sustentabilidade, que inclui aspectos de integridade, gestão da cadeia de valor, eficiência no uso de recursos naturais, e qualidade e segurança de serviços e processos, com foco em colaboradores e pacientes, visando à perenidade da Instituição.

 

Ética e Governança

A Instituição acredita que a boa governança corporativa é uma forma de geração de valor para a sociedade e, como consequência, de garantia de sua sustentabilidade. Desta forma, empenha-se em implantar as melhores práticas de governança corporativa, para atuar em conformidade com as leis e regulamentos relevantes, além dos outros compromissos voluntariamente assumidos pela Instituição e que estejam em linha com a agenda global de desenvolvimento sustentável.

A Instituição busca manter relações éticas e transparentes com todas as partes interessadas, inclusive por meio de adoção de códigos de condutas que estabeleçam os princípios éticos que devem orientar a atuação de seus colaboradores e parceiros comerciais.

A Instituição busca incorporar os princípios da sustentabilidade nos processos de planejamento estratégico, nos programas de investimentos, nas decisões e priorização de alocação de recursos e orçamento, permeando todas as suas atividades.

A atuação da Instituição é sempre orientada pelo objetivo de minimizar e mitigar os riscos financeiros, ambientais, sociais, operacionais e outros inerentes ao seu negócio, e para isso busca garantir uma gestão eficiente dos riscos.

A inovação é elemento fundamental para um Cancer Center e imprescindível para a entrega de um serviço de qualidade e de alta complexidade, principalmente no que se refere a novas tecnologias, novos modelos de atenção e cuidado do paciente e novas frentes de atuação profissional. A Instituição, que tem a inovação como um de seus valores, permeando toda sua história, promove a pesquisa, o desenvolvimento científico e a inovação tecnológica, realizando a difusão e incorporação de tecnologias (inclusive de diretrizes clínicas) baseadas em evidência científica, com vistas a oferecer aos seus pacientes o melhor tratamento custo-efetivo.

 

Meio ambiente

A Instituição valoriza e protege o meio ambiente, de maneira inclusiva e com justiça social, considerando os princípios do desenvolvimento sustentável, de forma a integrá-los em todos os processos e serviços.

Um dos pilares da atuação sustentável da Instituição é a proteção ao meio ambiente, por meio (i) da otimização e racionalização dos recursos naturais renováveis e não renováveis, incluindo eficiência energética e o combate ao desperdício, (ii) da prevenção à poluição, e (iii) da minimização dos impactos ambientais de suas atividades, processos e serviços prestados, buscando também influenciar a cadeia de valor em que está inserida.

Para atingir esse propósito, a Instituição gere seus ativos intangíveis agregando conhecimento institucional e conceitos de sustentabilidade aos negócios, buscando soluções inovadoras e economicamente viáveis. A melhoria contínua dos processos organizacionais e dos sistemas de gestão ambiental é estimulada, visando a eficiência no desempenho com a minimização dos impactos ao meio ambiente, o gerenciamento dos resíduos e o tratamento adequado dos eventos identificados de não conformidade.

De forma regular, a Instituição avalia sua operação e suas práticas para que o consumo de água e energia, bem  como a emissão de gases de efeito estufa, sejam reduzidos e otimizados, tanto na menor geração de resíduos (com gestão de processos voltados para redução, reciclagem e destinação correta), quanto nos impactos da emissão de gases decorrentes dos transportes de seus pacientes e funcionários, dado o volume relevante de pessoas que circulam diariamente no complexo hospitalar.

De forma aberta, a Instituição mantém o diálogo com todas as partes interessadas, buscando antecipar-se às manifestações relacionadas a aspectos ambientais relevantes, contribuindo com para o desenvolvimento sustentável em todas as suas dimensões e em toda sua cadeia de valor.

A Instituição busca selecionar fornecedores que ofereçam o menor impacto possível com seus produtos, serviços e suas operações, com especial atenção para o caso de materiais e medicamentos, que inclui o consumo de insumos químicos, farmacêuticos e plásticos.

