Tratamento oncológico

Medicina Nuclear

Nosso Centro de Medicina Nuclear é referência mundial na área. Somos pioneiros em Medicina Nuclear no Brasil, desde a década de 1960, e também fomos os primeiros a utilizar o exame PET-CT com 18F-FDG em oncologia. 

É uma especialidade médica que utiliza a radiação tanto em exames diagnósticos quanto em tratamentos. Ela se baseia em reações bioquímicas do metabolismo humano: o paciente recebe uma pequena quantidade de material radioativo que, em contato com certas substâncias, vai reagir e indicar a presença do câncer nos órgãos examinados. As imagens revelam, pela concentração da substância, onde estão os tumores, quais suas dimensões, se estão ou não ativos.

Quando a radiação acoplada a estes materiais é do tipo Beta, pode-se usar o princípio para alcançar as lesões e assim tratá-las com irradiação, seletivamente de dentro para fora, e destruir os tecidos doentes. Os equipamentos de imagem diagnóstica para estes métodos são as gama câmeras SPECT e o PET-CT, complementados com a utilização de material radioativo. A radiação envolvida nos tratamentos é maior e diferente daquela empregada nos exames, necessitando muitas vezes de internação do paciente.

Contamos atualmente com dois novos equipamentos de última geração em operação, além de dois SPECT-CTs e quatro gama-probes cirúrgicos para os demais procedimentos.

O que fazemos

Tratamentos

Temos uma infraestrutura completa, a UTR, com cinco apartamentos estruturados especificamente para os tratamentos em Medicina Nuclear, como cirurgias radioguiadas (ROLL e Linfonodo sentinela), os tratamentos com 131 Iodo para o Câncer da Tireoide, tratamentos com 177 Lutécio para os tumores carcinóides metastáticos, tratamentos de metástases ósseas dolorosas com o 153 Samário e o tratamento de Neuroblastomas com 131 I-MIBG.

Radioisótopos

O princípio desses tratamentos é o uso de substâncias associadas à emissão de radiação (radioisótopos). Elas são absorvidas pelos tumores, um tratamento de dentro para fora.
Tipos de Tratamentos com Radioisótopos

IodoTerapia - Tratamento com 131 Iodo
Indicado para câncer de tireóide após a cirurgia ou para tratamento das metástases desse tipo de câncer que podem ocorrer mesmo anos após a cirurgia.
É um tratamento simples: o paciente ingere um comprimido contendo o radioisótopo, que é então liberado e absorvido, sendo mais de 95 % do restante eliminado pela urina em até 24 horas.

Tratamento com 177 Lutécio-Octreotato
É o mais adequado para o tratamento dos tumores neuroendócrinos e carcinóides com metástases em outros órgãos. Esse tratamento é feito com apenas um dia de internação. O A.C.Camargo é um dos poucos centros mundiais habilitados e experimentados para fazer esse procedimento.

Tratamento com 131I-MIBG
Indicado para crianças com tumores metastáticos do gênero Neuroblastomas.

Tratamento com 153 Samário-EDTMP
Para o controle da dor óssea nos casos avançados de câncer de próstata, mama e pulmão.

Pesquisa e Ensino

Além de atender diariamente as consultas agendadas para os tratamentos e também realizar exames, nossa equipe altamente especializada se dedica às pesquisas e à produção científica continuada. E dá treinamentos para médicos residentes, biomédicos e físicos da área.