Nota Fiscal Paulista

Nota Fiscal Paulista

Participe da Campanha Doe Sua Nota Fiscal Paulista para a Pesquisa do Câncer.

Veja abaixo mais informações sobre essa iniciativa.

A pesquisa realizada no A.C.Camargo Cancer Center tem como objetivo ampliar a compreensão dos mecanismos que levam ao surgimento e à progressão dos tumores, na busca por diagnósticos mais precisos, tratamentos mais eficazes e individualizados e melhora na qualidade de vida dos pacientes com câncer.

Os resultados dos trabalhos desenvolvidos são refletidos nos artigos publicados pelo A.C.Camargo em revistas internacionais desde a criação da escola de pós-graduação, em 1997. Além da contribuição ímpar para a história da ciência brasileira, com uma produtividade nunca alcançada por outra instituição médica de câncer no país, trata-se de um sólido legado para o conhecimento da oncologia em nível mundial.

Os projetos de pesquisa do A.C.Camargo Cancer Center são desenvolvidos em laboratórios equipados com tecnologias de ponta, disponíveis para todos os grupos de pesquisa, como sequenciadores de última geração, microscópios de alta resolução para análise de células e tecidos, equipamentos de imagem in vivo e sistema automatizado para avaliação de amostras tumorais. O A.C.Camargo mantém, ainda, colaboração ativa e importante com os principais centros de pesquisa do Brasil e do mundo.

Por meio da utilização das mais de 25 mil amostras biológicas de tumores, armazenadas no Biobanco da Instituição, são realizadas pesquisas que identificam marcadores moleculares em câncer, acelerando o desenvolvimento de estratégias de prevenção, diagnóstico, prognóstico e a identificação de novos alvos terapêuticos. O Biobanco é composto pelos Bancos de Tumores (com mais de 15 mil amostras de tecido tumoral) e de Macromoléculas (10 mil amostras de DNA e RNA), que estocam amostras derivadas de pacientes atendidos no A.C.Camargo, após autorização formal dos pacientes e do comitê de ética institucional.

A pesquisa desenvolvida no A.C.Camargo Cancer Center unifica a ciência básica e clínica, aplicando os achados científicos aqui produzidos na prática, para que os pacientes recebam o tratamento mais adequado e eficiente para combater todos os tipos de câncer.

Para dar continuidade ao desenvolvimento de projetos de pesquisa em prol do combate ao câncer, o A.C.Camargo Cancer Center realiza a campanha "Doe sua Nota Fiscal Paulista para a Pesquisa do Câncer". A Nota Fiscal Paulista é um projeto de estímulo à cidadania fiscal no Estado de São Paulo que tem por objetivo incentivar os consumidores a exigirem a entrega do documento fiscal na hora da compra. Além disso, visa gerar créditos aos consumidores, cidadãos e às empresas do estado.

Por meio de uma iniciativa simples, você pode contribuir para a pesquisa do câncer.

Fundamentação Legal

Transfiram os créditos decorrentes do incentivo de parte do ICMS, efetivamente recolhido pelo estabelecimento vendedor ou prestador de serviços às entidades paulistas de direito privado da área da saúde sem fins lucrativos.

A doação do crédito refere-se ao montante e corresponde a 30% do ICMS efetivamente recolhido pelo estabelecimento a seus consumidores. Para obter mais informações sobre a Nota Fiscal Paulista, acesse: http://www.nfp.fazendo.sp.gov.br

Para doar seus créditos referentes à Nota Fiscal Paulista ao A.C.Camargo Cancer Center você precisa apenas solicitar a nota fiscal sem a inclusão de qualquer CPF ou CNPJ.

Ao efetuar uma compra, em qualquer estabelecimento, solicite a nota fiscal e deposite-a nas urnas do A.C.Camargo Cancer Center, espalhadas pela cidade. As urnas serão recolhidas e as notas fiscais serão passadas para o CNPJ do A.C.Camargo; o crédito será imediatamente repassado aos Projetos de Pesquisa em Desenvolvimento no A.C.Camargo Cancer Center.