O consumo de alimentos também representa, em volume, impacto significativo dos insumos necessários para as operações hospitalares, de modo que a Instituição prioriza alimentos saudáveis e produzidos de forma sustentável, como forma de reduzir o impacto ambiental e promover a alimentação saudável de seus pacientes.

A Instituição promove, ainda, ações para a sensibilização e capacitação dos colaboradores quanto a responsabilidades com o meio ambiente, além de desenvolver iniciativas que assegurem o cumprimento da legislação e de outros compromissos ambientais subscritos pela Instituição.

 

Direitos humanos

Para atuar de forma sustentável, é condição básica que todas as iniciativas sejam fundamentadas na Declaração Universal dos Direitos Humanos, buscando promover e resguardar esses princípios em todas suas atividades e esferas de influência. Sendo assim, a Instituição promove iniciativas que visem à valorização da diversidade, à inclusão e ao combate à discriminação em relação a gênero, orientação sexual, raça, crenças, etnia e pessoas com deficiência, entre outras características.

A Instituição promove um ambiente de trabalho ético e inclusivo que (i) valoriza a diversidade e a criatividade, (ii) promove a motivação, a satisfação, o comprometimento e desenvolvimento profissional e pessoal de seus colaboradores, e (iii) busca a melhoria contínua das condições de trabalho para o bem-estar dos colaboradores, por meio de elevados padrões de qualidade de vida, saúde e de segurança do trabalho.

A Instituição, que tem como essência o cuidado com as pessoas, valoriza o fato de ser uma organização inclusiva e que distribui oportunidades com equidade e oferece condições de desenvolvimento para todos. A diversidade é considerada na tomada de decisões em relação a todos os seus públicos e atividades, favorecendo o próprio desenvolvimento institucional e o da sociedade.

É também diretriz dessa Política promover a conscientização e garantir que todas as iniciativas desenvolvidas pela Instituição não estejam de nenhuma forma associadas a práticas de trabalho infantil, forçado, obrigatório ou em condições análogas ao escravo, ou a atividades associadas à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Do ponto de vista dos pacientes e operadoras de saúde, a Instituição busca oferecer o melhor tratamento, considerando (i) a qualidade do cuidado, tendo como referência as melhores práticas preconizadas pelas entidades certificadoras e pelos melhores centros internacionais; (ii) a custo-efetividade do tratamento, buscando opções terapêuticas adequadas, com base em evidências científicas e economicamente sustentáveis; e (iii) o direito fundamental à privacidade do paciente, tomando todas as medidas necessárias para a proteção de seus dados pessoais, em especial os dados de seu prontuário relativos à sua condição clínica.

 

Diálogo e engajamento

A Instituição desenvolve suas atividades com respeito a seus públicos de relacionamento e busca conciliar seus interesses, em todas as etapas de suas operações, por meio de diretrizes baseadas na ética e na responsabilidade socioambiental, para que suas ações tragam os menores impactos possíveis à sociedade e ao meio ambiente, no presente e no futuro.

Para tanto, estabelece canais de diálogo estruturados, abertos, transparentes e permanentes, respeitando a  equidade, a diversidade e a cultura do local onde atua e do público que atende, ouvindo suas considerações sobre a atividade da Instituição, de modo a influenciar a tomada de decisões em todos os níveis de governança.

A Instituição promove ações de sensibilização para o público interno e demais partes interessadas, de forma a conscientizá-los sobre a importância da sua relação com o meio ambiente e com a sociedade como um todo, além de relatar periodicamente (ou sempre que houver necessidade) as informações relevantes ligadas ao tema da sustentabilidade, adequando linguagens e mídias às necessidades das diferentes partes interessadas.

Os colaboradores são envolvidos de forma a transformar suas atitudes no ambiente corporativo e em seu cotidiano, estimulando seu compromisso com a responsabilidade social e o meio ambiente e, desta forma, contribuindo para o desenvolvimento da cidadania, da cultura e do conhecimento.

