Pacientes e Tudo Sobre o Câncer

Tumor de Wilms

O tumor de Wilms é o tumor renal maligno mais frequente em crianças. A faixa etária de aparecimento é entre 2 a 4 anos. Frequentemente o tumor aparece apenas em um rim. Em cerca de 5% dos casos pode haver tumor bilateral, comprometendo os dois rins.

Na maioria dos casos as crianças não apresentam nenhum sintoma, sendo o tumor descoberto quando a mãe ou outro familiar nota o aumento da barriga da criança e percebe a tumoração. Outras vezes a criança é levada ao pediatra para exames de rotina e ele identifica o tumor ao examinar a criança.

Todos os pacientes com Tumor de Wilms são tratados com quimioterapia e cirurgia com retirada do rim que contém o tumor. Em pacientes com doença avançada há indicação de radioterapia concomitante. A intensidade do tratamento quimioterápico depende da extensão da doença.

Dessa forma, pacientes que têm tumor pequeno e localizado recebem menor intensidade de quimioterapia, enquanto os que têm doença disseminada precisam receber tratamento quimioterápico mais intenso. Entretanto, o tumor de Wilms é um tumor muito sensível à quimioterapia e à radioterapia, o que permite grande possibilidade de cura, mesmo em pacientes com doença avançada.

Na maioria dos casos de crianças que tem Tumor de Wilms não são identificados fatores de risco. Entretanto, em crianças que têm síndromes genéticas como hemihipertrofia (um lado do corpo maior que o outro), má formação do aparelho urinário e/ou genital e aniridia (ausência da íris) a chance de aparecimento deste tumor é maior.