Mais informações: notafiscalpaulista@accamargo.org.br 

Principais Parceiros:

Já aderiram a essa iniciativa: Pistache Sorvetes e Sobremesas, Shopping Frei Caneca, Tradicional Bolos Caseiros, Bistrô Paraná, Velox Delicias da hora! - República e Luz, Blenz Café - Saraiva Sé, Supermercado O Preferido, Subway - Liberdade, Subway - Tatuapé, Tukas Motos, Mercado de Lingerie, Sinthoresp, Universidade São Judas, Auto Posto Ale - Belém e Ipiranga, Peccati Gelado e Doce, Ortifrut União Carrão, Supermercado Orlando MOrando, Mercado Rosinha, Igreja Luterana - Casa, Igreja Luterana - Sacomã, EMGA - Com. de Madeiras e Ferramentas - Santa Catarina/São Domingos/Butantã, Centro Empresarial São Paulo, Comercial Estreseve, Shopping Pátio Paulista, Nello's Cantina e Pizzaria - Leopoldina e Pinheiros, Sabesp, Rockets, Restaurante Arouca Grill, Farmácia Energia e Vida, Fermácia Galileu Galilei, Centro Universitário Paulistano - UNIPAULISTANA, Brasil Cacau - Liberdade, Keep - Centro, Mari M Lingerie, Bar e Lanches Duas Faculdades, Rei do Mate - Capital Paulista.

Nos pontos de vendas dessas empresas estão disponíveis urnas do A.C.Camargo. Ao depositar sua nota fiscal, os valores serão revertidos em prol dos trabalhos de pesquisa da Instituição. Todo o material de divulgação foi disponibilizado pelo A.C.Camargo a esses parceiros.

Seja você também uma empresa parceira do A.C.Camargo e contribua para a pesquisa do câncer. Mais informações: notafiscalpaulista@accamargo.org.br

Conheça os projetos de pesquisa que serão beneficiados por esta iniciativa

 

A captação de recursos provenientes de doações de créditos da Nota Fiscal Paulista apoiará o financiamento da estrutura necessária para, dentre outros, os seguintes projetos de pesquisa:

 

Diagnóstico Molecular, Genômica e Mecanismos do Câncer de Mama Precoce

Câncer de mama é um dos cânceres mais comuns entre as mulheres do mundo e é muito comum entre as mulheres de todas as idades no Brasil. O A.C.Camargo Cancer Center está na vanguarda da luta contra o câncer de mama. Nos últimos anos, grandes progressos foram alcançados na detecção e tratamento do câncer de mama, gerando uma grande redução na mortalidade causada por esta doença. Hoje em dia, muitas formas comuns do câncer de mama podem ser consideradas como doença curável.

Apesar desse rápido progresso, muitos cânceres que ocorrem em idade precoce (antes da menopausa e, particularmente, em mulheres com idade inferior a 40 anos) continuam sendo difíceis de tratar. Frequentemente, esses cânceres têm um comportamento agressivo, crescendo rapidamente e necessitando de um protocolo especial de tratamento. Como diagnosticar esses cânceres e como selecionar a melhor terapia é o cerne dos programas de pesquisa do A.C.Camargo.

Nossas pesquisas sobre o câncer de mama são baseadas na hipótese de que o câncer de mama precoce representa uma forma especial de doença, diferente do câncer de mama pós-menopausa. Isso significa que o câncer de mama precoce pode ter várias causas diferentes, envolvendo genes diferentes e diferentes respostas aos tratamentos.  Para investigar essa questão, estamos realizando estudos que visam identificar novos genes e variações genéticas associadas ao câncer de mama precoce. Nós também desenvolvemos um programa de pesquisa sobre pacientes e seus familiares que têm um alto risco de câncer de mama hereditário. Nosso trabalho inclui laboratório high-tech de estudos sobre células tronco e câncer de mama e sobre as interações entre o câncer e as células normais da glândula mamária. Nós também estamos interessados em desenvolver novas estratégias clínicas para melhorar a qualidade de vida dos sobreviventes de câncer de mama.

Detecção e Prevenção de Metástases do Câncer

Muitos tipos de cânceres são altamente curáveis, desde que se localizem ao alcance do bisturi de um cirurgião. Esses cânceres podem ser completamente removidos pela cirurgia, muitas vezes acompanhados de algum tratamento adicional para capturar e matar algumas poucas células cancerígenas que possam ter se disseminado pelo corpo. Células que se disseminam pelo corpo podem migrar para outros órgãos  e formar colônias, as metástases. Metástases representam um grande desafio para médicos e pacientes porque são difíceis de detectar e pelo fato de que é muito difícil prever onde e quando elas podem ocorrer.