A Instituição reconhece a importância de critérios de compras sustentáveis e na seleção e gestão de fornecedores como forma a promover o desenvolvimento sustentável. Para tanto, ao adquirir produtos e serviços, a Instituição busca garantir a aderência de seus fornecedores e contratados a esta Política de Sustentabilidade, inclusive por meio de disposições contratualmente vinculantes.


AGENDA INSTITUCIONAL DE SUSTENTABILIDADE

Para dar contribuições relevantes para a sociedade e suas partes interessadas, a Instituição identifica os fatores que definem as dinâmicas socioambientais em que está inserida e, com base neles, define os temas prioritários das iniciativas que integrarão sua plataforma de sustentabilidade, que se estruturará em torno dos seguintes pilares de atuação:

(i)    Pessoas: abrange tanto as práticas relacionadas ao capital humano (em aspectos como diversidade, inclusão e qualificação) quanto àquelas ligadas à atuação filantrópica da organização;

(ii)    Cadeia de fornecimento: explora a conexão da Instituição com seus parceiros comerciais, tais como fornecedores, operadoras de planos de saúde e outras instituições, para buscar a diminuição da pegada ambiental, e o aumento da confiança e da eficiência em atividades e relacionamentos;

(iii)    Meio ambiente: desafia a Instituição a encontrar soluções em campos como eficiência energética, gestão de resíduos e construção de parcerias para o gerenciamento dos impactos; e

(iv)    Futuro: um olhar amplo para a perenidade da Instituição, contemplando aspectos econômico- financeiros, de reputação, de inovação e de construção e gerenciamento da estratégia.
 

Ciclos das ações de sustentabilidade

As ações de sustentabilidade devem ser geridas de forma contínua: na medida em que se promovem avanços, surgem novas oportunidades de melhoria, de redução de impactos de suas atividades e de alinhamento com as diretrizes globais de desenvolvimento sustentável.

A Instituição monitora e antecipa tendências globais em temas de sustentabilidade, desenvolvendo, adotando, compartilhando e incentivando boas práticas, de forma que aqueles prioritários – integrantes da plataforma em cada um de seus quatro pilares de atuação – sejam constantemente revisados com vistas a promover, implantar e disseminar ações de melhoria contínua.

 

Monitoramento dos resultados e continuidade

Tão importante quanto desenvolver ações estabelecidas na Plataforma de Sustentabilidade é acompanhar os resultados obtidos. A Instituição monitora sistematicamente suas iniciativas de sustentabilidade para avaliar se o direcionamento definido promove os impactos esperados ou se requer ações de ajustes.

O compromisso com a perenidade da Instituição e com o desenvolvimento sustentável é reforçado com a incorporação dos resultados de desempenho dos indicadores de sustentabilidade nos ciclos de planejamento subsequentes.


RESPONSABILIDADES

Em termos desta Política, são responsabilidades dos órgãos de governança da Instituição:

(i)    Conselho Curador: Aprovar e alterar esta Política, definir a estratégia de sustentabilidade da Instituição e garantir seu alinhamento com as diretrizes estratégicas estabelecidas para suas atividades;

(ii)    Diretoria Estatutária: Aprovar o plano operacional da Plataforma de Sustentabilidade e as iniciativas que a integração em seus diferentes ciclos;

(iii)    Comitê Executivo de Sustentabilidade e Filantropia: Garantir a implantação das iniciativas de Sustentabilidade de forma alinhada aos termos dessa Política, zelando pela observância de seus princípios em todas as suas decisões, e orientar o planejamento e a execução das atividades de acordo com as diretrizes supracitadas; e

(iv)    Superintendência de Relações Institucionais e Sustentabilidade: gerir as iniciativas definidas na Agenda Institucional de Sustentabilidade, garantindo o alinhamento a esta Política e a consecução dos objetivos e metas estabelecidos.