Notícias

Guia da Mulher: dicas e alertas para mulheres durante o tratamento oncológico
Guia da Mulher: dicas e alertas para mulheres durante o tratamento oncológico

Publicado em: 08/03/2016

Os cuidados com a saúde devem ser intensificados durante o tratamento de câncer. Algumas condutas terapêuticas, como a quimioterapia, podem aumentar o nível de sensibilidade da pele, tornando-a mais propensa a irritações ou lesões.

Entre as dúvidas mais comuns dos pacientes, há perguntas sobre maquiagem, uso de perucas, tingir os cabelos, entre outras. Para esclarecer o assunto, confira o Guia da Mulher, com dicas para manter a vaidade durante o tratamento oncológico. E atenção: não compartilhe produtos de higiene pessoal e cosméticos com outras pessoas ou pacientes. O uso deve ser restritamente próprio.
 

Cabelos

A queda de cabelos pode ser um efeito colateral do tratamento quimioterápico, porém não acontece em todos os pacientes – depende da dose e do tipo de medicamento utilizado, além do próprio organismo. Quando surge essa reação, lenços, chapéus e perucas podem ser utilizados. Os acessórios ajudam a proteger o couro cabeludo dos raios solares. Caso não se adapte a esses acessórios, recomenda-se utilizar o protetor solar.

Se optar pela peruca, procure uma com o peso menor que 300 gramas, para não ficar pesada; e com a medida ideal para a circunferência da cabeça, para não deixá-la frouxa ou estreita. Evite também deixar os lenços ou chapéus apertados. Encerrado o tratamento quimioterápico, é comum o cabelo crescer com textura e formato diferente do usual, o que costuma ser normalizado após alguns meses.

Atenção caso queira pintar os cabelos: somente após voltar a crescer. Utilize tinturas sem amônia e priorize as que contenham cremes hidratantes. Consulte um especialista para saber quando exatamente poderá tingir o cabelo – especialmente se não houver queda durante a quimioterapia.

Priorize xampus suaves, como os infantis. Se houver queda dos fios da sobrancelha, uma das opções é realizar maquiagem com produtos hipoalergênicos (que possui menor potencial de causar reações alérgicas).
 

Cuidados com a pele

A hidratação de toda a pele é sempre muito importante. Durante o tratamento oncológico, é ainda mais fundamental. Ao escolher qual creme hidratante utilizar, considere duas características:

  • Não deve conter perfume.
  • Não deve ser oclusivo ou comedogênico (produtos que obstruem os poros e aumentam a incidência de cravos).


Mesmo quem tem tendência acneica na pele não deve deixar de hidratá-la. Para descobrir qual creme hidratante é o mais adequado para você, consulte um dermatologista.

Evite também se expor ao sol. Caso precise, utilize sempre o protetor solar – inclusive nos dias nublados. Durante o tratamento oncológico, a pele fica mais sensível à emissão de raios ultravioleta (UV), o que pode aumentar os riscos de manchas, lesões cutâneas e até do câncer de pele. Opte por filtros solares mais suaves e sem perfume.
 

Hora do banho

Enxágue-se na água em temperatura morna – tomar um banho muito quente pode irritar e ressecar a pele.

Utilize sabonetes suaves, em especial do tipo sintético – sua fórmula química apresenta menor número de substâncias que podem causar alergia ou dermatites. No rosto, evite o uso de sabonetes abrasivos, pelo maior risco de causar irritações na pele – priorize sabonetes faciais, adequados para essa parte do corpo.
 

Maquiagem

Diversos acessórios de maquiagem são permitidos durante o tratamento oncológico. No entanto, não devem ser utilizados produtos com muito perfume, para evitar irritações na pele. Caso esteja muito sensível, evite usar maquiagem e aproveite para somente hidratá-la.

Se for utilizar sombra ou corretivo e optar pelo uso do pincel, escolha o mais macio, pois os mais ásperos podem incomodar a pele. Também o mantenha sempre limpo: lave com xampu neutro ou infantil.

Durante o tratamento do câncer, não utilize maquiagem à prova d'água. São mais difíceis de ser retiradas, o que pode exigir que se esfregue a pele com maior força, com mais chances de irritá-la ou machucá-la. Priorize produtos que sejam fáceis de remover.

Se for utilizar um batom, evite os comedogênicos ou os que podem ressecar a boca. Dê preferência aos que também hidratam os lábios.
 

Unhas

Para saber se é possível pintar as unhas durante o tratamento oncológico, um médico deve ser consultado. E, mesmo se houver permissão para utilizar esmalte, não se deve remover as cutículas.

Dra. Juliana Casagrande Tavoloni Braga - CRM 108983
Médica Titular do Núcleo de Câncer de Pele