Nosso programa de pesquisa sobre metástases combina todo o cenário de alta tecnologia de pesquisa médica: genética molecular, sofisticada biologia celular e alta resolução de imagem para detectar pequenos grupos de células disseminadas. Uma abordagem particularmente promissora é a exploração do exossomos. Exossomos são pequenas partículas liberadas pelas células cancerígenas no sangue, que podem viajar para locais distantes do câncer e "enviar uma mensagem" para outros tecidos se prepararem para a migração e formação de uma colônia metastática. Detectar e capturar exossomos pode oferecer aos médicos um alerta avançado do risco de metástase. Também pode interromper a "mensagem" que abre o caminho para a disseminação metastática. Assim, nossa pesquisa visa não somente a melhor copreensão de como as metástases ocorrem, mas também melhorar as ferramentas atuais para prevenir a sua formação.

 

 

Relatório de Pesquisa da aplicação de recursos da Nota Fiscal Paulista

O A.C.Camargo Cancer Center investe tradicionalmente em educação e pesquisa. Entretanto, os custos envolvidos com os estudos de novos marcadores para diagnóstico, genes responsáveis pela hereditariedade de alguns tipos de tumores bem como de genes responsáveis pela resposta a diferentes tratamentos são muito altos. Eles envolvem equipamentos e plataformas sofisticadas, manutenção de um banco de amostras de alta qualidade além de reagentes de alta pureza. Os custos destas pesquisas bem como dos programas sociais de educação sobre o câncer são mantidos em parte por recursos arrecadados pela Nota Fiscal Paulista. Esta arrecadação tem um papel crucial para o desenvolvimento de mecanismos eficientes para prevenir, diagnosticar e tratar pacientes com câncer.

Projetos Científicos apoiados pela Nota Fiscal Paulista

Projeto 1: Marcadores de metabolismo celular

Os estudos para aprimorar o diagnóstico de tumores têm por finalidade usar marcadores do metabolismo celular para a realização de imagem por tomografia por emissão de pósitrons (PET). O 18F2-fluo-2-deoxi-Dglicose também denominado 18F-FDG é um marcador derivado de açúcar, a glicose. Este marcador é mais bem absorvido pelas células tumorais, que têm metabolismo bastante acelerado quando comparadas às células normais. Entretanto, alguns tipos de câncer como os de próstata e mama têm um consumo reduzido de açúcar (glicose) o que limita sua detecção usando o traçador clássico 18F-FDG. Portanto, o A.C.Camargo Cancer Center dirige estudos para utilizar marcadores da síntese de lipídeos (gorduras), como o acetato na forma de 18F-Flúor Acetato de Sódio (18F- FAS). Todo o processo de síntese do composto e a capacitação para produção desse reagente, para uso em diagnóstico desses tumores, necessitam de alto investimento. Esses marcadores já foram testados em células isoladas de tumores de mama e próstata humanos. A próxima etapa do estudo, que deve envolver o início dos testes em pacientes, deve ser iniciada em breve.

Projeto 2: Câncer Hereditário

O segundo grupo de projetos está relacionado com o entendimento da síndrome do câncer hereditário, uma síndrome genética de pré-disposição ao câncer. Há estimativas demonstrando que entre 5 e 10% de todos os cânceres apresentam um fator hereditário, que aumenta o risco de desenvolvimento do câncer ao longo da vida do indivíduo, aumentando o risco nas famílias desses indivíduos. Uma das principais características dessa síndrome é o aparecimento de tumores em idade mais jovem do que a população em geral. Entre os cânceres hereditários mais comuns estão o de mama, de intestino (cólon), de pele (melanoma), além de outros. A causa genética desses cânceres são alterações em genes importantes, que são transmitidos de uma geração a outra. Entre as alterações mais comuns, que levam ao defeito de um gene, estão as alterações em ponto no DNA desses pacientes, as quais podem ser detectadas por técnica de sequenciamento do material genético (DNA). Entre os genes envolvidos com estes tumores encontram-se:

  • Câncer de mama (genes BRCA1 e BRCA2 e Check2).
  • Câncer de intestino - Colorretal Hereditário sem Polipose (genes MLH1, MSH2 e MSH6).
  • Melanoma hereditário (lócus CDKN2a).
  • Câncer em vários órgãos tais como alguns tipos de tumores ósseos (osteosarcoma), leucemia, mama, cérebro e adrenocortical entre outros (gene TP53).

