Responsabilidade Social - Ações

Responsabilidade Social - Ações

A responsabilidade social está na essência  do A.C.Camargo e em linha com seus valores, e seu papel de difusão de conhecimento,  prevenção e diagnóstico.

Como detentor de informações, muitas dessas geradas por meio de linhas de pesquisas científicas realizadas dentro da Instituição, o A.C.Camargo Cancer Center entende o seu papel como formador de profissionais em oncologia e a importância de disseminar informações para a sociedade que contribuam para gerar mais conhecimento sobre a doença, seus fatores de risco, a prevenção, o diagnóstico e o tratamento.

Na prática, são investidos recursos próprios para promover diversas iniciativas de caráter social. Entre elas, subsídios para a educação em oncologia, desenvolvimento de pesquisas para geração de conhecimento do câncer, assistência gratuita à população, inclusão e reinserção de crianças na sociedade durante e após o tratamento, engajamento da população no combate ao câncer, mudando comportamentos, adotando hábitos saudáveis, evitando os fatores de risco e multiplicando as informações aos seus círculos de relacionamento.

Conheça os principais projetos:

 

Programa Dona Carolina Tamandaré

Em 2016, a Fundação Dona Carolina Tamandaré, que atendia crianças e adolescentes do entorno do A.C.Camargo, na região do Glicério, foi incorporada à Fundação Antônio Prudente passando a integrar a área de Ensino. Agora, como um programa, sua principal atribuição é prover educação por meio da concessão de bolsas de estudos em cursos de inglês e de computação, além de formação em noções administrativas aos adolescentes que buscam o primeiro emprego. Também provê assistência à saúde odontológica e oftalmológica e organiza eventos socioculturais.

O A.C.Camargo pretende estender os benefícios desse programa também a ex-alunos da Escola Especializada Schwester Heine, que são na sua integralidade pacientes oncopediátricos que passaram pela Instituição e que, devido ao câncer, encontram barreiras sociais.

 

Ações de saúde

Em 2016, realizamos mais de 3,8 milhões de atendimentos, entre consultas, exames diagnósticos, cirurgias, sessões de quimioterapia e radioterapia. Somente no setor ambulatorial, foram 2.299.326 atendimentos aos usuários do SUS (60,6%) e 1.493.886 atendimentos aos demais usuários (39,4%).