O Sonho de Carmem - A.C.Camargo Cancer Center

O Sonho de Carmem

O Sonho de Carmem

UMA LUTA HISTÓRICA

"Câncer".
Durante centenas de anos, a mera menção à palavra ecoou como uma espécie de condenação à morte. Uma vez diagnosticado com a doença, o paciente parecia destinado a despedir-se da vida. O próprio nome da moléstia, na maior parte das vezes, sequer era mencionado - era, quando muito, balbuciado. Termo de origem latina, câncer significa "caranguejo" e a terrível enfermidade foi assim batizada porque as células doentes infiltram-se entre as sadias e, tal e qual pinças de um caranguejo, tratam de sufocá-las. Doença de caráter universal, o câncer há milênios ataca seres humanos de todas as idades e grupos étnicos, em todas as latitudes do planeta. E o faz em tais dimensões que sua disseminação se assemelha à de uma epidemia.

Mas, felizmente, esse quadro amedrontador vem se modificando para melhor e com rapidez. Várias formas de câncer são curáveis e seu diagnóstico - especialmente se precoce - já está longe de configurar um atestado de óbito. Isso só ocorre, no entanto, porque há mais de dois séculos a humanidade trava luta ferrenha contra a doença mais característica dos tempos modernos. Tais avanços se fundamentam em estudos cada vez mais profundos e especializados, tendo gerado o surgimento de notáveis instituições hospitalares, no seio das quais o "imperador de todos os males" está sendo combatido com rigor e métodos progressivamente eficientes.

O Brasil é um dos líderes mundiais em casos de câncer - e tornou-se um dos países onde mais se enfrenta a doença. E neste contexto a publicação deste livro narra a história do câncer no Brasil e no mundo e particularmente a história de uma das mais importantes instituições que o combate: o A.C.Camargo Cancer Center.

Como no clássico quadro de Pablo Picasso "Ciência e Caridade", as figuras pioneiras por trás do A.C.Camargo constituem o casal Antônio e Carmem Prudente. Carmem, a personificação da caridade, foi uma jornalista de brio e fulgor que em 1946 criou a Liga Feminina de Combate ao Câncer e mobilizou a população de São Paulo numa campanha para a construção do "Hospital do Câncer". Seu marido, o cirurgião Antônio Prudente Meireles de Moraes, neto do ex-presidente Prudente de Moraes, fundou o hospital em 1953, batizando-o em homenagem a seu mestre na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, Antônio Cândido de Camargo, fundador da Associação Paulista de Combate ao Câncer. Antônio e Carmem representam a ciência no que ela tem de melhor e mais humanitário.

Mais do que isso, a ligação de Antônio Prudente com o seu avô e primeiro presidente civil do País Prudente de Moraes, bem como a conexão que cedo se estabeleceu entre Carmem Prudente e o então presidente do Brasil, Getúlio Vargas, também permitiram que, sem perder o foco no combate ao câncer, este livro possa lidar com a história da República Velha, com a Revolução de 30 e toda a Era Vargas. A trajetória do Hospital A.C.Camargo e da luta contra o câncer no Brasil é, portanto, história que interessa e abrange todos os brasileiros. Embora raros de nós tenhamos feito o que Carmem, Antônio Prudente e A.C.Camargo foram capazes de realizar.

Clique aqui para baixar o livro.