No nosso CIPE - Centro Internacional de Pesquisa - do A.C.Camargo estão sendo desenvolvidos projetos de triagem de pacientes para detecção de mutações (alterações no DNA) nesses genes. Esses estudos além de contribuírem para a identificação de alterações em genes causadores de câncer da população brasileira permitem, ainda, que o indivíduo portador destas alterações genéticas, bem como seus familiares, receba um aconselhamento médico preciso. Esta abordagem preventiva é uma tentativa de impedir o aparecimento desses tumores ou de controlá-los em fase inicial da doença.

Diferentes projetos de pesquisa avaliaram até o momento 478 pacientes portadores de diferentes síndromes de predisposição ao câncer. Todo esse esforço, além de enorme contribuição científica, traz grandes benefícios a esses pacientes. Os custos destas análises genéticas são elevados e, portanto, proibitivos para a grande parte da população.

As duas figuras abaixo apresentam os genes avaliados em cada síndrome hereditária bem como o número de pacientes avaliados. Os portadores dessas síndromes já estão recebendo o resultado destes testes bem como o aconselhamento genético realizado pelo Departamento de Oncogenética do A.C.Camargo.


Figura 1- Esquema do rastreamento de mutações em genes de susceptibilidade à síndrome hereditária de câncer de mama e intestino.



Figura 2- Esquema do rastreamento de mutações em genes de predisposição à síndrome hereditária de câncer colorretal com polipose (intestino) e melanoma hereditário.

Dos 478 casos analisados 27% apresentam-se positivos para pelo menos uma das mutações avaliadas entretanto quase metade dos casos avaliados não apresentam mutações conhecidas apesar de preencherem um quadro clínico de câncer hereditário (Figura 3).




Figura 3 - Valores porcentuais de mutações encontradas ou não nos pacientes avaliados.

Quase metade dos pacientes não apresentava mutações conhecidas. Isso motivou o desenvolvimento de um novo projeto para avaliar genes de predisposição ao câncer.

Projeto 3: Genes de predisposição ao câncer

Esse grupo de projetos tem como objetivo identificar novos genes de predisposição ao câncer para os indivíduos em que não foram encontradas alterações associadas com essas síndromes de susceptibilidade avaliadas, nos genes conhecidos. Para a primeira abordagem está sendo usado um sequenciador de última geração chamado "Solid", adquirido pelo A.C Camargo Cancer Center e que é encontrado apenas em alguns laboratórios no mundo. É uma técnica muito sofisticada, mas onerosa, que gera uma grande quantidade de dados que deve ser analisado por programas computacionais sofisticados, o que exige armazenamento seguro para esses dados e, como consequência, mais investimentos.

A outra maneira de avaliar alterações no câncer é comparar os produtos de genes de pacientes com determinadas características para identificar suas diferenças. Estudos com estas abordagens estão sendo conduzidos com tumores de próstata e mama.

O câncer de próstata é a neoplasia mais comum no gênero masculino após as neoplasias cutâneas e a segunda em número de óbitos. Após seu tratamento inicial estes tumores podem recidivar (reaparecer) e o tratamento destes casos ainda é incerto devido à heterogeneidade de resposta. Para identificar as alterações que podem estar relacionadas com estas respostas está sendo conduzido um estudo que compara amostras de tumores que mostraram ou não recidiva (Figura 1).

Foram utilizadas nesse estudo 21 amostras de tecido de tumores de próstata sendo 11 provenientes de pacientes sem e dez pacientes com recidiva do tumor. Um total de 14.000 genes foi avaliado e 57 deles são mais abundantes no grupo de amostras com recidiva e outros 196 genes são, por sua vez, mais abundantes no grupo de amostras sem recidiva. Essas diferenças passam agora por uma etapa de validação e depois serão avaliadas num número maior de amostras. A identificação das diferenças entre esses grupos permitirá identificar pacientes com maiores chances de apresentar doença novamente e propor outras abordagens de tratamento. Além disso, o conhecimento dos produtos dos genes diferentes entre os grupos pode ajudar a identificar novas drogas que possam tratá-los efetivamente e inibir o reaparecimento da doença.


Figura 1- Comparação entre as sequências gênicas de tumores de próstata.

