Cirurgia robótica
Cirurgia robótica

A cirurgia robótica em câncer, técnica na qual o A.C.Camargo Cancer Center é um dos centros pioneiros na América Latina, é um conjunto de procedimentos cirúrgicos realizados por meio de pequenas incisões que, com o uso de microcâmeras de alta definição, propiciam imagens ampliadas das estruturas corpóreas e em três dimensões. A tecnologia propiciada pelo uso do robô está permitindo grandes avanços na Medicina.

Utilizada desde 2013 na Instituição, a cirurgia robótica para o tratamento de câncer deixa cicatrizes menores, reduz mutilações e também as chances de transfusão sanguínea, causa menos dor ao paciente e permite sua alta num tempo menor. Além disso, o paciente volta as suas atividades diárias mais precocemente.

Com mais de dois mil procedimentos realizados em cinco anos, o A.C.Camargo Cancer Center conta com médicos especializados em cirurgia robótica para o tratamento do câncer em ginecologia, urologia, cabeça e pescoço, abdomen, pele, coloproctologia, tórax e pediatria. Estes profissionais, especializados em oncologia, trabalham em associação com os membros de outras especialidades na nossa Instituição, propiciando a integração do paciente nas várias etapas de seu tratamento.

Além disso, como um centro de ensino e pesquisa, o A.C.Camargo Cancer Center é o primeiro centro a ter um programa de treinamento, o fellowship, de cirurgiões em robótica nas especialidades de urologia e cirurgia de cabeça e pescoço. Nosso centro busca ampliar o uso da plataforma nas mais diversas especialidades da cirurgia oncológica.

O robô utilizado conta com quatro braços manipuláveis, em um deles está a câmera e nos demais os instrumentos da cirurgia. O cirurgião pode fazer até cinco pequenos cortes no local a ser operado. A câmera e os instrumentos são colocados por meio das incisões. O cirurgião fica posicionado na unidade de controle e enxerga a área de operação em uma tela que permite uma visão 3D (com noção de profundidade, ao contrário da laparoscopia, que é 2D) que pode ampliar de 10 a 12 vezes a imagem para observar pequenos detalhes. Essa precisão do equipamento transforma qualquer movimento que o cirurgião faça em movimentos muito menores e mais precisos na máquina, reduzindo inclusive tremores. Além disso, o robô reproduz e permite maior amplitude de alguns movimentos das mãos dos cirurgiões.