Uma abordagem semelhante está sendo realizada para o estudo de tumores de mama. Esse câncer é o mais prevalente entre as mulheres atingindo uma em cada dez mulheres com mais de 50 anos. Alguns subtipos específicos de tumores de mama têm atingido mulheres jovens na faixa de 30 anos, entre eles o carcinoma ductal invasivo. Assim como o estudo dos tumores de próstata, esse estudo objetiva compreender melhor a biologia do tumor e também descobrir novos biomarcadores, em particular para o carcinoma ductal invasivo.

Foram selecionadas 281 amostras desses tumores no banco de tumores do A.C.Camargo. Para esse tipo de análise são utilizadas plataformas específicas (placas contendo genes conhecidos), chamadas microarrays de DNA, que permitem que os genes cujo produto está alterado nos tumores sejam comparados com as amostras conhecidas.


Figura 2- Análise das sequências gênicas de tumores de mama.
Projeto 4: Marcadores de resposta à quimioterapia e radioterapia

Outro estudo foi desenhado para identificar marcadores de resposta à quimioterapia e radioterapia em pacientes com tumores de orofaringe. Recentemente esses tumores têm sido associados à infecção pelo vírus do papiloma humano (HPV). O grupo selecionado para o estudo compreende casos agressivos cujo tratamento cirúrgico não é indicado. Além disso, sabe-se que uma parcela significativa desses casos não responde aos tratamentos quimioterápicos e/ou radioterápicos. Assim, a identificação de marcadores que possam diferenciar os casos que respondem dos que não respondem a estes tratamentos seria muito importante para desenvolver novas estratégias terapêuticas, baseadas no perfil molecular desses tumores. Até agora, 33 casos foram incluídos no estudo sendo 20 HPV negativos e 13 HPV positivos (Figura 1).


Figura 1- Análise das sequências gênicas de tumores de orofaringe HPV positivos e negativos e sua resistência a terapia.

Resultados preliminares apontam que algumas alterações diferenciavam os pacientes que tiveram resposta completa ao tratamento dos demais pacientes.

Projeto 5: Atividades de Esclarecimento sobre o câncer para o público em geral:

O A.C.Camargo Cancer Center e sua equipe médica e científica trabalham ativamente na difusão dos conhecimentos sobre prevenção de câncer por meio da campanha "Câncer: Conhecer para prevenir", que leva exposições e atividades sobre o câncer para espaços públicos e acessíveis para toda a população, como estações de transportes públicos (trens e metrôs), parques, escolas e, também, para empresas. O objetivo dessas ações é desmistificar o câncer, trazendo conceitos importantes de como adotar um comportamento mais cauteloso sobre medidas de prevenção e detecção precoce, além de conceitos de biologia celular e molecular, genética e genômica do câncer.

A exposição aborda a importância da prevenção e da detecção precoce, da identificação de sintomas e de fatores de risco para o câncer, o câncer hereditário, além de mecanismos celulares, tratamentos e técnicas disponíveis para a pesquisa (Figura 1). A exposição, criada em 2006, já circulou por mais de 30 espaços diferentes e esteve acessível para cerca de 25 milhões de pessoas, que passaram pelos locais onde a mostra foi montada; estima-se que cinco milhões de pessoas já visitaram estas exposições.

As atividades de difusão envolvem desde os estudantes de pós-graduação até médicos e cientistas do A.C. Camargo (Figura 1). A iniciativa tem atraído a atenção internacional, tendo sido destaque numa das revistas internacionais mais importantes na área "The Lancet Oncology" e também em meios de comunicação nacional, o que tem nos estimulado a intensificar esse tipo de atividade.


Figura 1- Alguns cartazes que compõem a exposição.


Figura 2- Envolvimento de profissionais e estudantes de pós-graduação do A.C.Camargo nas atividades de difusão.

 

Confira abaixo os valores arrecadados por meio das doações das Notas Fiscais Paulistas e investidos nos projetos de pesquisa beneficiados.

Abril/2013 R$ 702.876,95
Outubro/2013 R$ 671.304,01
Total 2013
R$ 1.374.180,95
Abril/2012 R$ 741.989,59
Outubro/2012 R$ 672.339,74
Total R$ 1.414.329,33
Abril/2011 R$ 483.265,61
Outubro/2011 R$ 620.914,19
Total R$ 1.104.179,80